21 de junho de 2013

MANIFESTAÇÕES NO BRASIL



- Tais Luso de Carvalho

Ontem, quinta feira – 20 de junho de 2013 –, chovendo canivete em Porto Alegre, passei mais de seis horas acompanhando as manifestações em todo o Brasil. Fiquei noite adentro vendo o saldo de tudo. Manifestações por um Brasil melhor. Confesso que já tinha perdido minhas esperanças, minha autoestima, como cidadã brasileira. Ladeira abaixo, já rolava um não sei o que, dado a tantas decepções; tantos sonhos desfeitos, sonhos por uma pátria da qual pudesse me orgulhar.

E não teve como não vibrar e me solidarizar com aquela multidão, na maioria jovens, que se articularam através das redes sociais e compareceram, em massa, na luta por um Brasil justo e mais feliz.

Jovens! Partiu da juventude que se encontrava adormecida. Mas que de repente acordou, e está sacudindo o Gigante. E empunhando, ao envés de armas, cartazes significativos. E muito corajosos.

As tarifas cobradas nos transportes é apenas uma das reivindicações, seria muito pouco para levar multidões às ruas, mas transformou-se na última gota. As reivindicações são muito mais sérias, são outras... Todos nós sabemos. Os impostos nos levam meses de trabalho, e não há nada que não tenha um imposto embutido.  E voltam em benefício  da  população? Não, é sonho.

Manifestação emocionante e democrática. No entanto, badernas não se desligam de manifestações de multidões – infelizmente –, mas não tiram a legitimidade dos protestos e das reivindicações. Vi vários carros parados pelas avenidas, e gente abrindo as portas e aplaudindo os manifestantes.

Professores mal remunerados, hospitais no caos, escolas no chão, impostos altíssimos, polícia sem dinheiro e violência diariamente espalhada por todo o país. Sim, temos violência diária, e não só nas manifestações: é gente que mata com crueldade, que destrói famílias, vidas. E outros que roubam descaradamente. E fica tudo assim - como está.

O Brasil  clama por tudo, o povo cansou. E quer separar o joio do trigo. Espero que as autoridades acordem, que votem logo os projetos sérios  para o benefício do povo e não para encher seus próprios bolsos.  E que não desviem suas mentes para projetos bobos.

Emocionante estava a avenida Presidente Vargas, no Rio de Janeiro, emocionante estavam  São Paulo, Minas Gerais, Porto Alegre, Recife e todo o Brasil! O ano de 2013 entrará para a história das mobilizações populares. O espetáculo é constatar que o movimento não é dirigido por partidos políticos. Ideologias partidárias não fazem parte do processo, e por isso foram hostilizados; há nacionalismo; na rua, agora, está o Brasil e não os políticos.

Os homens públicos precisam mudar suas atitudes, precisam se conscientizar que estão sendo vigiados e que o povo cobrará lisura e trabalho. Os jovens sabem que política não pode ser carreira e sim um meio de fazer alguma coisa pelo bem comum. Pelo coletivo.

Não é de se admirar que os bilhões que estão gastando nos preparativos para a Copa, 'não' estão caindo no gosto do povo: bola não alimenta barriga, não cura doenças, não traz vidas de volta. E não prepara ninguém para ter um  futuro feliz. Que péssima ideia.  

E como pode um jogador de futebol vir a público dizer que não se faz Copas com hospitais? E se faz hospitais, escolas e presídios com Copa? O que é realmente importante?  Dessa maneira fica difícil a conversa.  Desperta indignação. Irrita.


Gostaria que o Brasil não fosse mais visto como o país do futebol e do carnaval, mas um país com um povo bravo e que retumba ideias e aspirações! 

Como gostaria que meu país fosse visto de outra maneira... De uma maneira séria e confiável. Respeitado, principalmente aqui dentro.


Parabéns ao cansado e irritado povo brasileiro que está exercendo sua democracia. O povo nas ruas - sem a agonia dos partidos.



26 comentários:

  1. Boa noite!

    Hoje nem mesmo o FUTEBOL cala a boca do Povo.

    É chegada a hora....

    Abraços
    Sinval

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Feliciano, Calheiros e Sarney
    Gente muito proba, gente de grei
    Pendurem as chuteiras
    Pede a nação brasileira
    Pede o jovem, pede o velho e o gay.

    ResponderExcluir
  3. Limerique

    Da fantasia, Brasília é uma ilha
    Eivada de malévolas quadrilhas
    Mas, cuidado ladrões!
    Escutem nossos bordões
    Lembrai-vos da queda da Bastilha.

    ResponderExcluir
  4. Limerique

    Grande multidão na rua não é bando
    É o povo indignado reclamando
    É hora de acordar, Brasília
    Acabem com essa quadrilha
    Porque Dilma, tua batata tá assando.

    ResponderExcluir
  5. Olá Tais!
    Tenho acompanhado as notícias dos acontecimentos no seu Brasil. Acho que os jovens devem partir para a "luta",mas sem destruição e violência. Por cá temos também muitos problemas, penso que mais até...pois estamos paupérrimos e tão mal governados andamos por estes políticos de" meia tigela" que só têm feito asneiras sobre asneiras e não emendam os erros. Ao menos aí , a Presidente Dilma voltou atrás, deu a "mão à palmatória". Esperemos que aprenda a lição. Por cá são de uma teimosia , de uma incompetência...e a corrupção não tem fiiiimmm...
    Um abraço .
    M. Emília

    ResponderExcluir
  6. Uma nova onda agita o gigante que estava adormecido - uma onda jovem - que irá sem nenhuma dúvida construir um Brasil mais digno. Creio nisso.
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  7. pois é Tais, aqui em Porto, ontem à noite chovia canivete e mesmo assim a juventude foi à rua fazer reivindicações justas e necessárias, pena que uma minoria baderneira e mau caráter, através de atitudes criminosas, haja emporcalhado este movimento bonito.
    Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  8. Tais, penso que a imagem do país sede da Copa do Mundo de 2014 já começou a mudar mundo afora, e o estrangeiro tem visto em percebido quem nem só de samba e futebol vive o brasileiro: precisamos de mais do que isso, reivindicamos, exigimos nossos direitos! Queremos que nosso grito seja ouvido e respondido, não com discurso eloquente, mas com ação, com atitude de quem lidera e governa!
    Quanto às imagens, emocionam em sua maioria - pela grandeza dessa juventude, que abriu sua boca e ergueu seus cartazes, sacudindo e acordando o Gigante! Outras imagens indignam e envergonham: como podem depredar o patrimônio público ou investir contra trabalhadores injustiçados iguais a nós?! Estupidez, oportunismo, burrice coletiva - embora de uma minoria. Mas você está certa, eles não mancham e nem tiram a legitimidade do movimento pacífico de um povo bravo que vai à luta!

    Seu texto, bem como todo este movimento, já fazem parte de nossa História! Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  9. A partir de agora....nada será mais na mesma....
    Infelizmente...passa principalmente os desacatos , roubos,
    destruição...e a polícia branda na intervenção....
    Não mostra a dureza da PM no vulgar cidadão, que é a razão do movimento....Mas a gente procura as notícias reais...
    Por cá.....estamos tão pauperrimos, que já não há força
    para coisas tão bonitas como essa...
    Mas o Brasil vai a tempo..
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Anônimo09:49

    Eu apoio as manifestações, temos que questionar mesmo, temos que reivindicar nossos direitos, e não importa se não houver copa aqui no Brasil, afinal não se tem educação, saúde, segurança em estádio de futebol.

    Luan Pablloh

    ResponderExcluir
  11. Taís, a beleza contrasta com o outro lado, o escuro que se esconde atrás dessa linda movimentação. Com a redução do valor das passagens, entendo deveria ter cessado, por enquanto, o movimento. O recado foi dado e entendido, mas a única forma de cessar a baderna, a violência, é dar fim à reunião do povo nas ruas. Quando o Brasil se candidatou para sediar os eventos, todos sabiam que vinham com ônus inaceitáveis. Aquele era o momento de se insurgir contra a copa neste país. Muito teria sido evitado se esse movimento fosse realizado naquela oportunidade. Infelizmente, é a onda de violência que nos coloca nos jornais do mundo. E os oportunistas estão a atacar o patrimônio público, furtar jogadores de seleções estrangeiras, envolvê-los pelo medo. Assim, a beleza não pode ser vista por si só. Lamento muito por isso. Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Oi Tais,

    Também vivi a mesma emoção que você. Confesso que fui dormir sem dormir. Fiquei surpresa, fiquei emocionada, fiquei novamente com esperança de um Brasil melhor.

    Grande abraço Taís e obrigada pelo carinho no Palavras

    Leila

    ResponderExcluir
  13. Querida, todo brasileiro que prima pela liberdade e por um Brasil melhor, com certeza agigantou seu coração para acolher aquele sentimento de emoção e civismo ao ver, ou participar dessas manifestações em prol de um país para todos.Tua crônica sobre este assunto tão real e atual veio ao encontro do que pensamos e queremos.
    Parabéns!!!
    Felicidades, sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  14. Olá, adorei o seu blog e gostaria de convidar vc a dar uma passadinha lá no meu blog, desde já muito obrigado por sua atenção.
    donskedar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Estamos afinados politicamente, Tais. Como complemento: jamais vi tanta participação feminina!
    Muito importante, principalmente quando os jovens representam 3/4 da massa votante no país. O brasileiro, como queria Capistrano de Abreu, "tomou vergonha na cara". Não gosto de citações, mas esta é fundamental.
    Abraço. Jorge

    ResponderExcluir
  16. QUANDO FIZERAM A CAMPANHA DAS "DIRETAS JA" cometeram o erro basico de deixar la os mesmos politicos de antes (alguns ainda estão por ai) .Deu no que deu.. no que só podia dar. Agora não se pode cometer o mesmo erro. Renovação total do congresso. Se tem merecedores de reeleição são minoria absoluta.

    ResponderExcluir
  17. ´E!! O povo acordou e tomara não durma mais.. Pena os infiltrados estragando os manifestos, quebrando tudo!

    beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir

  18. Olá Taís,

    Estou afastada temporariamente do blog, pois estou acompanhando uma sobrinha que se submeteu a uma cirurgia delicada. Há dois dias que não abro o blog e por isto não cheguei aqui antes.

    Tenho acompanhado os movimentos de protesto e as notícias a respeito. No início, fiquei ao mesmo tempo surpresa e feliz com o despertar do povo brasileiro. Era preciso que nossos jovens provocassem a iniciativa das manifestações, que culminou abraçada por pessoas de todas as idades. É certo que o movimento teve início em São Paulo, em razão do protesto contra o aumento das passagens de ônibus, mas foi este movimento que gerou o grito geral que estava sufocado na garganta de cada cidadão brasileiro. Foi emocionante. Todavia, hoje, já receio pela continuação desmedida das passeatas. Os vândalos e os criminosos estão se valendo dos movimentos para causarem enormes prejuízos ao patrimônio público e particular. Até morte já ocorreu aqui em BH, conforme você deve ter visto nos noticiários. Famílias estão apreensivas com seus filhos nas ruas. A situação não pode sair do controle, sob pena de consequências desastrosas para a nação. As manifestações já provocaram a reação do governo, que corre contra o tempo para atender algumas reivindicações e evitar o pior. A PEC 37 já caiu e os recursos para a saúde e a educação estão começando a aparecer. A corrupção e outros temas também já estão em pauta. Quanto aos estádios, o estrago já foi feito e neste particular só resta evitar que mais recursos sejam desviados para o preparo com a copa do mundo. O povo deve permanecer atento, mas sem perder o discernimento. Creio que o recado foi dado e que o governo percebeu que não conseguirá mais manipular o povo. Ontem foi um caus por aqui. Eu estava no hospital e tive receio de não conseguir voltar para casa.
    O Ronaldo foi infeliz com sua declaração e acabou manchando a sua imagem.
    Apesar de tudo, não fossem os protestos, nada mudaria, e estou orgulhosa de poder assistir ao despertar do gigante.
    Espero que o maior protesto seja realizado no momento do voto, através de uma votação séria, coerente e inteligente.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Tem sido tão bonito de se ver! Agora o mundo (via New York Times, principalmente) tá sabendo como é o Brasil na sua realidade. Tomara que as manifestações permaneçam até as próximas eleições e que a população tenha a mente aberta e os candidatos estejam à altura, claro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Tais, eu e mais 25 mil pessoas estivemos na manifestação na quinta, 20, aqui em Ribeirão. Foi maravilhoso participar e ver essa inércia sendo explodida totalmente a cada passo que era dado pelas ruas. O centro estava travado, ninguém entrava, ninguém saia! As vozes se levantaram contra toda essa sujeira que precisa ser varrida e de preferência mandada para um mundo paralelo sem retorno! Teria sido cem por cento pacífico se não fosse pelo trágico acidente do garoto atropelado. O motorista, que a princípio parecia querer retornar e tentar sair por outra rua, deu ré, pegou impulso e atropelou 13 pessoas. Uma delas, um garoto de 18, não resistiu e morreu.

    Esperamos que o Brasil se mantenha nessas mudanças. Tá muito lindo! Tá digno.

    Como diz alguém que conheço: Avante! rs

    Adorei ver esse texto por aqui.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Olá Taís
    Toda essa movimentação me emocionou muito! Acredito que as pessoas estão sentindo-se orgulhosas de ser brasileiras. Obrigada pela visita em minha página.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Querida Taís: Que estas manifestaciones del pueblo brasileño consigan su fruto. Los políticos viven de espaldas al pueblo y las necesidades del mismo.
    España con una tasa de paro del 27% y con grandes recortes presupuestarios del gobierno en educación y sanidad, junto con constantes subidas de impuestos, hacen que la población este muy descontenta, pues siempre afectan a la economía del ciudadano.
    Dentro de unas horas "nos enfrentamos" en fútbol Brasil-España ¡Que gane el mejor!!!
    Un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Amelia, sim, às 19 horas Brasil e Espanha... rsr. E amanhã - povo nas ruas novamente. Aguardaremos!
      Grande abraço!

      Excluir
  23. Estive ausente dos blogs e só agora estou fazendo minhas visitas. Foi muito belo o que aconteceu no Brasil, mas confesso que os transtornos criados em BH estavam me assustando. A polícia chegou a pedir que os pais chamassem seus filhos para casa, em vista dos acidentes sérios que alguns sofreram. O síndico do meu prédio teve seu carro queimado. Infelizmente, todos os baderneiros se aproveitam de movimentos pacíficos para cometer delitos. O saldo, no entanto, foi positivo demais. Basta ver a reação do governo e a celeridade na votação de alguns projetos. Bjs.

    ResponderExcluir
  24. Oi Tais

    Agradeço a visita em meu cantinho. Seus textos são muito bons, parabéns! Você já publicou seus escritos? Estou pensando em fazer isso e tenho muitas dúvidas. Um beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leila, tenho alguma coisa publicada, sim, estão na 'guia preta'- na parte superior do blog. Mas no momento estou publicando nos meus 2 blogs. Por aqui os textos vão longe... gosto muito. Se quiser, me escreva, e-mail no meu perfil.
      Obrigada pelas palavras.
      Um grande beijo!

      Excluir

MUITO OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO - VOLTE SEMPRE.

COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS NÃO SÃO POSTADOS NESTE BLOG,

ESCOLHA A CONFIGURAÇÃO NOME/URL E COLOQUE O SEU NOME.