2 de fevereiro de 2010

A MULHER VAZIA


- Tais Luso  de Carvalho

Hoje quero falar de um outro tipo de mulher: não daquela mulher guerreira, que é forte na dor, que tem o instinto natural para acolher, daquela mulher que cuida, que sofre, que luta para dar a vida e, minutos depois, após um parto doloroso, já está com um sorriso de felicidade afagando seu rebento; não vou falar daquela mulher madura, responsável, que faz e que pensa.

Quero abordar uma outra mulher: aquela que se deixa levar por uma mídia, cujo objetivo é vender beleza para seduzir e provocar. É a mulher vazia. Não quero dizer que não cuidem da saúde, que não malhem, que sejam desleixadas. Não, não é isso. Falo na obsessão que levará ao vazio.

É uma loucura o que está acontecendo. A pressa por definir a musculatura e ganhar massa muscular pra ontem, e de vários tipos de procedimentos cirúrgicos, para tirar gordura dali, levar pra lá, preencher aqui... é um absurdo. É uma obsessão por corpos sarados e provocativos.

Mulher não é só corpo; mulher é espírito, carinho, delicadeza, companheirismo, atitude e inteligência. E sedução, na hora certa.

Certas mulheres têm uma obsessão por seduzir quase que em tempo integral. Parece que não sabem fazer mais nada. Silicone nos seios é sinônimo de mulher poderosa. Então, lá vai ela com um decote no umbigo, exibir a nova comissão de frente - deslumbrada e vazia.

Vi, dias atrás, uma criaturinha pequena, com seios enormes, um bumbum maior ainda, parecia um puxadinho, daqueles pra aumentar a casa meio pequena... A panturrilha era parecida com a do jogador Roberto Carlos, e uma boca de repolho revirado, aquela coisa tipo boca de sapo. Ah, e uma cinturinha tão fina que, não tive dúvidas: por ali também andou um bisturi. Jovem e recauchutada, sem precisar.

Pois essa mesma criatura ainda não estava satisfeita. Disse ela, na entrevista com outras siliconadas, que gostaria de aumentar mais os lábios. E olhem, a boquinha da figura já estava um gamelão. Essas são as mulheres que se acham poderosas. Confesso pra vocês que até gostaria de ver esse novo bocão... Sou humana né, gente?

Como era um programa de televisão, veio a pergunta da apresentadora:
- Mas vale a pena tanto sacrifício?
- Ah, só vale, a gente sente a auto-estima lá em cima, os homens adoram!

Putz, isso é de uma pobreza e de um servilismo tão grande que me nego a comentar. Quando a coisa começa a afetar os neurônios é porque a causa está perdida. Então, nada mais resta a dizer; o melhor é ir pra outra crônica. Como dizem, o importante é ser feliz. Têm gente que não está satisfeita consigo; seu ídolo é a sua meta.

Estas pessoas passarão pela vida e não deixarão nada, a não ser uma bolsinha Prada, um sapatinho sei lá de quem, e outras coisinhas mais. É certo que enlouquecerão quando entrarem no crepúsculo de suas vidas; vidas  vazias e sem sentido. Com certeza conhecerão o inferno aqui na terra: não mais adiantarão o silicone, o Botox, o bisturi; não haverá mais o milagre. A lei da gravidade de uma hora para outra se manifestará e dirá a que veio.





28 comentários:

  1. A situação é preocupante...
    Você está certíssima, somos muito mais do que um par de seios e um bumbum grande.
    Quando uma mulher tenta, em demasia, chamar atenção e porque está sozinha de si. Sei que tem certos procedimentos que são necessários, o problema esta no excesso deles. A busca da beleza exagerada está tirando a identidade de muitas pessoas.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tais.

    É verdade isso tudo... A pena de uma pessoa que dedica sua vida a essas metas é que ela possivelmente sentirá um grande vazio em algum dia do futuro, visto que doou sua vida a coisas superficiais, certamente deixando de lado o que havia de mais importante: as pessoas, o amor, o lar, boas leituras, boas conversas com amigos doces e sinceros, que preencheriam o seu coração de verdadeira alegria etc. Entretanto, quem está dentro da cortina de fumaça não vê o horizonte, e não há jeito de ninguém fazer essas pessoas perceberem que estão deixando de lado o melhor das suas vidas, aquilo que de fato tem valor, as coisas eternas e verdadeiramente preenchedoras. Enfim... o Tempo, este grande mestre, ensinará, lá na frente a essas pessoas essa grande verdade, pena que será tarde. Tenho dó também.

    Bom tema, bela reflexão!

    bjão

    ResponderExcluir
  3. Tais, ADOREI!!
    Endosso, reforço e aplaudo tua lucidez, sensibilidade e sabedoria.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Menina, o negocio que não é tão estranho assim, pois cada dias somos mais artificiais, pois isso não é uma mulher é algo articial que representa a mulher...

    Fique com Deus, menina Tais Luso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Tem algumas globais se mantendo "poderosas" por muito tempo, mas concordo que é servilhismo e um sofrimento enorme, pois não tem fim, nunca esta bom. Temos um conhecido que foi ficando um horror, o Michel Jackson e a insatisfação lá, presente.
    Boa lembrança falar disso.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Tantos que se deixam vencer pelas futilidades, infelizmente...

    Um bom dia para si. Beijo

    ResponderExcluir
  7. Um reflexão importante e necessária. Adorei o texto e o blog. Até a próxima.

    Um abraço,
    mR.

    ResponderExcluir
  8. Pois é....vivem uma vida em meia dúzia de anos e depois,quem sabe a miséria
    e desanimo que ficam,e as leva sei lá
    onde!!.....
    Bonito texto
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. "Outro dia, a Adriane Galisteu deu uma entrevista dizendo que os homens não querem namorar as mulheres que são símbolos sexuais. É isto mesmo. Quem ousa namorar a Feiticeira ou a Tiazinha? As mulheres não são mais para amar; nem para comer. São para “ver”. Que nos prometem elas,com suas formas perfeitas por anabolizantes e silicones? Prometem-nos um prazer impossível, um orgasmo metafísico, para o qual os homens não estão preparados… As mulheres dançam frenéticas na TV, com bundas cada vez mais malhadas, com seios imensos, girando em cima de garrafas, enquanto os pênis-espectadores se sentem apavorados e murchos diante de tanta gostosura. Os machos estão com medo das “mulheres-liqüidificador”." (Arnaldo Jabor)

    Pena Taís, que nem todas as mulheres pensam e tenham a sua visão. Mas uma coisa é certa. Homens de verdade (aqueles que não são só um corpinho bonito. Rs)Querem mulheres de verdade...

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Um dia mais tarde dirão:Meu Deus porquê ?

    Excelente texto.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá Taís,
    Cheguei do Ceará domingo, mas já estou em ação.
    Vamos lá.

    Meu motorzinho esta uma beleza!!! Meu marido põe a chave ele pega.
    A lataria não está tão danificada. Meus faróis são de milha porém originais, posso não ser uma Mercedes, mas estou longe de ser um fusquinha.
    Se meu marido está dirigindo sem ratear porque vou mexer em meu possante?

    É claro que devemos nos cuidar. Mas não repuxar todas as pregas e se transformar numa caricatura.Ou turbinar tudo e ficar igualzinha a mulher do amigo da onça da revista cruzeiro.

    A mulher não é só embalagem. Se não tiver conteúdo e se não for feliz o brilho jamais brotara.

    Beijos,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  12. Oi Tais faz tempo que arão apareço, mas voltei na hora certa pra ler essa crônica FEDERAL que escreveu.

    Esse é um assunto que me instiga a falar e falar sem parar, porque sou contra a toda essa parafernália de nisso e aquilo sarados. Boca preenchida parecendo nem sei o quê. E toda bizarrice que vemos por aí.


    Parabéns querida, por ter colocado a boca no trombone e gritar para os ouvidos (vazios será?) dessas mulheres vazia.

    Aparece no Empório, vem ver a gente!
    megabeijo
    Lu C.
    http://emporiodocafe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. As vezes me questiono sobre o porque dessa ditadura da imagem. São tempos difíceis, regados a relações descartaveis. Sugiro então, um brinde a resistência, daqueles que prezam por valores que resgatam a verdadeira beleza, que naufraga em meio a turbulencia de feiura que nos aflige.

    Estou gostando muito do teu blog, de uma olhada no meu uma hora dessas. A pouco tempo tenho me aventurado nesse maravilhoso mundo das palavras. Receber algumas dicas tuas, seria de muito bom grado.

    Hasta!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Lindona!!!
    Só embalagem não serve pra nada: o principal é o conteúdo!!!
    Bjkas!

    ResponderExcluir
  15. Mas Prada é pra sempre beem!!!
    brincadeira...é isso aí

    abraço

    ResponderExcluir
  16. É verdade, amiga, algumas mulheres ficam atrás de um corpo bonito e sedutor e se matam de malhar e se matam de verdade, no sentido exato da palavra, porque muitas morrem fazendo a tal da lipo. Devem ter morrido felizes, não? Morreram fazendo o que tanto queriam...

    Essa de "puxadinho" foi o máximo, fez um puxadinho, aumentou a "área de serviço". kkkk

    Essas mulheres que querem aumentar tudo porque "os homens gostam", será que se tivesse jeito de colocar silicone no cérebro, elas colocariam? Será que "os homens" iam gostar também???

    O interessante, Taís, que não ouço dizer que homem aumentou isso ou aquilo porque "as mulheres gostam", você já ouviu falar nisso?

    Fico pensando... quanto dinheiro aplicado em uma coisa que mais cedo ou mais tarde vai perecer...

    É como você diz mesmo, amiga, nada consegue vencer o tempo, ele é implacável com todos.

    Eu tenho é pena de pessoas assim, pois não há silicone que preencha o vazio que elas sentem. Coitadas.

    Encerrei bem o meu dia hoje, Taís, lendo-te. É sempre um grande prazer.

    Grande abraço,
    Lúcia

    06 Fevereiro, 2010 22:52

    ResponderExcluir
  17. Passei e mais uma vez gostei.
    Obrigado pelas suas palavras.

    Dia bom!

    ResponderExcluir
  18. E infelizmente Tais a maioria das mulheres agem como se nunca envelhecerão, ou que a plástica tudo resolve, inclusive o desamor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Tais,
    Por incrivel coincidência você colocou um texto que é exatamente a idéia de um quadro que estou trabalhando e que retrata esta questão das pessoas extremamente preocupadas com a estética do seu corpo.
    Nome do quadro 'DITADURA DA ESTETICA DO CORPO'no qual pretendo falar desta dependência das pessoas jovens e até mesmo as de mais idade, em relação ao modismo implantado pelos estilistas em conjunto com os fabricantes de roupas , entre outros.
    Eu reconheço que as pessoas mais magras e praticantes de exercicios regulares, e eu me incluo entre estes,tem pensamentos corretos em relação a sua saúde,, eu falo da questão da "ANEUROXIA", que causa preucupação em todo o mundo, e nos pais de forma geral, principalmente porque as vitimas são jovens e sem um conhecimento mais profundo do problema, êles não percebem
    que sua conduta esta sendo motivada e dirigida e que estão sendo usados por campanhas de Marketing , que somente visam lucro.
    Congratulações minha amiga pelo seu belissimo atual e importante texto
    Beijos
    Bom inicio de semana
    Paulo

    ResponderExcluir
  20. wow!!
    beautiful and mind-boggling!

    ResponderExcluir
  21. Tais, legal sua opinião, e digo que oscilo entre a pena e o desprezo.

    Tbm vejo como por outro lado, é imposto ao homem ser bem sucedido. Acredito que essa é uma norma da humanidade.

    De tempos em tempos, mudam as tecnicas, mas sempre existiram. Veja por exemplo na China, que amarravam os pés das meninas para elas ficarem mais bonitas, as nobres.

    E os Maias, enfaixavam as cabeças das mulheres nobres, tbm. Isso era beleza. E os espartilhos?

    Então, é o padrão...é o desejo de ser querido, de estar por cima. Lamentável, mas verdadeiro.

    ResponderExcluir
  22. Obrigado por ter atendido à meu pedido. Já comentei isso no meu blog também; mas vc emoldurou muito bem o quadro atual. Parabéns

    ResponderExcluir
  23. Resumindo:

    Nem toda feiticeira é corcunda
    Nem toda brasileira é bunda
    Meu peito não é de silicone
    Sou mais macho que muito homem

    Foi Rita Lee quem compôs. E com a Rita eu não discuto!

    Estive por aqui.

    ResponderExcluir
  24. A-DO-REI
    É isso ai mesmo da nojo de ver como elas se acham, e mais ainda de como homens ainda se deixam levar apenas pelas aparências destas mulheres vazias.Muito bom seu post, adorei andar por aqui. Beijos

    ResponderExcluir
  25. Servilismo - numa só palavra você falou tudo, Tais.
    Vim te agradecer pela visita ao meu blog, e te dizer que já passei por aqui, já gostei, e, com certeza, voltarei sempre! :)

    Beeeijos!!!

    ResponderExcluir
  26. IDEM, penso da mesma forma, lembro disso quando estou diante do espelho me aprontando pra sair e pensando nas turbinadas que desfilam por aí...penso assim:"Bem, silicone pode ser comprado e tudo o mais o bisturi resolve. Mas história pra contar, ah meu bem...quem tem sou euzinha!kkkkk". Mando um beijo pro espelho e me vou, feliz da vida.
    Vim retribuir a visita no blog Balzaquiana, tardiamente, mas retribuida! Abracos!

    ResponderExcluir
  27. É muito interessante essa tua crônica, porque bem no fundo disso tudo, não há verdade que seja compatível com aquilo que desesperadamente as copiadoras de beleza buscam, porque já houve a moda dos seios pequenos, das mulheres redondinhas na Renascença, elas são simplesmente as adeptas do bisturi e não tem jeito...Também sou a favor das pessoas que têm o tempo como seu aliado e cuidam da saúde, saindo do sedentarismo, do visual e principalmente da parte espiritual, porque essa será eterna.
    Tudo com muita paz e harmonia...
    Saber envelhecer é ter o tempo como aliado, e quem não o tem como aliado, fará dele seu pior inimigo.
    Mas tempo implica sabedoria...
    Parabéns Tais sou tua fã de carteirinha!

    ResponderExcluir
  28. Boa noite Tais.. mais uma maravilhosa postagem..
    é o que a mídia tem feito com quem se deixa levar por ela..
    já escrevi uma poesia sobre tal assunto..
    muitas pessoas realmente tem uma aparência linda.. mas será que dentro delas a gratidão, a beleza interior vestida de bons sentimentos impera..
    cobrem-se de maquiagem, alimentam grifes pq nunca podem repetir um vestido numa festa senão vão ficar faladas.. metem silicone em tudo.... e as vezes acham que mostrar bunda e peito faz a alegria da galera.. a única coisa que ganham são olhares famintos que lançam sentimentos de sexo e tudo mais..
    além claro do interior da pessoa que tem que ser serena, ter bons pensamentos eu admiro muito as unhas nas mãos.. acho divinal as unhas francesinhas que muitas vezes vcs usam.. tem leveza..
    lembro outro dia que um cantor num programa disse.. eu quero uma mulher assim.. guerreira, que esta do nosso lado sempre.. pq ter ao lado uma que só quer festa e aparecer na sociedade.. não acrescenta muito não.. vi vários amigos buscarem beleza e terminarem no divórcio.. pq nunca é o bastante.. beijos meus Tais linda virada de ano.. feliz sempre a vc e a familia..

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso