24 de janeiro de 2016

UMA VENDA DESONESTA






       – Tais Luso

Foi na semana passada que saí para comprar uma nova geladeira. Que compra louca! Fui num dos shoppings daqui, onde equivocadamente pensei que faria uma compra agradável, fácil e honesta. Ingenuidade, bandido existe em qualquer lugar. Tinha esquecido disso, imaginem!

Terei de fazer força para reverter minha neurose. Sim, porque a dissimulação, a mentira, a má-fé faziam parte da venda, que não percebi no início. Foi algo kafkiano, um absurdo. Cheguei a desconfiar que se tratava de uma ficção.

Recebemos quatro geladeiras em casa, sendo só a última, a que comprei. Foi uma tortura psicológica que durou doze dias. Me venderam o que não tinham nem no estoque, lá em Caxias do Sul. Jogaram sujo. Cada dia era uma promessa e uma esperança que se renovava. E uma geladeira estranha que chegava… O interessante é o tamanho da propaganda que esse Magazine, muito conhecido, faz na televisão! 

Apostei nas minhas ligações exaustivas, resolvi minar a paciência e os telefones lá dos 'honestos'. Incomodei o que pude, fui à luta, pois nosso país está infestado de gente desonesta, igual a cupim, comendo por dentro a boa fé dos outros. É difícil acabar com essa praga. Acredito mesmo ser impossível.

No décimo segundo dia recebi a geladeira; essa quarta geladeira foi a que comprei. Por tudo isso o meu estresse. Fui ingênua? Sim, no início. Mas resolvi o caso antes de procurar a Justiça, aí a coisa não seria mais comigo.

Geralmente pessoas que agem dessa forma, sem escrúpulos, se escondem, somem, e quando atendem ao telefone deixam uma musiqueta enervando. Deixam você na linha até murchar. É um procedimento próprio dos mal intencionados.

Então me vem a indignação e a pergunta: de que DNA é feito o Brasil se até numa comprinha miserável uns logram os outros? Uma parte do nosso país é muito indecente. Seríamos uma nação decente se fossemos um povo cheio de virtudes, mas têm aqueles que quebram a corrente, que seguem a risca a lei de Gerson.

Seguirei o caminho, mas muito indignada com o que acontece diariamente na 'aldeia brasilis'… Comigo foi apenas a compra de uma geladeira. E minha indignação não fará diferença alguma. As medidas a serem tomadas são inúmeras. E todos sabem os caminhos. 
Mas falta vontade política para mexer no vespeiro.




_________________________________________




55 comentários:

  1. Se não faz diferença, pelo menos gritar, espalhar até o nome da loja, colocar no blog as reclamações, ajuda a desopilar o fígado... Não dá é pra ficar quietos, pois aí, passam por cima de nós com trator e tudo! Não podemos deixá-los agir sem denunciar! Ainda bem que acabou o drama gelado,rs Por isso quiseram te fazer entrar "numa friiiiiia",rs bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica, estou me acalmando depois da legítima 'fria'... rs.
      Beijos, querida.

      Excluir
  2. Minha amiga, entendo muito bem a sua indignação, nossa, já entrei nessa fria de ter que reclamar de compras que não foram nada do que me venderam e é bem assim, não se acha com quem reclamar e resolver, tive que esperar um ano para resolver um problema de uma compra que o defeito veio de fábrica, mas como só tem uma semana para se devolver na loja... O resto é para se imaginar, eu não deixo nada para lá, corro atrás do prejuízo, até precisar do tal "calmante para suportar a desonestidade".
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem de ser assim, Ivone, é uma tentativa de resgatar a honestidade desse país. Os brasileiros reclamando, fazendo valer o que é correto. Mas você passou por uma terrível, um ano!!
      Beijos, querida.

      Excluir
  3. Querida Taís
    Dá pra imaginar a sua indignação e o estresse.
    Mas não se pode calar diante de tamanha desonestidade e falta de respeito
    Nossa "terra brasilis" está doente. Corrupção e desonestidade são os pilares formadores do caráter da maioria dos "ditos" cidadãos
    Se calarmos essa praga prolifera pois é altamente contagiosa
    Então tome o calmante, denuncie e não se cale diante da desonestidade
    Bom finalzinho de domingo Taís
    Um beijinho doce e muitos sorrisos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida Gracita, é isso mesmo, parece que o mal está se alastrando. Quando pensamos que a coisa é só por lá... Não, é aqui bem pertinho, quase no nosso quintal, também.
      Beijos!

      Excluir
  4. Realmente é uma situação desgastante... Infelizmente, faz parte do DNA de muitos...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O país está doente, Célia, e estamos mal de remédio, não faz mais efeito.
      Beijo!

      Excluir
  5. Boa tarde querida, entendo muito bem a sua indignação, ja passei por isso certa vez nas casas Bahia...Quando percebi que ia ser lesado, resgatei meu dinheiro sem mais e sem menos... Afinal me senti indignado por terem me vendido um produto que existia no catalogo, mas não existia no estoque. Felizmente, a corrupção começa no planalto e se espalha pelo o brasil a fora.

    Como poderíamos classificar a desonestidade, senão como a assassina da boa fé e a genitora da impunidade.
    Não há nada mais patético do que alguém que finge não saber do que você está falando, distorcendo suas palavras, e fazendo delas, o que ele quer que você acredite.
    Confesso que estou esperto, agora quando entro numa loja, alias quando entro, por que nesta crise estou a passar longe....
    big bj..... espero-te no meu cantinho....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está coberto de razão, Wonder, eu já não sei se o governo é o retrato do povo ou o povo é o retrato do governo...Ando confusa. Encontramos má-fé em todos os cantos, nas mínimas coisas, em todos os setores. Cruzes.
      Bjs. Obrigada!

      Excluir
  6. Depois da tempestade veio a bonança!
    Mulher forte, esta amiga Taís!
    O bom da história é que já terminou... bem!
    Gostei da parte do DNA!!! Perfeita a mistura dos portugueses com os indígenas!!! lol
    Beijinhos e boa sorte na próxima compra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom ter você aqui, Teresinha!
      Obrigada, querida amiga, grande beijo.

      Excluir
  7. Infelizmente esse mal alastra por todo o lado.
    Aqui em Portugal também há disso. Mas não nos podemos calar não é verdade ?
    Um beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que a situação em Portugal é complicada, Fê, mas calar, nunca.
      Beijinho, obrigada!

      Excluir
  8. QUÉ COSAS NO!! EN TODO EL MUNDO HAY PERSONAS DESHONESTAS.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Reitih, há em todo o mundo, uns mais, outros bem menos...
      Abraços!

      Excluir
  9. Quando comecei a ler até julgava que estávamos em Portugal.... é tudo o mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei da situação por aí, Jorge, a coisa está meio feia... E Portugal não merece.
      Bjs.

      Excluir
  10. Oi Taís, sou comerciante e procuro sempre fazer as coisas bem certas, e detesto que agem de má fé comigo. Deve-se ir ao procon, colocar a boca no trombone!
    E DNA é fogo! No mundo inteiro...
    Beijão, tudo de bom ai!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariangela, sim, tem o Procon, foi um desgaste o que fiz... Aprendi, o negócio tem de começar certo na venda perfeita, honesta. Colocarei todos os meus sentidos em alerta máximo.
      Beijo pra você, obrigada!

      Excluir
  11. Nas intermitências de qualquer negócio
    Uma geladeira é apenas uma, isto é fato
    Porém quando lambança vira sacerdócio
    Uma simples geladeira pode ser quatro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jair, rss, é verdade, e tudo se transformou em quatro problemas, pois cada uma foi um parto para mandar de volta!
      Abraços, amigo.

      Excluir
    2. Amei esta quadra de nosso amigo Jair Lopes...

      Excluir
  12. Cara amiga Tais, acho que praticamente todos nós, em algum momento de nossas vidas, já compramos gato por lebre, ou seja, já marchamos nas famosas propagadas enganosas. Pois, então, este post complementa, na prática, minha última postagem, a qual você comentou in loco, onde digo que a razão de quase tudo de errado em nosso país está na falta de consciência. Pessoas conscienciosas não mentem, não iludem, não enganam, não roubam, não matam. Quando todos exercitarem a consciência o mundo será um bom lugar para viver!
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Dilmar, uma postagem parecida, com a diferença que narrei um caso pessoal, estressante. Comecei as conversas bem educadinha e no final destrambelhei. Vi que era esse o jeito. rs
      Abraços, amigo!

      Excluir
  13. Infelizmente isto acontece muito. Ha alguns anos atrás passei por situação semelhante na compra de um conjunto de sofás.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não existe quem não passou, é o que estou constatando... Tem histórias piores por aqui.
      Abraços, Élys.

      Excluir
  14. Boa tarde Tais.
    O que vou contar vai parecer ficção, mas te juro que é verdade rsrs. No ano passado comprei uma maquina de lavar roupa e demoraram mas do que três dias do prazo para entregar e ainda veio com defeito. Ligamos para la e eles me informaram que isso não era com eles que teria que procurar uma assistência. Eu não iria me estressar e muito menos ficar com aquela coisa quebrada me lembrando o tempo todo do ocorrido. Conseguir um carreto, coloquei a tão maquina, e la formos nós para o shopping. A loja era dentro de um shopping rsrs, quando as pessoas viram os carregadores carregando algo para dentro na loja, com certeza ficaram intrigados rsrs, mandei chamar o gerente e o vendedor que tinha me vendido. Devolvi na loja com compradores e vendedores, amei ver a cara do gerente, ele estava pasmo rsrs, o que é isso respondi é a maquina que comprei aqui, veio quebrada e vocês queriam que eu tivesse o trabalho para levar para assistência etc. Se não receber uma maquina funcionando amanhá, vão receber outra surpresa kkk. No mesmo dia estavam entregando outra e ainda me pediram desculpas pela loja etc. Acho que o gerente pensou essa é maluca rsr. Resolvi a situaçao e ainda em vez de me lembrar da desagradável situaçao de me sentir lesada, se tornou algo engraçado, porque quando contava a minha família como resolvi a situaçao, todos morriam de rir rsrs. Mas com certeza foi um aprendizado, ficáramos mais ligado, infelismente no pais que nós vivemos a desonestidade é o que mais temos que lidar. Uma linda semana amiga, e para o Pedro também. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cruzes, quem diria, hein amiga?? Essa ideia é ótima, 'vou anotar'.
      Loucura dá medo. Mas aí as coisas acontecem.
      Beijo grande. Foi uma façanha.

      Excluir
  15. Querida Taís acho que a desonestidade no Brasil é uma verdadeira caixa de Pandora, pois não há brasileiro que não tenha sofrido uma fauseta destas, rsrs.
    Minha primeira lava-louças, ainda na garantia deu problemas, chamei a autorizada o técnico deu uma mexida considerou legal e foi embora, dia seguinte o mesmo problema, chamei o técnico ele deu uma mexida e já ia embora, dizendo a senhora fica aí prestando atenção se ela está funcionando, pois tenho que atender outros clientes não posso esperar.
    Foi pior que me jogar agua fervendo, não ia eu ficar observando nada o serviço era dele, discutimos, coloquei-o porta fora, entrei na justiça de pequenas causas, fui indenizada, e comprei outra lavadora de outra marca, que está comigo,(Graças a Deus), até hoje. A marca ruim era da GE, nunca compre, a boa é Electrolux. Não engulo mais sapo, porque este foi um acontecimento dentre tantos outros anteriores.
    beijinhos e melhor sorte na próxima compra.
    Léah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leah, a 4ª geladeira é Electrolux. A marca é ótima. Mas o problema não foi esse, e sim o vendedor e a própria loja que enganou dizendo que tinha quando não tinha. E colocaram outra no lugar. Na próxima vou querer ver no computador deles! Fui à loja novamente e mudei tudo. Mandaram uma Electrolux lacrada, mas arranhada. Voltou, não aceitei. A perfeita veio na 4ª vez.
      Mais um pouco iríamos para a Justiça, não há duvidas. Foi a primeira vez que aconteceu isso. Mas fiquei uma compradora desconfiada!
      Beijinho.

      Excluir
  16. kkkk
    Eu não posso falar o que aconteceu comigo, pois minha cidade é um nicho e irão descontar em alguém, menos eu...entendeu? Amanhã passo por e-mail.
    Com essas má fé que existe por aí já ganhei muito dinheiro na justiça.
    Uai!sô eu sou mineira, como pelas "beradas". Que os sulistas são branquelos e inteligentes eu sabia, mas você e muitos são piores que nordestinos, ô cabra da peste.kkkk
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, espero, quero ver sua história 'oculta'!
      Beijos!

      Excluir
  17. Tou triste sabe, enojado. Definitivamente esse não é um pai sério, tem jeito não, é cronico. Há mais de quinze anos não assisto televisão, acho que eu já disse isso, rs. Por essa e por outras, nem telejornal, principalmente, me entristecesse. Chego a pensar feito Rui Barbosa: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” Beijos, Tais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fábio, nada mais perfeito o que você citou de Rui Barbosa, e como está atual isso, não? Dá uma tristeza imensa em constatar que essa é uma verdade indiscutível em todo o Brasil. Não falta muito para esse desânimo virar regra...
      Beijos.

      Excluir
    2. Quantos erros de digitação, desculpe. Corrigindo... Onde lê-se "pai"(pai que nada, rs. Que deus o tenha), quis dizer: "pais", onde lê-se "entristecesse", que danado é isso, quis dizer: "entristece". Beijos!

      Excluir
  18. Boa noite querida amiga.. bah.. complicado mesmo hein..
    semana passada meu irmão comprou pela net uma lavadora de roupa chegou 5 dias antes do prazo rss ai foram até justos demais..
    mas tem sido assim.. é tanto estress ultimamente quando se vai comprar algo.. vender é sempre fácil..
    tenho um caso mas tem anos já.. este acho que não te contei..
    comprei um computador anos atrás.. deixei o décimo terceiro.. paguei a vista, feliz da vida..
    na hora eu queria o que tava de amostra.. se negaram. tive de esperar uma semana pra vir o lacrado de fábrica..
    quando o bendito chegou não funcionava.. lá fui eu atrás de técnico e quando ele veio não tinha o hd rsrs
    bah. indignado coloquei o cpu no carro fui na dita colombo que anda mal das pernas e disse.. o cpu veio sem hd..
    o gerente não pode, imagina..
    eu disse tá aqui abri e mostrei.. se vcs não me derem o cpu de amostra eu quebro aqui na frente do balcão..
    fechei o tempo srs e olha que não sou disso.. acabaram por me darem pra não passarem mais vergonha.. o cpu de amostr durou 9 anos rsrs nunca deu problema como as porcarias de hj né.. beijos e feliz noite doce amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rssss, tem de ser assim ou vão nos levar à loucura!
      Nas últimas ligações eu destrambelhei, perdi a educação que meus pais levaram anos...rs Mas te confesso, isso não vai mais acontecer, tomarei medidas profiláticas!
      Beijo, meu amigo!

      Excluir
  19. Oiii Tais, que bom te ler novamente! Fiquei muito feliz com sua visita no blog! Este mês estou voltando a ativa depois de um ano blogando bem a conta gotas! Estou inclusive atualizando minha lista de blogs amigos, muitos já não blogam mais! Fiquei feliz de ver que vc continua na ativa! Vou levar seu link para minha lista! Qto a postagem, sei bem como é isso! Outro dia comprei uma geladeira também, o produto foi entregue no prazo, o problema é que quando vieram entregar se recusaram a subir a escada até a cozinha para deixar a geladeira, e ameaçaram deixar a geladeira na garagem, eu achei surreal pois quando eu comprei ninguém me perguntou se na minha casa tinha escadas! Tive que pagar um chapa da minha cidade para carregar a geladeira junto com o entregador! Amadorismo total! Isso por que comprei a geladeira na FAST, uma loja carérrima cheia de banca! Só me restou fazer uma reclamação enorme para eles! Brasil!!! Fazer o quê né! Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kellen! Pois é, fui num blog amigo e vi você lá... saudades, sim! Essa minha compra também teve um lance assim e que nem contei na crônica. Quando pedi para retirarem da cozinha a outra e colocarem num canto, um deles disse que não poderiam tocar em nada, apenas largar na cozinha! Então eu perguntei se iriam colocar em cima da outra! Tinham de retirar uma do canto para colocar a nova no lugar. Veja como são treinados...
      É Brasil rss.
      Beijo grande, seguirei viajando com você...

      Excluir
  20. Minha querida amiga Tais, há muito sinto ter uma sintonia com teus escritos, e não foi diferente quando ontem li esta crônica, é tão indignante, mas tão lúcida, de uma lucides cruel e incrivelmente verdadeira. O que está acontecendo conosco ? Ando pensando há alguns dias sobre um post onde expressasse minha indignação diante da corrupção endêmica do povo brasileiro. Não sou desonesto, mas em democracia vale a maioria, então impossível não falar nestes termos. Parece que a lei de Gerson, que falaste, é lei entre o povo...outro dia comentava com um amigo que com esta história de corrupção na imprensa, contaminou todo mundo, há muito que se gosta de furar fila, conseguir uma vantagem, a mínima que seja, se for passar na frente de outros que querem a mesma coisa, isso é corrupção, penso eu. Este é meu maior medo, e está ocorrendo, quase que atualmente, na favela existe o esperto que quer se dar bem as custas de outro favelado, imagina em Brasília, claro que lá as cifras são bem maiores. E corrupção está atrelada ao político aqui no Brasil , e acho que nunca mais será desvinculado...excelente post minha amiga, teu caso da geladeira expressa toda a minha indignação, meu inconformismo com o que impera hoje, mas o pior de tudo é esta desonestidade em todos os níveis sociais. É dolorido assumir isso, constatar nossa fragilidade ética, mas é fato. Sempre me surpreendo com o que vem de tua cabeça, me surpreendi mais uma vez, obrigado.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu bom amigo Jair penso que a impunidade, a ganância, o descaso, leis antigas e nem cumpridas, a politicagem que virou esse país, e mais o DNA 'favorável' do brasileiro, em tirar vantagens para si, fizeram nosso país crescer no quesito malandragem e corrupção. Também não acredito numa santa 'virada' (que me perdoem os muito otimistas). O mundo hoje é outro, tem muita coisa nociva e a coisa se alastrou. Você disse muito bem 'eticamente ficamos frágeis'.
      Grande abraço!

      Excluir
  21. Foram 12 dias, mas ainda bem que o seu caso ficou resolvido.
    Em casos desse tipo, não fico nervoso enquanto me disserem que vão resolver. E até já tive a agradável surpresa de ter uma coisa bem melhor pelo mesmo preço.
    Mas se as coisas dão para o torto, o melhor mesmo é ameaçar com os jornais. O tribunal é o últimos dos últimos recursos, pois é coisa para uns anos...
    E nalguns casos nem há e intenção de enganar, pois a incompetência e a desorganização do comércio a retalho é bastante frequente.
    Minha querida amiga Tais, tenha uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jaime, no meu caso houve má fé, pois após a compra telefonei duas vezes (assim que cheguei em casa) e o vendedor me confirmou que tinha, sem dúvida. Ele sentiu que eu desconfiei e tentou remendar. E sumiu os 12 dias. Claro, tem umas lojas que são desorganizadas, mas constatar se tem no estoque, com o evento da informática, não tem o que errar.
      Beijos, meu amigo.

      Excluir
  22. Tais, confesso que, ao comprar certas coisas, fico muito preocupada. São tantas as decepções e reclamações nos sites das lojas que já chegamos em uma delas com um pé atrás. Pior é que, em casos como o seu, tentam empurrar outra mercadoria. E muitos não se socorrem de seus direitos e acabam aceitando.
    Também creio que seja má fé. Infelizmente, não temos condições para levar, no ato da compra, o que adquirimos. Quando se trata de algo relativamente pequeno, peço que mandem para a loja e vou buscar, assim posso conferir. Mas uma geladeira??? Impossível. Ainda bem que, apesar do estresse, você recebeu a que desejava. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu quis tentar antes do 'marido' entrar na jogada. Que estresse. Mas agora está tudo aqui: a geladeira, a história, a raiva, a decepção e que uma hora deverá passar. Mais uma lição que a gente aprende e teremos defesa. A vida ensina. Aprendo rápido.
      Grande beijo!

      Excluir
  23. Nossa, que tormento, Tais!
    Há casos e mais casos similares. Os vendedores, de olho na comissão, vendem mesmo produtos que já não estão disponíveis para entrega. A bomba sempre estoura na mão do cliente/consumidor, pois depois tentam empurrar-lhes um produto diferente do que foi comprado. Infelizmente, ética, compromisso com o cliente e honestidade estão mesmo em falta no mercado. Todos conhecemos nossos direitos de consumidores, mas até para exercê-los é desgastante, pois ocupa nosso precioso tempo. Ainda bem que você conseguiu solucionar a questão, apesar de todo o estresse.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs, bota tormento! Me senti lograda, não me perdoo fácil quando não percebo a sacanagem, a má-fé. Verinha, ética, em se tratando de vendas, é pra poucos. Empurram tudo, até roupa tamanho GG já tentaram! E a vendedora ouviu tudo e mais um pouco. Minha filha saiu dizendo que peguei pesado...rss
      Grande beijo.

      Excluir
  24. Tais, julguei que esses problemas, tal como contas, não houvesse, embora saiba que no Brasil não há a regulamentação comercial, como aqui. Aqui só haverá vendas mais ou menos agressivas.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho de sua visita, Daniel.
      Abraços além-mar!

      Excluir
  25. O mundo está cheio de aldrabões, sabe!...

    Saudações poeticas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vieira, e bota aldrabões nisso! Quem trabalha no que gosta, certamente não acontece isso. Trabalha com alegria e leva a sério o que faz.
      Abraços! Muito bom recebê-lo aqui, poeta.

      Excluir
  26. Taís dos céus! Esse Magazine aí minha família já está traumatizada! A última deles foi minha mãe atrasar uma conta por três dias e cobrarem 50,00 só de juros! Absurdo amiga! Mas não foi falta de aviso da parentaiada, inclusive, uma tia entrou até com processo na justiça. Tá tenso, mas o ideal mesmo é procurar o Procon já na primeira pisada de bola e expor a loja (ou quando é o caso, indústria, marca) no Reclame Aqui. Só na grosseria amiga e na "ignorância" que eles ficam mais ligados.
    Acho muito interessante que grande parte dos brasileiros reclamam da corrupção de um modo geral, mas esquecem que muitos cometem "pequenas" corrupções no seu dia-a-dia.
    Meu sonho é ter um negócio próprio, mas pretendo ser uma empresária da qual me orgulhe e os clientes recomendem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi querida!! Por onde andou? rs
      Pois é, eu resolvi bater de frente, achei que seria mais rápida do que o Procon, e não sei se não fui... É que cada dia tinha uma surpresa, o que eu não poderia prever. Mas não passo mais nem pela frente! Não sei por que fui entrar, justamente porque ela estava no meu caminho!
      Saudades de você, menina!!!
      Beijo grande, te espero em 2017... rssssss

      Excluir
  27. Oi Taís....Para entrar no grupo, eu levei uma bolada grande com
    um falso empreiteiro..., mas que era amigo dum amigo e fazia um
    grande jeito na obra. Afinal.....o dinheiro que me apanhou, é que lhe deu jeito...E assim se acabaram umas quantas amizades....
    Enfim.....'xicos espertos', nunca irão acabar à face da Terra. Temos de à partida, desconfiar logo do amigo....Triste não é....?
    Ñão se zangue.....as gostei de ler...
    Beijo

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso