22 de fevereiro de 2014

UM BRASIL 'PADRÃO FIFA'




- Taís Luso de Carvalho

Ando enfadada de tantas informações irrelevantes, de tantas ofertas mentirosas, de tantas conversas fiadas que dá uma vontade louca de ir me embora pra Pasárgada.  Que coisa desgastante. Apesar das alegrias da vida, meu coração muitas vezes pede por mais paz, meu espírito por mais sossego.

O que farei com essa montanha de notícias diárias que não consigo absorver; o que farei com os carentes afetivos e com Patricinhas dengosas que nunca se satisfazem? O que farei com gente que só fala em grifes, carros, viagens e aquisições? Que quero eu saber da bolsa Prada, Chanel ou Louis Vuitton se eu própria tenho outras prioridades? Então penso onde estão as prioridades do Brasil?


O que posso fazer se vivo num mundo com pessoas se odiando, justamente pela desigualdade? O que pode pensar alguém empurrando sua carrocinha e vendo passar um BMW? É lógico que o ódio é enorme. Quem trabalha pode. Mas nem todos nasceram com o traseiro virado pra lua. E esses é que precisam ser olhados pelo Estado.

Nas minhas costumeiras arrumações, achei artigos de jornais de 2008: estamos em 2014 e nada mudou no que toca a exploração dos que retém o poder há séculos. Desses que a gente conhece de perto e que um dia votou neles por infelicidade. Tudo igual. Depois, vem alguém dizendo que sou pessimista,  que a vida é bela se soubermos levá-la! Ai, meu Deus... dai-me forças para não responder a esses disparates. A vida é bela em que sentido?

O livro Made to Break - de Giles Slade, mostra o tanto que somos estimulados a consumir novos produtos sem precisarmos. Somos manipulados diariamente em função de um novo visual,  tudo se torna obsoleto em pouco tempo. Mas essa é a sina dos países emergentes - a imitação. É sonhar com os encantos do primeiro mundo. E tentar comprá-los.

Tenho uma geladeira com 20 anos: tá perfeita, inteira. A coitada se esgaça em sorrisos por ser ainda original. O fogão tem 2 anos e já está derretendo. Marca boa, mas já vai pro lixão, o negócio que compensa é a troca, o consumismo.

Como se não bastasse, temos de estar por dentro de tudo, das últimas notícias, como se isso fosse mudar alguma coisa na vida da gente. Estou um pouco cansada de ouvir todas as trapaças do governo, das gracinhas ditas como se fôssemos palhaços e mal informados. As maluquices se transformam em piadas, e como somos muito extrovertidos e criativos, a coisa anda bem. Corre de boca em boca. Gargalhamos pela extravagância. Depois choramos pela desgraça.


Estou cansada de ler e escutar as últimas exigências da tal Fifa. Nunca vi um país se vergar tanto diante de exigências absurdas e descabidas quando temos coisas sérias pra resolver. Compensará tanto sacrifício? Teremos o retorno e investimentos que falam? Onde? Quando? O que farão com aqueles estádios construídos onde o futebol não tem tradição?

O Inter, de Porto Alegre, precisa 30 milhões de reais (rapidinho) para as tais Estruturas Temporárias: receber os jornalistas no exigente Padrão Fifa - a perfeição. Depois a gente desmonta o troço e seja o que Deus quiser. Algo deverá sobrar para aplicar nas escolas e hospitais  do País da Copa.

Nada mais justo, mas não há mais gra-na! Aliás, nunca houve. O tacho já foi raspado. Disseram que o Estado do RS e a Prefeitura ajudarão, em parte, com uma graninha... E o resto não me perguntem. Escutem a Sala de Redação - Rádio Gaúcha às 13 horas. Lá eles estão por dentro dessas mazelas.

Ah...  fiquei sabendo, também, que a Segurança da Copa no Brasil custará 2 bilhões aos nossos cofres! Dinheirão bom, hein...? Mas to achando pouco...

Mas essa é  outra face da moeda. A real agonia é de um povo chorando para ter saúde, mas que leva mais de ano esperando por uma cirurgia no Sistema de Saúde. Não vou ser injusta em não reconhecer que algumas coisas estão melhorando. Mas lentamente. Tartarugando.

Mas já parei de dizer que tenho orgulho de ser brasileira  e de ouvir que isso aqui é o país do futuro. Estou cansada de sair de casa, à noite, olhando para os lados, observando quem vai encostar sua 'moto' no nosso carro... Não é neura, não. É neura até acontecer com você. Mas esse é o País da Copa - orgulho nacional. Segurança perfeita.

Não faz muito, saímos de férias para uma cidade linda, que parece um paraíso. Paramos numa farmácia e fui atendida (às 21 horas)  através de portas de grade. E eu do lado de fora, ali, á mercê...  Onde irão esconder essas e outras realidades? 

Estou exausta em ver gente deslumbrada, malhando suas coxas de sapo, se fresqueando, enquanto  um monte de pessoas esperam meses por uma cirurgia de osso para conseguirem caminhar para trabalhar. Mas esse é o País da Copa!

O azarão do brasileiro é ser um povo muito festeiro: uma cervejinha faz esquecer os problemas. Penso que quando passarem todas essas festanças, alguns sintomas ficarão: a Colombina vai pro brejo, o Pirata se afoga na cerveja, o Brasil rola a dívida e o povo morre nas filas de espera. Como sempre.

Porém, nessas alturas dos acontecimentos, faltando pouco tempo para a Copa, penso que de nada adiantará termos nossos ataques de fúria. Vamos esperar as águas baixarem, o povo se acalmar e depois lutar por um país padrão Fifa - segunda a PresidentAA: ótima saúde, educação perfeita, resolver os inúmeros  problemas dos transportes e uma segurança realmente eficiente. E revisar  a Constituição - nossa lei maior -, não seria má ideia... 

Isso é pedir muito pouco pelos altos impostos que pagamos: para onde vai nosso dinheiro?  São 5 meses trabalhando para pagar impostos. Mas ninguém sabe, ninguém viu.

Mas não será neste ano de eleições que eu entenderei alguma coisa: no momento, só entendo de demagogia. E como.

Vou lá tomar  um Buscopan, Lexotan... um coquetel de paciência.





27 comentários:

  1. Oi, Tais, sabe que eu estou numa fase que ou me conformo com o que ha e trabalho com isso, ou fa'co como voce e passo a sentir nauseas. Sim, as vezes nauseia, nao Chavez, mas o que vejo por aqui, da parte dos que podem mais e os que nao podem. Mas parece que a "maturidade" - leia-se conformismo - finalmente me pegou.

    bjx

    Roy

    ResponderExcluir
  2. Este teu texto parece já ter 1 ano... Bom, está atualíssimo! E estará daqui a uns 50 anos, quando eu e você já estivermos comendo verduras pela raiz...
    Me faz lembrar a música do Legião: Que país é este?; 20 anos depois, tão atual... infelizmente.
    Eu também estou cansado.

    Sds
    Cesar Cruz

    ResponderExcluir
  3. COM A BOLA NA CABEÇA
    Copa do mundo de futebol é nossa
    O brasileiro está com tudo, portanto
    A FIFA empurrou-nos tremenda joça
    E o povinho paga a conta, o quanto.

    Com brasileiro não há quem possa
    Pois deslumbrado com esse canto
    Não o preocupa morar em palhoça
    Apenas manter futebol sacrossanto.

    Salvemos pois nosso caráter passivo
    O qual tudo que nos impingem acata
    Não achamos esse estupro abusivo.

    Porém não temos sangue de barata,
    Como o contrato com a FIFA é lesivo
    Justifica nas ruas fazermos passeata.

    ResponderExcluir
  4. COPALEIÇÃO
    Pois eles sabem o que fazendo estão
    Coincidente com esse ano de eleição
    Contratando copa de futebol mundial
    Porque no Patropi vale bola e carnaval

    Sabem eles que memória não se herda
    Tudo esquecemos neste país de merda
    De ontem, político de corrupção acusado
    Por nosso voto amanhã será consagrado

    Nada adianta ficar reclamando então
    Porquanto os colocamos no congresso
    Pois eleitor sempre será um bobalhão

    Então bandidos ao dinheiro têm acesso.
    Lembro, para bem de todos e da nação
    Nunca mais votem neles eu lhes peço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jair,mas os eleitores são alimentados pela, bolsa família, bolsa gás ,bolsa presidiário, bolsa ...bolsa...você acha que como nós, que podemos pensar e agir com nossa vontade princípios"eles farão diferente?Acho que Zé Dirceu, Delubio, Marcus etcccc vão continuar rindo de nós e dando tchausinhooooo

      Excluir
  5. Meu cansaço disso tudo extrapolou de tal forma que tenho desligado TV... Leio os jornais. Ainda assim, seleciono, pois também não acredito em mais nenhuma palavra dos representantes do poder. Aliás, nem eles o fazem no "padrão FIFA",,, Se assim o fizessem, estaríamos felizes com a Copa! Mas, que copa é essa onde sequer na cozinha muitos não têm o que comer... Ilusão! Pão & Circo! Samba & Suor & Cerveja! Acham que assim anestesiam as necessidades do povo - "brava gente brasileira!" [...]
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Ah, Taís esta coisa de copa mal concebida para este país, ainda vai dar muito o que falar.
    Ainda não entendi ate hoje a vibração quando o Brasil foi escolhido para o evento. Vejo uma Africa de novo, com seus elefantes arredondados e abandonados, ainda que aqui seja o país do futebol. Estados sem tradição do futebol estes estadios estarão sujeitos ao abandono.
    Sua cronica calha bem com toda lucidez que lhe é peculiar.
    Lindo domingo amiga.
    Um abração.
    Bju de paz e luz.

    ResponderExcluir
  7. Seu reino não é desse mundo.

    ResponderExcluir
  8. Que dizer.....é tudo verdade....e além disso também por aqui temos
    de tratar o 'cancro'...Sim, que isto está torto para todo o lado....
    Ver agora a barbaridade da Venezuela......Filho de......Eu sei, a senhora não tem culpa---
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. É de dar raiva! Não é possível isso tudo estar acontecendo em um país onde a população foi à rua protestar por 20 centavos e agora assistindo, passivamente, esse escândalo de copa do mundo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Tais, a desigualdade é assustadora e se prova mais presente a cada dia. Ontem, ouvi alguém comentar sobre uma propaganda de uma marca de frios (não lembro qual) que está pagando 5 milhões para Fátima Bernardes fazer o comercial, enquanto a empresa faz um corte de gastos no operariado... É triste. E de fato, estamos é encarando com bom humor, mas precisamos mesmo é fechar a cara pra isso tudo. Talvez não seja a hora agora, mas que estejamos preparados para o momento certo.
    O governo parece aquela senhora que vai receber visitas em casa e ao invés de arrumar tudo, junta as coisas espalhadas, joga tudo dentro daquele quartinho que fica embaixo da escada e fecha a porta com muito custo. E na hora de receber a visita, fica de costas pra porta do quartinho, forçando a bagunça pra dentro, pra não cair de repente e surpreender a visita!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Minha querida amiga Tais, fui acordando à medida que lia esta crônica, até esbocei um sorriso, mas é muito mais sério do que se imagina, do que nosso mundinho pode nos proteger. Entendo que somos forçados a criar uma vida, uma ostentação, nosso patrimônio nem sempre de forma original, ao contrário, somos levados por modismos, imediatismos como bem dizes no post, Tais. O choque de desigualdade é tão gritante quanto um carrinho de lixo e uma bmw. Enquanto os políticos continuam a fazer leis que beneficiam os bandidos que se tornaram, pilhando a Nação...não sou eu que digo, vide todos os dias os telejornais. A qualidade já era, modelos descartáveis é o que impera, e vamos atrás, como uma manada de bois, vamos ao prazer do destino e do boiadeiros, que comandam com o que há de mais moderno, e seguimos, sem alma, sem desejo próprio. Mas não para por aí, a destruição do ser continua, e apoiamos...
    Quando falaram que haveria Copa no Brasil, eu não acreditei, mas é um grande negócio, não para o povo, mas para nossos bandidos oficiais...lembra das licitações para início das construções, dos estádios ? Retardaram até chegar no limite de não precisar de licitação(não que licitação seja um processo completamente honesto neste país, mas), daí foi um abraço para se arrancar dinheiro dos cofres públicos, muito dinheiro, mas teremos Copa. Que tal nossa Saúde ter o padrão Fifa ? Não, o povo não tem padrão. E este é ano de eleição, mas de que adianta sermos seletivos, votar com consciência, se os eleitos não possuem honestidade, se a pessoa não for honesta com ela mesma, não adianta...
    Querida Tais, adortei este post, talvez mais que outros, porque precisava deste desabafo, precisava saber que penso nisso, tou em conflito comigo, mas existo, penso. Obrigado.
    Mas como diria Nei Lisboa: o povo ah o povo.
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida amiga Tais, passando rápido para te agradecer sempre as boas palavras que sempre me diriges, obrigado. Carinho respeito e abraço.

      Excluir
  12. Querida Tais, quem me dera poder ir a Pasárgada, um país de delícias ...com certeza Manuel Bandeira deixaria que fôssemos viver lá.....
    Infelizmente, a grande maioria das pessoas ainda deseja " Pão e circo", e está tendo.Estamos nos tornando idiotas e nem conseguimos perceber com que rapidez isso vem acontecendo. Estou lendo um livro de Olavo de Carvalho " O Mínimo que você precisa saber para não ser um idiota", mas na verdade já me sinto uma perfeita idiota com tantas falcatruas acontecendo ao nosso redor. Sempre tive esperanças em um Brasil melhor, mas hoje, já não sei o que pensar. Gostei muito de sua crônica, como sempre muitíssimo bem escrita, sua marca registrada. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Adore tua crônica! Descrentes pelas versões diferentes de notícias, fatos e com medo pairando em nossas cabeças perdidos em nossa confiança caminhamos amparados pela esperança que insiste em ficar.Quem sabe!!!.O tempo dirá. Parabéns! Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  14. Tais, até pouco tempo eram quatro meses de trabalho para pagar os impostos. O tempo aumentou? Bota Lexotan nisso, querida amiga!
    Beijos.
    Jorge

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Jorge, eu também pensava a mesma coisa que você, mas uma notícia chamou minha atenção (lendo em 2014) então fui pesquisar o antigo 4 que virou 5. E o negócio vai longe, li vários jornais e indicativos. Veja:

      http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2013/05/brasileiro-vai-trabalhar-150-dias-em-2013-so-para-pagar-imposto-diz-ibpt.html
      -------
      http://www.impostometro.com.br/noticias/brasileiro-trabalha-quase-5-meses-so-para-pagar-imposto-diz-ibpt
      --------
      http://carodinheiro.blogfolha.uol.com.br/2013/06/17/depois-de-5-meses-trabalhando-para-pagar-impostos-brasileiro-comeca-a-trabalhar-para-si/

      Folha de São Paulo: Depois de "5 meses trabalhando para pagar impostos", brasileiro começa a trabalhar para si
      17/06/13 08:00

      O consumidor brasileiro paga impostos a cada dia, mas os primeiros meses do ano são um período especialmente difícil, no qual o cidadão recebe o seu carnê do IPTU, os boletos do IPVA e ainda tem que saldar suas contas com o leão do Imposto de Renda (IRPF).

      Excluir
  15. Tais, fico imaginando o que iria acontecer se o Brasil fosse eliminado cedo. Mas sei que não há lisura em competições e que o país sede sempre tem uma ajudinha para ir mais à frente e não perder o estímulo. Quando contratamos alguém para nos fazer um trabalho, escolhemos com cuidado e vigiamos, para tudo sair a contento. Nem sempre conseguimos, é fato, mas isso ocorre por falta de profissionalismo dos prestadores. As obras contratadas pelos governantes NUNCA são terminadas dentro dos prazos e de forma satisfatória. Já planejam, antecipadamente, os desacertos, para que todos os bolsos possam receber sua parte. Não perderia, portanto, o Governo, a chance de sediar um evento desses. Não importa aos envolvidos a necessidade do povo, mas sua oportunidade de ganhos. Não consigo ver o Brasil trilhando um caminho onde aqueles que elegemos cumpram as promessas de campanha. E como você estou cansada de ouvir as mesmas bobagens nos noticiários. Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Tais, meu nome é Vera Brum, cheguei até aqui porque adoro, artes, pintura, artesanato...bem mas quanto ao sua indignação,compactuo plenamente,e penso sim em ir embora do país, pois tenho vergonha, não só de recebermos a copa,porque Lula foi lá e se ofereceu, por causa do dinheiro inimaginável por nós,que irão pra cofres escusos,e ouvi na Rádio GRenal,sobre estes tais 30 milhões para estruturas temporárias,nada do que temos em termos de educação, cultura, saúde e segurança pública chega perto do "padrão fifa", mas a copa vai acontecer e DEus que tenha compaixão de nós e que sobre algo positivo,eu adoro futebol, mas definitivamente jamais concordei com este absurdo de copa num país com tanta miséria em vários segmentos.Tais,admiro seu trabalho lindo,parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Vera, bem-vinda ao blog! Penso que você veio lá do Das Artes, não?
      Isso tudo virou uma vergonha, um acinte, um deboche.
      Meu carinho, volte sempre, obrigada pela sua presença.

      Excluir
  17. Nem me fala.Taís ! A indignação se apodera de nós e justamente... Fico doida da cara ,como tu! beijos, vamos nos acalmar pois de nada adianta,rs chica

    ResponderExcluir
  18. Anônimo09:13

    Excellent site. Lots of useful info here. I am sending it to several friends ans additionally sharing in delicious.

    And of course, thank you to your effort!

    Also visit my web site Watch The Wolf of Wall Street online free

    ResponderExcluir
  19. Aqui em Natal, vai tudo muito bem obrigado. Demoliram o Machadão (pelo nome "ão" dá para entender que era o nosso principal estádio) e gastaram uma verdadeira fortuna para construir a nova "ARENA". Por quê? Para quê? Copa do mundo! E depois? Bom! Depois que se lasquem a educação, a saúde, a segurança, etc. Como Natal também é Brasil, não poderia ser diferente.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  20. Querida amiga

    Palavras para pensar.
    Pensar no Brasil,
    nos deixa tristes.
    Pois se hoje vemos tudo isto,
    o amanhã com seus mesmos personagens,
    não nos traz melhores opções...

    Que o amor nos vista a vida,
    com as suas mais intensas cores...

    ResponderExcluir
  21. Te confesso que não estou esperando absolutamente nada desta copa...Nenhum entusiasmo...Tenho sim muito pesar por toda a grana que estão roubando...Espero que um dia a justiça Divina se faça presente...
    Mas mudando de assunto, hoje é o nosso dia:

    Minha homenagem a você mulher guerreira, forte, lutadora, mãe, mulher, namorada, amiga e esposa...
    Mulher que chora porque é gente mas que se levanta porque é corajosa...
    Mulher que mesmo atarefada encontra tempo para dar amor e carinho aos seus...
    Mulher que não se cansa de lutar pelos seus direitos!

    http://gregapoemas.blogspot.com.br/2014/03/mulheres.html
    http://marciagrega.blogspot.com.br/2014/03/bom-dia-mulheres.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, hoje é o Dia Internacional da Mulher: um grande abraço a você, também!
      Conheço um pouco de seus pensamentos através de seus textos...e admiro.
      Portanto, vai indo meu carinho pra você!

      Excluir
  22. Adorei o texto, e realmente, essa copa é só mais uma jogada de marketing do país pra faturar dinheiro e dar um rumo desconhecido a eles, investimentos em infraestrutura e base qualificada tá longe do pensamento da presidentA em 4 anos, eles são apenas comentados em época de eleição pra dar a alusão de um país melhor, fora a desigualdade que é nítida, alarmante e assustadora, uma hora há de acontecer algo que realmente deixe o país menos tartaruga.

    Beijo

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso