14 de agosto de 2015

INTERNAUTAS SOFREDORES




-  por Taís Luso


Estou conformada em fazer parte da geração dos Internautas sofredores. Ainda mais nós, os blogueiros, que usamos editor de texto  e que inúmeras vezes ficamos surpresos com coisas que  aparecem ou desaparecem - sem razão alguma. Mesmo assim  somos felizes diante desse rolo todo.

Há muitos anos os blogs eram diferentes, toda a montagem para introduzir ou modificar algo  era por meio de tags (códigos) – coisas muito trabalhosas, perdia-se tempo e íamos quase à loucura. Mas os provedores foram se modernizando, tornando as coisas mais fáceis. Tornei-me adepta dessa ferramenta oferecida por uma tecnologia moderna para escrever um pouco sobre nosso cotidiano, nossos costumes. Quando eu estiver numa 'outra' - não sei se boa ou não -, talvez fique rodopiando por aqui uma parte boa de mim.

É bom escrever, ter contato com as pessoas; faz bem pensar, e eu me divirto em algumas postagens, outras nem tanto, pois coloco também indignação e perplexidade – o que não serve bulhufas. Apenas para desabafar, pois moro num país em que o povo precisa matar um leão por dia para que tudo corra dentro do mais ou menos. Por certo não gostaria de mudar de país, eu gostaria de ver meu país mudar – como disse o jornalista Políbio. E assim vou levando e cumprindo o que postei no meu perfil, ciente de que todos nós temos algo a dizer, uma vontade de largar o que está preso no peito. Então...

'Escrever é a maneira mais fácil de dizer as coisas sem ser interrompida.'

Pois ontem, tudo certinho comigo e meu pc quando, de uma hora pra outra, meu editor de texto resolveu apagar o que eu escrevia, e o som foi para o espaço, justamente quando eu estava assistindo uns vídeos no Youtube dos jornalistas Políbio Braga, Olavo de Carvalho, Augusto Nunes... sobre umas coisinhas do nosso país e da nossa gente vistas como 'especializadas', entendidas.

Fui aos fóruns dos sites de ajuda, e um pelotão de Internautas desesperados e enlouquecidos pedindo ajuda. Centenas de Por favor, me ajudem!

Constatei a ansiedade dos colegas pedindo socorro, e também a solidariedade, uns dando dicas aos outros. Estamos bem informatizados, porém vivemos numa época de muito estresse gerado por todo esse maquinário que nos cerca. Tudo é máquina, tudo é virtual, que passou a ser o nosso real.

Mas consegui ajeitar, descobrir, mesmo levando uma tarde inteira. O mais difícil foi formar a rede dos computadores novamente, pois tudo tinha ido pro brejo. Mas foi na base da persistência que conseguimos, eu e Pedro (sozinhos) restabelecer a rede, encontrar o som e arrumar o editor de texto.
Mais uma lição que ficou: a 'Persistência'! Benza Deus!

Eu gosto da frase (apesar de batida)  “nunca desista dos seus sonhos”! 

Mas hoje eu diria: nunca desista de acertar seu computador: vá à luta, tente! Se não der, aí chame o "homi"...

Até a próxima.




48 comentários:

  1. Já passei por uma dessas, mas mais suave e fiquei espantado, com a rapidez que logo
    apareceu gente a dar dicas........certeiras...
    Em dois tempos, tinha o problema resolvido....Como há gente que se entrega à ajuda.......
    Só não consegui perceber donde veio a ajuda , pois nem consegui agradecer.......
    Agradecer agradeci........mas não sei a quem...
    'Nunca desistas dos teus sonhos'....
    Bom fim de semana.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andrade, na medida em que fui ajudada diversas vezes por amigos Internautas, também ajudei, e isso é muito legal! É muito simpática essa troca quando se precisa.
      Beijos, amigo.

      Excluir
  2. Penso que nunca me aconteceu.
    Mas que deve ser um grande pesadelo sem dúvida...
    As ajudas é coisa boa, quando resultam.
    Desejo que a amiga se encontre bem.
    Bjs. Irene Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Irene, que sorte! Sim, agora está tudo bem!
      Obrigada pelo carinho da visita!
      Beijo!

      Excluir
  3. Ainda não passei por apertos assim, só quando há "revisão na rede", é assim que a net explica quando aqui fica fora e ontem à tarde foi assim, fiquei sem internet até à noite.
    Ainda bem que tudo deu certo por aí, pois é, acho que as pessoas são muito solidárias, ajudam e até têm prazer em serem úteis, que bom, acho que por isso acredito que nem tudo está perdido, nem tudo!
    Abraços linda amiga, tenhas um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivone, o problema não foi na rede externa, na Net, foi na nossa rede particular que ligam os computadores (entre si) dentro de casa para depois entrarem na rede da Net. Mas tudo resolvido, depois do estresse. rsss
      Beijo, querida!

      Excluir
  4. Pois é Taís, por vezes os computadores e/ou as redes informáticas deixam de colaborar connosco e resolver o problema nem sempre é fácil. Aqui em casa é o meu marido que me ajuda quando acontecem percalços desses..
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, aqui também, mas passamos por boas...
      Mas fui perdendo o medo de tentar por mim, mesma. O máximo que pode acontecer é ter de comprar outra máquina.
      Beijo, Maria.

      Excluir
  5. Eu fico pirada quando acontece algo assim! E surgem quando menos esperamos!!! Ainda bem, sempre as conseguimos resolver, chamando os "homis " ou nos virando mesmas!! bjs, lindo fds! chica ( Qto ao acontecido lá ,que acabaste de ler, nem sabes o quanto segurei minha "santa boquinha" pra nada falar. Acho que porque estava preocupada com a consulta e dores que Neno na hora sentia!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, "antigamente" eu chamava os "homi" para resolver, não acreditava muito no meu taco. Agora tento antes, vou aos sites de ajuda, e meu marido também ajuda, sabe mais do que eu. Acabei com a rede e ele recuperou.
      (É, aquela da amamentação que você contou foi dose... Credo.rs, como podem...)
      Beijos, amiga.

      Excluir
  6. Admirável mundo novo, Tais. Hoje existe uma linha tênue entre o dito "real" e o virtual. Hora ou outra elas se confundem. E se entrecruzam, se confundem, se fundem. Beijos, Tais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fábio, é, já se confundem, quando estamos numa real, entramos na virtual, então tudo vai para o mesmo balaio....O mundo deu essa guinada e não voltará atrás.
      Beijos, amigo!

      Excluir
  7. Soneto-acróstico

    Implacável, a tecnologia no obriga
    Nadar neste rítimo computacional
    Tendo em vista que é uma amiga
    Esta rede complicada em alto grau.

    Redes sociais, blogs e tudo mais
    Nesse universo de terakilo baites
    Aonde quiseres tu, portanto, vais
    Laborando as páginas dos saites.

    Fazer o que se algo não funciona
    Apelar talvez aos saites de ajuda
    Benzer-se para não beijar a lona.

    Então na hora do deus nos acuda
    Tentar tudo que a rede proporciona
    Obtendo até assistência de Buda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E qual é o remédio a não ser ter a paciência de Buda, não? Mas contudo, não abro mão da satisfação da criação, de poder e ter onde colocar nossas ideias e de interagir com os amigos. Tudo muito bom, o estresse faz parte, afinal, nada é perfeito.
      Abraços, amigo Jair.

      Excluir
  8. Escrever, ler, opinar e dialogar, ainda que no virtual hoje são "ferramentas" para o meu bem-viver. Também me arrisco na mecânica tecnológica. Sempre há bons sites orientando-nos. E, botar o "tico e o teco" para funcionarem ativam meus neurônios barbaramente! Muito bom! Divirto-me! Ah, e ainda dizem que se queima calorias! Melhor impossível!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queima calorias, Célia? Então acho que foi isso que me fez perder alguns quilinhos, Mas mais pelos rolos do pc do que puxar pelos neurônios!
      Concordo, é muito bom!
      Beijos!

      Excluir
  9. Taís, boa memória! Não sei se acontece com você e os que comentam. Com a mudança pa o Windows 10, que estou usando, o blog da Google prefere sempre o navegador Chrome. Ou seja, a encrenca não acabou de todo.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jorge, sempre o Chrome. Os blogs ficam com as letras, o visual mais claro e mais bonito. As cores mais vivas. Tudo caminha mais fácil.Já fiz vários testes. O Opera também ficava bom, mas dava um problema nas postagem. O Blogger é do Google, então... rs
      Abraços.

      Excluir

  10. Boa tarde,querida Tais! "Quando eu estiver numa 'outra' - não sei se boa ou não -, talvez fique rodopiando por aqui uma parte boa de mim."Gostei rs.
    Eu já passei pelo sufoco que você passou, mas não tive a capacidade que você e Pedro tiveram para resolver o problema. Meu marido, só chega perto do PC quando quero que ele leia ou assista algo que sei que ele gosta. Aí, né... só resta chamar " o homi" , que entende a máquina. Mesmo assim, não deixamos de fazer uso dela, porque ela nos deixa próximos de tanta gente que nem parece que há espaço geográfico, enorme entre nós. E, isso nos faz bem. Bela crônica! Tenha um belo fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chamar o 'homi' ou levar o pc! Nem sempre dá para arrumar em casa, depende. Mas aqui teria de arrumar a rede que mandei pro brejo, rs.
      Tem gente complicada nessa WEB, mas também tem gente muito boa, muito íntegra e querida. Como diz o grande poeta...tudo vale a pena se a alma não for pequena...
      Beijos, querida!

      Excluir
  11. EXCELENTE PLANTEAMIENTO. CREO QUE LOS BLOGGEROS, SOMOS PERSONAS QUE LE DAMOS BUEN USO AL INTERNET.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, ReltiH, tenho encontrado blogueiros ótimos, solidários e muito queridos.
      Grande abraço, amigo!

      Excluir
  12. Oi, Tais!
    Tenho um amigo analista de sistemas que diz, que se não existisse erros, essa parafernália não funcionaria.
    Pertencemos ao clube dos expostos a essas panes!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa... agora fiquei mais confusa!!! Rs, mas deixa assim, sinto que vou ter um troço.
      Bjus!

      Excluir
  13. Boa tarde querida Tais..
    imaginas tu eu tempinho atrás com um pc positivo da vida rsrs
    falando de boa rsrs um parto rsrs
    a marca tem o nome enganoso rsrs
    mas quebrou bons galhos para meus trabalhos e digitação..
    como comigo tudo dura durou 8 anos o bendito pc de tubo..
    vírus pegou uma única vez.. um cavalo de tróia que deixou as ferraduras no meu lombo rsrs
    peguei em site de espiritualidade srrs
    é uma barbaridade né srrs
    muita gente fala das coisas novas..
    mas ainda uso word 7...
    as coisas novas só estressam..
    o blog tb tá meio esquisito..
    como disse a Mi e assim parece que é..
    logo vai cair mesmo..
    acho que todo o mundo virtual tá em colapso..
    e eu to na minha.. se cair não vou ficar embaixo rsrs
    mas vamos caminhando né doce amiga...
    com editores ou sem eles..
    já chega o teclado que come as letras enquanto digitamos.. isso me deixa doido rsrs
    beijos e feliz sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabes qual pc que eu mais gostei? Do XP!! Era fácil, honesto, rss
      Hoje tenho o W 8, chatinho. Mas tá indo, já dominei o manhoso. Mas estou perdendo os cabelos!
      Obrigada pelo carinho do comentário, querido amigo, bjs.

      Excluir
  14. Ai, Tais, como te entendo! Por aqui, de vez em quando também dá uns "batibaques" no dito e... tchan-tchan-tchan: há que recorrer à ajuda preciosa de sites de gente maravilhosa que tem dica pra tudo - pelo menos até agora, tem resultado =)
    Até hoje nunca chamei o "homi", mas já tenho perdido dias inteiros a puxar pelos neurónios, porque a linguagem do pessoal que sabe, por mais que a queira colocar acessível aos simples mortais, para quem não percebe, é quase chinês!

    bjn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas vezes já chamamos o homi, mas com o tempo fomos aprendendo as manhas, perguntando... e hoje já dominamos muitas coisas. Aprendi a me socorrer dos sites, inclusive sendo guiada pela Microsoft. Deu certo. Mas como disse ao Samuel, estou perdendo os cabelos...rss
      Beijo!

      Excluir
  15. OI TAIS!
    CHAMAR OS "HOMI" É FÁCIL O PREÇO É QUE SEMPRE NOS ASSUSTA.
    A ÚLTIMA VEZ QUE CHAMEI, A BEM POUCO TEMPO, SENTI O BAQUE, MAS, NA SEMANA PASSADA, CONSEGUI ME BASTAR SEM TER DE APELAR, FOI UMA VITÓRIA. KKKK. EU, NA MAIORIA DAS VEZES EM QUE VENHO AQUI ME DIVIRTO COM TEUS ESCRITOS, TENS UMA VEIA CÔMICA, MAS, TAMBÉM JÁ LI COISAS MUITO SÉRIAS COM AS QUAIS CONCORDEI SEMPRE PRINCIPALMENTE SE TRATANDO DE POLÍTICA.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani, é verdade essa dos 'homi', meu marido entra em crise quando falo em chamar o 'homi' para arrumar o computador, sem tentar primeiro, rss. E aprendi! Na maioria das vezes é ele quem resolve os problemas do meu pc. Mas dessa última vez entrei em colapso. Mas conseguimos! rss
      Olha, realmente tenho dois canais: um meio cômico e outro mais sério. No cômico me divirto contando os 'causos'. No outro, sou outra...
      Grande beijo, amiga!

      Excluir
  16. Tais, já passei muitos apertos com o computador. E quando isso acontece, não chamo ninguém até esgotar todas as minhas tentativas leigas (kkk). Vejo os fóruns de ajuda e costumo seguir alguns conselhos. Nem todos entendo, o que dificulta. Outro dia, pesquisei como colocar um tradutor automático no skype. Encontrei uma resposta e fui atrás. Meu computador enlouqueceu com a quantidade de avisos sobre vírus. Confesso que me desesperei. Até o Norton, que uso, desapareceu. Xeretei, xeretei, xeretei... e consegui arrumar tudo, mas tive que reinstalar o Google e o Norton, morrendo de medo de perder os blogues.
    Meu maior problema é a ansiedade, porque quando algo dá errado, sou capaz de virar a noite tentando encontrar uma solução. Coitado do meu cérebro!!!!!
    (Ainda não viajei. Pretendo fazê-lo, com a Vera, no início da semana.) Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa mãezinha do Céu! Eu teria enfartado com essa dos inúmeros vírus! Essa coragem não tenho. Quando vem um 'toque' dizendo da ameaça de um vírus enlouqueço! Também sou muito ansiosa com as encrencas do computador, medo de tudo desaparecer!
      Ainda não viajou? Bem, os votos de ótimas férias ainda está de pé! Se demorar muito a ir...retiro! rsss A Verinha vai junto, melhor ainda...
      Beijos! Obrigadão!

      Excluir
  17. Invejo sua destreza em lidar com os problemas do computador, Taís.
    Tadinha de mim que sou leiga.. O meu sofrimento começa,
    quando resolvo chamar os "homi"...
    Vou ser repetitiva, amiga, adoro ler suas crônicas.
    Beijo e ótima semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois, é, Shirley, mas minhas tentativas foram pela insistência do Pedro que antes de chamar os 'homi' teríamos que tentar. Já que iria arrumar, que arrumasse todo o estrago logo, rsss. Vá entender...
      Beijo, amiga!

      Excluir
  18. Oi Tais.
    Tens razão as vezes precisamos chamar os homi.
    Trabalho todos os com 25 computadores.
    De vez em quando dá uns chiliques em três ou quatro no dia.
    Chamo os homi. E os homis não aparecem.
    Tenho que me virar.
    Pensa no sufoco.
    Mas no final dá tudo certo.
    Ótima e abençoada semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gilberto, só 25 computadores? Bem que com esse número você tem de ter uns 'homi' de plantão para a assistência, cruzes. Deus é seu amigo!
      Obrigada, Gilberto! Ótima semana também.

      Excluir
  19. Tais: Tens toda a razão amei ler o teu texto.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Santa Cruz, como está você?
      Obrigada, amigo, que bom lhe rever!
      Bjus além-mar.

      Excluir
  20. Estamos presos em nós das informação Taís.
    Claro que de uma hora para outra tudo vai parecer girar.
    Calma, pesquisa e soluções é a regra.
    Muito bem pela persistência e curiosidade.
    Uma linda semana amiga e tudo de bom para voces.
    Meu terno abraço
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Toninho, é o jeito, estudar um pouco as encrencas que fazemos no computador para poder reverter a situação. Mas é estressante.
      Obrigada pelo carinho da visita, Toninho!
      Bjus/paz, amigo.

      Excluir
  21. Boa noite Tais.
    Eu só faço usar rsrs, não entendo nada ,mas a minha filha é igual ao Pedro não chama ninguém antes de mexer em tudo. Que bom que vocês conseguiram resolver. Uma linda semana ao dois e família. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mirtes! Tem de ser assim, caso contrário esses técnicos moram na casa da gente, rss. Não gosto dessa "sensibilidade" dos computadores, quando você faz algo fora da linha, é complicação na certa. Mas o bom é que têm centenas de sites de ajuda. E o Pedro Luso pra quebrar meus galhos! Ele não tem medo de mexer; eu morro aos poucos.
      Beijos, amiga! Uma ótima semana também.

      Excluir
  22. Taisinha, vou dizer apenas que esta tua crônica não fica devendo nada a ninguém. A cada dia que passa estas escrevendo melhor, o que me deixa muito orgulhoso.
    Beijinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa... então fui boa aluna, orgulhosa e também agradecida. Só sei que tudo que fiz nesses nossos 200 anos que estamos casados, principalmente no exercício da escrita, foste meu maior incentivador! Também te admiro "uma montanha" pelo que és.
      Então mil beijos, aqui, do gabinete grudado!! rs

      Excluir
  23. Minha querida amiga Tais, está acontecendo um acidente comigo e a informática, toda vez que começo a escrever este comentário, sério...bem, tenho sérios problemas com informática, aliás nasci antes da internet, não tenho um chip acoplado, como esta geração que nasce nos dias de hoje (uma amiga uma vez falo que o Lula tinha sido chipado, quando aprendeu a falar e venceu a primeira eleição rs). Meu blog é o mesmo a seis anos, adoraria fazer umas alteradas, colocar alguma coisa, mas como não sei e gosto da mesmice, meu blog está como está. Tenho um agravante, tou sem net, daí dependo de wi-fi, amigos (quase não os tenho na vida real), biblioteca pública lá na cidade de minha mãe, enfim...mas é prazeroso demais ler-te querida Tais, dr Pedro tem razão, aliás, esta cumplicidade que se percebe nesta relação é algo digno de aplauso, admiração, nestes tempos de separações e ódios, vocês cada vez mais juntos, cada vez mais amor, e isso é lindo, e isso é maravilhoso compartilhar, para que não desistirmos do amor.
    ps. Carinho respeito e abraço.
    Ps2. Muito obrigado querida amiga Tais, por palavras tão gentis em meu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo Jair, que lindo comentário! Eu também nasci bem antes da Internet. Muito antes (rs). Mas tento, sou bisbilhoteira, vou indo até encontrar o defeito. O medo nos trava. Imagino você sem a net, que ruim. Mas o que quero é agradecer seu comentário tão bonito e sensível.
      Me despeço com a sua famosa frase: Carinho, respeito e abraço - é de sua autoria!

      Excluir
  24. Eu sou mais de chamar um sobrinho, se ele estiver por perto, se não estiver já lhe tenho telefonado ou então fico encrencada. Tenho medo de fazer asneiras e piorar as coisas :(

    Gostei de ler os motivos que a levaram a ter o blogue. Para mim é uma forma de "conversar" e de aprender. Tenho aprendido muito desde que tenho o blogue.

    Beijinhos e um bom dia:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tinha medo de mexer e piorar as coisas, mas assim a gente nunca aprende!
      Essa troca que se dá na blogosfera, quando boa e honesta, é sempre saudável.
      Beijinho, Isabel!

      Excluir

MEUS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso