10 de dezembro de 2015

DEZEMBRO, O MÊS DO ESTRESSE



      - Tais Luso de Carvalho

Segundo o ISMA-BR, dezembro é  considerado o mês de maior estresse do ano, subindo para níveis de 75%. As causas disso passam pela sobrecarga de trabalho, trânsito, solidão na época das festas e até pelos gastos adicionais com presentes e viagens.
Esses excessos se traduzem em sintomas físicos, de ordem comportamental e emocional: insônia, problemas gástricos, irritabilidade, ansiedade, levando à compulsão por comida.
Então, este ano resolvi rever essa festa que se chama Natal. Estou pensando nos preparativos de final de ano de uma outra maneira. Também cansei do estresse, esse meu fiel companheiro de final de ano que me deixa com olhos profundos e cara de combatente.
Vive-se correndo atrás do coitado do peru, da farofa, das frutas, dos molhos, do arroz e da salada. E de algo esdrúxulo para diferenciar do Natal passado. Fora as sobremesas e a decoração da casa. 
E as bebidas? O fulano gosta de vinho, o sicrano adora cerveja. E ainda os refrigerantes para quem não toma álcool. Suco para os vegetarianos. Água para os naturebas fanáticos. Um jantar elaborado para o natureba tomar água!
Por ser perfeccionista (penso ser um defeito meu), não tenho mais pique.  Por isso vejo tantas pessoas comemorando a data na casa dos outros. Eu não gosto.
Pois é...
Não sei, mas a comida é melhor no dia seguinte: o tal restolho! Dá pra sentar e relaxar. Relaxar em termos, porque a casa ficou demolida e dá uma saudade louca da rotina organizada. De acabar com a loucura imposta pelos comerciantes. É o aniversário mais trabalhoso e mais caro do mundo! E o aniversariante é esquecido. Em seu lugar colocaram um velhinho fantasiado a ditar as regras e cobranças às crianças: coma, estude, obedeça papai e mamãe pra ganhar presentes! Uma boa troca.
É a maior festa dos comerciantes: comprar um monte de presentes, numa única data! Tinham de prender quem inventou isso, principalmente em países de terceiro mundo.
Os presentes? Ah, os presentes! Fulano gosta de uma coisa; sicrano gosta de outra e que só tem lá nos quintos.... Tá bem: vamos lá? Sim, amo todos. E o que não se faz por amor?
Mas falando aqui e ali, vi que não estou sozinha nesse barco, nesse estresse. Muitas pessoas pensam, com certa ansiedade, no dia 26. E no dia 2 de janeiro – festa triste, despedida.
Preciso mudar alguma coisa, aproveitar a onda, já que a família também está de saco cheio da mão de obra, loucos pra se mandarem, para curtirem as férias. Penso que algo bem mais simples  ficará mais coerente com que penso.
Meu sonho de consumo, no mês de dezembro, seria uma temporada num mosteiro… E tenho certeza que muitos abraçariam a causa. Ao contrário do burburinho e o estrondo  dos fogos, ouviria o silêncio! Adoro o silêncio.

Natal virou consumo, uma festa cujos sentimentos são efêmeros. É uma comemoração que toca nossa sensibilidade pela música, pela beleza plástica da festa, pela emoção do ritual. Mas dura apenas uma noite. Valeria a pena se houvesse realmente uma transformação de atitudes e sentimentos que fosse duradouro. Mas não é o que vejo. Perdemos verdades. Portanto, perdeu-se por aí o real sentido dessa festa.

      Hoje é a festa mais comercial do planeta! 


__________________________/____________


23 comentários:

  1. Volto com mais calma. O stress do final de ano já tomou conta da minha pessoa, rsrssss
    Adorei conhecer seus blogues.
    Pelo visto a família Luso Carvalho possuí laços fortes com a cultura.
    Feliz Natal e um Ano novo Repleto de acontecimentos maravilhosos.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Realmente Tais,acredito que livre das cobranças que impomos sobre nós mesmas no Natal,teremos mais tranquilidade para curti-lo.
    Feliz Natal!
    Beijããããããõ!
    Izildinha

    ResponderExcluir
  3. Ah!!! Um mosteiro, que maravilha...
    Mas, Taís, dessa época, o dia que eu mais gosto, aliás, adoro, é o dia 02 de janeiro.
    Um abraço apertadinho!

    ResponderExcluir
  4. Nem me fale, Tais! O Natal dos homens, infelizmente, é mesmo assim. Seria bem mais verdadeiro e sereno se nesta data nos voltássemos para o Natal de Jesus. Assim, somente festejaríamos o seu aniversário em nossos corações. Mas tradição é tradição e para pessoas perfeccionistas (também sou) é uma data por demais estressante. Viajar nesta data é complicado, pois nosso coração quer estar entre as pessoas que amamos. Logo, o jeito é encarar a festa e programar as coisas para que haja menos sufoco possível e mais alegria.
    Esta semana me deparei com uma página da internet onde havia a explicação de Chico Xavier sobre a depressão, solidão e sentimento de tristeza que envolve algumas pessoas nesta época. Achei bem interessante o artigo.
    Comprar presentes ainda é o pior, pois a preocupação em errar ou desagradar é grande. Por isto mesmo, resolvemos que neste ano só haverá presentes para as crianças. Os adultos não farão a tradicional troca de presentes, pois nem todos estão em condições de gastar. Afinal, janeiro vem aí com os seus tradicionais impostos (IPTU/IPVA), além de outros compromissos. E ainda tem a crise, né??? Faremos apenas uma brincadeira em que todos serão sorteados com pequenos brindes.
    Por mim, gostaria de já estar no dia 02 de janeiro-rsrs.

    Ótima crônica!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Perfeitamente, de acordo, cara amiga Tais, e nem poderia ser diferente, pois não é cabível contrariar o bom senso, apesar de que a festa natalina se transformou justamente num contrassenso. Lá em casa, já há alguns anos passamos natal batido. Minha filha ainda segue toda a ritualistica dezembrina, entrentanto, eu e minha esposa nos tornamos "anti-sociais", pois, ultimamente, ao soar meia-noite, dos dias 24 e 31 de dezembro, por vezes, já estamos a dormir.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos chegando nesse seu estágio, amigo Dilmar, acho que não é ser anti-social, mas sim fazer o que for melhor pra gente. E não entrar num barco que não é nosso ou continuar remando contra a maré...No entanto confesso que não é fácil tomar atitudes outras, quando a sociedade e a família trazem cultura festiva desde gerações anteriores.
      Gostei de sua posição! Estamos no rumo.
      Grande abraço.

      Excluir
  6. Perfeita abordagem, Tais! Uma época de cansaço desmedido, provocado pela ansiedade. O aniversariante é, de fato, colocado de lado, pois não há a união e a paz que Ele deseja para o mundo. Não gosto dessa época, pois tudo nela nos estressa. Não se consegue estacionar em lugar nenhum, o trânsito fica caótico, as lojas cheias ... e por aí vai. Por isso mesmo, este ano só vamos presentear as crianças, pois nossa alegria está na delas, ao abrir os pacotes. E vamos fazer a reunião em meu apartamento, pois não sou perfeccionista para essas coisas ( ao contrário da Vera). Quero todos à vontade e sem esperar ser servidos. Abraço a simplicidade. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  7. Minha querida amiga Tais, e estamos novamente em mais um Natal...já falei outro tempo que a vida esta se resumindo de Natal em Natal, e nós vivemos um pouquinho entre eles rs. Sempre fiquei comovido nesta época, mais sensível, choro com propagandas que tem como tema o Natal e gosto de filmes bíblicos nesta época( e fora dessa época também)...mas hoje tou mais controlado, não menos sensível, mas menos chorão. Na época de criança não tive os melhores natais de minha vida, fiquei até meio traumatizado, mas já superei, acho que nunca ganhei um presente que desejasse, não que meus pais não quisessem me dar, mas não dava mesmo, daí fui crescendo não gostando de Natal, mas mesmo assim sempre fiquei comovido nesta época. Hoje gosto, aprendi a gostar passando meus natais com minha mãe e meu pai, hoje só tenho minha mãe, e passarei com ela...como podes ver não tenho este estresse perfeccionista de Natal rs, não faço questão de muitas ceias e não costumo sair depois da ceia para a balada...gosto de saber que é o aniversário de Jesus Cristo, e tenho me voltado mais para isso nesta época, vou ficar com minha mãe e isso me basta como presente de Natal.
    Minha querida amiga, que este Natal seja abençoado para ti, dr Pedro e família e que sejamos felizes e que tenhamos paz no coração e no mundo.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  8. Soneto-acróstico
    Christmas

    O ano inteiro, de janeiro a novembro
    Move-se o mundo em rítmico normal
    E das festas finais sequer me lembro
    Só que chega dezembro vem o natal.

    Dia que toda a família, cada membro
    Obedece aquela redenção comercial
    E como que não havendo o setembro
    Sai da conformidade a dar com o pau.

    Tudo vira presente, tudo vira messe
    Risos, comemorações e falsa alegria
    E como dívida em janeiro não tivesse.

    Só que enquanto quase toda gente ria
    Sob essa falsidade instala-se estresse
    Então vale a pena gastar essa energia?

    ResponderExcluir
  9. Taisamiga

    Curioso tempo o do Natal Deixa-me que te diga que durante estes 74 nos que levo de vida.desde as filhós da minha avó Maria, passando pelo bolo-rei até às lampreias de ovos e aos doces via Internet quanta coisa mudou. Aí,como cá e pelo resto do Mundo. Mas, nada de saudosismo...

    Um grande cantor portuga, o Paulo de Carvalho que (entre outros) quebrou as "regras" do "nacional-cançonetismo" tem uma interpretação notável de Natal é quando o homem quiserque aqui te deixo. Se calhar já a sabes, mas mesmo assim é isto:

    Tu que dormes a noite na calçada de relento
    Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
    Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
    És meu irmão amigo
    És meu irmão
    E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
    Numa cama de raiva com lençóis feitros de lume
    E sofres o Natal da solidão sem um queixume
    És meu irmão amigo
    És meu irmão

    Natal é em Dezembro
    Mas em Maio pode ser
    Natal é em Setembro
    É quando um homem quiser
    Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
    Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

    Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
    Tu que inventas bonecas e comboios de luar
    E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
    És meu irmão amigo
    És meu irmão

    E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
    Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
    Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
    És meu irmão amigo
    És meu irmão

    Natal é em Dezembro
    Mas em Maio pode ser
    Natal é em Setembro
    É quando um homem quiser
    Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
    Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher


    Qjs do Leãozão



    ResponderExcluir
  10. ADENDA
    Ainda não foste ao A TRAVESSA DO FERREIRA. Estás zangada comigo???... Espero-te e espero por um comentário... E diz ao Pedro para fazer o mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Henrique, zangada por quê?? É a correria de fim de ano!!!
      Já fui à tua nova 'Travessa', sim! E voltarei para ler teus textos ótimos e divertidos. Fique gel, aguarde. Darei o recado ao Pedro, o blog dele é o Panorama (que conheces) e o Veredas - que não conheces. Visite!(http://pedrolusodcarvalho.blogspot.com.br/ )

      Bjus!

      Excluir
  11. En España tenemos tres semanas seguidas, las Navidades, Año Viejo y Año Nuevo y la fiesta de los Reyes Magos. Es agotador y cuando hay niños pequeños en los hogares, aún tiene sentido la fiesta puesto que los niños lo disfrutan mucho pero, a medida que pasan los añaos, es como dices una perspectiva nada gratificante y no tiene sentido. El nacimiento de Dios debería ser el punto de partida para hacernos más solidarios y no más despilfarradores...

    Estoy tan mal de tiempo que voy a aprovechar esta ocasión para desearte un año 2015 que colme tus mejores deseos, lleno de felicidad. Un abrazo fraterno. Franziska

    ResponderExcluir
  12. Oi tais,
    Mudou-se o significado do Natal que é a comemoração do nascimento do menino Jesus.Faço minhas orações, depois vou almoçar na cachoeira.Sábado e domingo passo longe da cozinha.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  13. Se estiver reunido com a família, isso já é Natal!
    Um beijo para ti e um abraço para o teu marido.
    Boas festas.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, querida Tais, é bem verdade que este estresse não é seu, pois já estou mais que estressada. Bem verdade que hoje, o Natal é apenas uma data comercial, totalmente diferente daquele quando éramos crianças e não nos preocupávamos com tantas coisas,havia um ritual a ser seguido, missa e depois a ceia com os alimentos mais simples e feitos por nossas avós, enfim a família. Lembro das bolachas pintadas com açúcares de cores, mas Jesus não era esquecido. Gostei da sua ideia, passar longe do barulho e viver um pouco no silêncio deste dia maravilhoso, que se chama Natal. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá Taís: Concordo que para a grande maioria é um stress, aqui em casa é sempre uma alegria a reunião da família que é grande mas todos vivem fora ou da cidade onde moro ou na Espanha,como tenho casa grande vêm todos que podem para cá.
    Eu gosto, juntar meus filhos com as sobrinhas, irmãs, amigos... Costuma ser uma festa alegre cheia de brincadeiras e as mulheres se dividem na cozinha e até alguns homens que se dizem "chefes". Acho que o aniversariante merece essa alegria e confraternização.
    Mas, é de cada um, e independente da diferença de gosto amiga Taís eu desejo que você tenha um Feliz dia de Natal com muita paz, saúde e alegrias.
    Beijinhos Léah

    ResponderExcluir
  16. Achei interessante, já havia reparado antes, na sei de natal ninguém canta feliz aniversario para o aniversariante, nem lembra. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia querida Tais.
    Todos os anos a ceia familiar é na minha casa, todos os anos eu juro que sera o ultimo, é muito estresse e trabalho, organizar tudo, colocar em pratica e ainda tem a pior parte, no dia seguinte a minha casa parece que passou uma ventania rsrs, esse ano estava combinado que iria viajar com a minha filha e minha irmã que tomo conta, tudo resolvido. Vem meus pequenos sobrinhos e me disse tia vamos passar o natal com vocês, adiamos a viagem, mas também não faria festa nenhuma, depois familiares ligaram dizendo que iria passar conosco, a minha filha quase surtando rsrs, mas não tive coragem de dizer que esse ano não faria nada na minha casa rsrs e la vamos nós para mais um ano de bagunça e estresse, a moral da historia é que soube ontem que os pequenos vão passar com o pai, desistir de viajar a toa , mas enfim é um dia de comemoração familiar e muitos se não passarem conosco vão ficar sozinhos. Como queria passar o natal dormindo rsrs. Um lindo Natal para vocês. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  18. É verdade, esta quadra é propícia ao stress. Vejo muita gente preocupada com medo de não conseguir fazer tudo.
    Para mim, são as compras para ofertas que me causam algum stress, mas em níveis aceitáveis...
    Tais, minha querida amiga, tem um bom resto de semana.
    E um Feliz Natal, extensivo aos que te são mais queridos. Mas sem stress...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Olá Tais,

    Obrigada pelos votos e pela agradável companhia no decorrer do ano.
    Interagir com você e o seu marido é muito prazeroso, pois as postagens de ambos são muito saborosas de se ler, propiciando um agradável momento 'relax'.
    Janeiro já está mesmo logo li adiante. Difícil acreditar que mais um ano se foi. Este, principalmente, passou voando por aqui-rs.

    Desejo-lhe, também, um santo e festivo Natal, juntamente com todos os entes que lhe são caros (e com menos stress possível-rs).
    Um 2016 bem inspirador para você, para que possa continuar nos presenteando com suas belas e divertidas crônicas. Saúde, paz e sucesso em seus empreendimentos e sonhos.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  20. Sim, sim, sim, mil vezes sim Taís, tinham de prender quem inventou isso!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Eu estou fora de tudo isso, vai já para meia dúzia de anos...
    Resolvi uns quantos problemas e amuos de uma assentada....Dia 23...
    lá vou eu para uns dias de passeio e dar trabalho a outros....pago
    está visto....mas compensa; e então....no Fim de Ano apareça quem quiser sem convite, que a lareira estará acesa e o espumante na geladeira....
    Só um arranjo na porta, para dizer que ali mora alguém....
    Obrigado pelos seus votos, e tudo de bom para si e restantes
    familiares, com a Bênção do Deus Menino...
    Beijo grande

    ResponderExcluir

PARA OS MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre bem-vindos, um grande abraço a todos! Voltem sempre.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

Taís Luso