21 de janeiro de 2015

MALHAR: EIS A QUESTÃO!




Taís luso 
 

Relutei um pouco, por questão de preguiça, mas decidi entrar para o grupo dos saudáveis. E ontem fui fazer uma visitinha a uma Academia próxima. Chegando lá, vi aquele povo malhando, pernas pra cá, braços pra lá, levanta, abaixa, pedala, caminha, estica, encolhe ... E olha a barriga!!! Mais outros suando, neurotizados com os pneus... A praga daqueles pneus. E as mulheres morrendo numa luta inglória contra as celulites.

Academia enorme, um clima de festa. Eu, forasteira, pouco  familiarizada com a coisa, mas todos eles muito à vontade, umas máquinas. Pude observar que os homens não ficam devendo nada às mulheres no quesito vaidade. A maioria com os músculos já bem definidos. 

Os bíceps um pouco exagerados - um abraço lembra uma guilhotina.  Olha, gente, gosto não se discute, mas talvez menos, um pouquinho. 

Fiquei olhando, discretamente, e notei que todos tinham o mesmo andar do faroestão John Wayne  quando caminhava com as pernas e os braços abertos afim de enfrentar o último e derradeiro duelo. Na minha frente - a 10 metros - havia um cara roxo, tive a impressão que ele estava levantando a academia nas costas... Coitado, pensei que  fosse enfartar. 

Esticando o  olhar, fui ao encontro  de uma mulher muito enxuta, levantava aqueles discos de peso como se fosse um copo. Putz, como me senti fraquinha... Realmente, ando um pouco sedentária, sei disso. Vi todos muito dispostos, alguns estavam lá por questões de saúde, outros por estética. Uma mistura democrática, no final tudo se acerta.  

Há anos, muitas mulheres estão optando por definir os músculos das pernas. Pois é, aí levo medo... Acho bonito mulher com perna de mulher; homem com perna de homem. Cada um no seu quadrado. Mulher com pernas musculosas, hipercoxas? Péra,  não dá... Daqui a  50 anos terei o mesmo pensamento. Não consigo ver harmonia. Não estou falando em fisiculturismo, isso é outro departamento, é malhação pesada, para fins competitivos.

Saí um pouco pensativa. Há outras opções, sem dúvida. Mas só fico encucada em ficar com os músculos definidos, com o tórax aberto, pescoço grosso, bíceps de campeã, pernas do Garrincha  e canelinha de avestruz... Sim, porque panturrilha é a coisa mais difícil de muscular; parece que não faz parte da obra... O Criador deve ter esquecido de reforçar as canelas. Esqueceu das  panturrilhas, Senhor!!! 

Mi Madre...




40 comentários:

  1. É preciso ficar atento na proposta da programação da academia.Tem professores que não sabem fazer uma programação adequada e acontece isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro que há 15 anos inventei de malhar e saí com uma bola na perna! Parei na hora. Como percebi aquela coisa estranha, parei imediatamente. Levei 3 meses pra tirar a tal bola que se formou, E não voltei mais.
      bjus.

      Excluir
  2. e ai mas está dando resultado agora ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rss, resultado de quê se ainda estou pensando?
      bjus.

      Excluir
  3. Excelente texto.
    Força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Teresa, justamente é o que me falta: força de vontade para frequentar academias!
      bjus.

      Excluir
  4. Amiga Taís, bom dia, fiz academia durante oito anos, mas para corrigir problemas de coluna vertebral, consegui, depois saí, hoje vejo que valeu, meus problemas resolveram, faço caminhadas regularmente e é só.
    Mas bem como dizes, se é para remodelar e manter um corpo "sarado" é preciso sim, muita, mas muita disposição, malhar e parar não dá em nada!
    Gostei do texto, espero que continues na Academia, pois é bom, muito mesmo, pois vida é mesmo movimento "malhação"!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Ivone. ainda não entrei, fui dar uma olhada, uma visitinha... Quero ver o tal Pilates, também. Acho que é saudável quando feito com a intenção voltada para a saúde. Não para a vaidade, quando um tanto exacerbada. Depois de vistos, decidirei. Meu olhar andou por tudo... Há 15 anos fiz 3 meses e quase me mataram: de um aparelho ia pra outro, tudo muito alucinado.
      Beijos, amiga!.

      Excluir
  5. Para mim é uma questão mesmo, minha querida amiga Tais...eu, o rei do sedentarismo, se bem que hoje, aqui nesta cidade, tenho caminhado. Academias só namoro de longe, quando vou me aproximar, me afasto...aquela fauna colorida e musculosa, e suada e narcisista na frente do espelho, não é pra mim, aliás, tem mais de um, tou fora #quasebichodomato rs. Incrivel tua perspicácia e desenvoltura no meio deles, nada escapa de tuas observações. O fato, minha querida Tais, é o modismo de corpos que vivemos, quando é para saúde, ok, mas e estas transformações exageradas, acho feio, tanto em homem quanto mulher. Fora fisiculturismo, que sã opessoas que se dedicam a um objetivo, as competições, no mais, acho que eu sou preguiçoso mesmo. Sempre muito bom navegar nos teus escritos, querida Tais.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Báh, coberto de razão, Jair! Fui visitar para ver de perto, o negócio. Não tenho esse perfil de vaidade, penso é na coluna, coitada. Não é um ambiente que me atrai, é muito modismo e não entro em modismos. Quero ter, eternamente, é uma cabeça jovem, pensante. Sei que tenho um olhar crítico das coisas, mas gosto, acho que é uma defesa, uma proteção.
      Grande abraço, amigo, obrigada pelo carinho de sua visita sempre amiga.

      Excluir
  6. Rindo aqui Taís da "canelinha de avestruz"... e da sua "coragem" em enfrentar academia! Aqui me divirto com caminhadas e muita ação doméstica! Acho que tá valendo... Adoro ficar acomodada, lendo, ouvindo música, assistindo a um bom filme ou participando de um bom papo com amiga (o). Já fui bela, perfeita, depois um pouco menos, e hoje, é o que temos para o momento... Se a saúde vai bem, felizmente, encaro o resto com naturalidade. E, vivo bem.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (rss) Não é coragem, Célia! Na verdade não faz a minha cabeça. Não gosto de um ambiente com tanta vaidade e estressante.. Mas preciso muscular a coluna, eu e milhões de humanoides! Mas tenho medo de querer resolver o problema da coluna e sair de maca! . Mas nada resolvido, ainda.
      Um beijo, amiga!

      Excluir
  7. Soneto-acróstico
    Ao corpo

    Imperioso então o apelo da moda
    Malhando pois, para manter-se “in
    Parece que redescobriu-se a roda
    Ou maromba ou fica longe de mim.

    Na onda saudável veio imposição
    Dono de corpo sarado é arrogante
    Ou você malha ou torna-se um não
    Movendo-se, vira criatura elegante

    Apenas gente que vai a academia
    Regala-se com as delícias da vida
    Outros apenas a existência vazia.

    Mas cuidado com amoque corrida
    Beleza acolhe tão pouca serventia
    Algum dia virá verdade bem doída.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jair, como falei acima, não tenho nenhuma obsessão por corpo sarado, em busca de uma juventude que teima em se alongar por uma eternidade. O que busco é trabalhar meu espírito e meus conhecimentos. E por isso fiquei na observação... Realmente o que me deixa assustada é o que vejo na televisão... Não é o que procuro. Cruzes.
      Grande abraço, amigo.

      Excluir
  8. Tu és demais,Tais! Adorei,ri muito e parabéns pela iniciativa.Eu quando tentei anos atrás me senti um avestruz fora do campo.Eram aqueles fortões chegando e passando pelos espelhos fazendo os "muques",rs,,, DESISTI! Boa sorte!Pra eu ficar acompanhando bem os aparelhos precisava tomar nota a ordem deles. Da í não dava! Esquecia o meu roteiro,rs...bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, há uns 15 anos eu tentei; tive a mesma impressão que a tua. E arranjei uma bola do lado de fora da perna que levou uns 3 meses para desaparecer. Não foi aquilo que fui buscar!!! rssss Também desisti. Mas to pensando... Quero fortalecer a coluna, não fomos feitos para caminhar sobre 2 rodas rsss.
      Beijo grande!

      Excluir
  9. Tais
    Em vez de ginásio, caminhada, ao ar livre que será mais salutar, para quem não anseia musculatura. Junto com isso, frugalidade nas refeições. Sinto-me à vontade para falar nisso. Primeiro porque durante anos, antes de e depois em Lisboa, fiz cerca de vinte quilómetros a pé / dia. Deixando de caminhar e cerca de 45 kilos, mais, depois, voltei a caminhar, agora a propósito, a regular as refeições e voltei a ter a silhueta dos vinte anos, sem aconselhamentos estéticos.
    Ah, passei a frequentar a Universidade da Terceira Idade, além de gostar, tem o fim fazer o caminho a fé, diariamente.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniel, você está certo. Mas o meu objetivo não é emagrecer e sim manter a saúde em dia fazendo uma atividade física. Mas nada para fins estéticos, não curto corpos musculosos e sim algo normal e saudável. Por isso que fui fazer uma visitinha antes para ver onde vou pisar... Uma das melhores coisas para a saúde é caminhar, você está certo!
      Beijos, além-mar!

      Excluir
  10. Tais os exagerados andam por la...mas com a medida certa...vc consegue usufrn r bem da musculação!!!abraços carinhosos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia, pois é, o difícil é acertar um personal que não queira deixar a gente com cara de academia. Nisso levo medo, já entrei nessa e desisti.
      Bjus!

      Excluir
  11. Teve coragem de entrar...?? Não sei não...... nem que seja para tratamento médico...... O melhor seria Fisioterapia, pois os frequentadores dali, normalmente querem é vaidade para impressionar alguém........!!
    Também há os masoquistas..... enfim...vai
    quem quer, mas desculpe....não acredito no
    seu êxito.... Eu faço caminhada todos os dias
    que o tempo deixa......e é um bom ginásio pode crer.
    Mas ir ou não, há o melhor de tudo, que são as suas crónicas....Essas não podem faltar, pois
    no entusiasmo do exercício, pode fraturar
    algum dedo....kkkkkkk
    Adorei este bocadinho
    Abraço...apertadinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, ainda não entrei, sou de libra, fico bom tempo na dúvida!! To pensando. Talvez comece só a caminhar, dar a volta ao mundo. Quanto à fraturar um dedo e não poder escrever (rssssss) só você mesmo!! Adorei essa sua.
      Bjus além-mar, pra você e o querido Portugal.

      Excluir
  12. Hiii, Tais!
    Talvez seja ironia do destino, ou pura coincidência, mas acho que você vai precisar daquele "assuntinho" do meu post; para controlar o ritmo cardíaco, consumo de calorias, contagem dos passos, etc. rss
    Em relação ao seu post, eu também já fiz um mês de academia, mas tudo que consegui foi um joelho machucado. Me empolguei e exagerei um pouco no meio dos fortões.
    Eu já tava até andando também como John Wayne. rss
    Muito bom o texto. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rss, baixar os inúmeros aplicativos do Smart? Tenho certeza que vou infartar!
      Acho que muitas vezes entramos num balaio de gatos..Por isso levo tempo pra decidir.
      Abraço!!

      Excluir
  13. Oi Taís que ótima postagem! rsrs!
    Tenho neura por academia... sem contar que meu filho tem uma, é um excelente personal e pega no meu pé!
    Acho que santo de casa não faz milagres mesmo...
    Mas exercitar é preciso sim, mesmo contra nossa vontade!
    Um grande abraço Taís!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariangela, como faz tempo, guria! a gente se perde entre tanta gente.
      Pois é, ando pensando o que fazer, sei que precisamos nos exercitar, mas não quero aqueles músculos e a neura de malhar, malhar... Como sou de libra, sou capaz de passar por todas as academias existentes e depois decidir por nenhuma!! rssss
      Beijo, amiga, nos veremos mais.

      Excluir
  14. Só pra variar, Taís, sua crônica está ótima. Já frequentei academias, mas, agora, estou fazendo exercício sozinha e em casa. Tenho um CD com músicas apropriadas e faço tudo o que aprendi com os professores: aeróbica, braços, pernas, glúteos , danço etc. Estou mantendo a força de vontade rs.
    Mas, você vai gostar do Pilates.
    Uma dica...por que não faz dança de salão com o Pedro? Tá esperando o que? É uma delícia !!!
    Beijos, menina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Shirley, pois é, andei vendo o Pilates, também. Você conhece o signo de libra? É aquele signo que tem de olhar todas as academias do mundo para voltar à primeira! Dança de salão não é o artigo para a coluna, especificamente. Como fiz esporte muitos anos, agora ela está me cobrando... Fiz altas bobagens com ela, coitada...
      Grande beijo, guria!

      Excluir
  15. OI TAIS!
    TÁ, MAS ESTÁS MALHANDO OU FOSTE SÓ OLHAR. RSRSRSRSR
    ANDO MEIO PREGUIÇOSA, MAS ACHO O MÁXIMO QUEM CONSEGUE, EMBORA CONCORDE CONTIGO, NADA DE EXAGEROS.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani, to olhando, olhando... rs Mas tem o Pilates, também. Zilani, acho um saco ir à academia, aqueles preparativos todos. Uma época ia nadar, mas que mão de obra!!! Desisti, Acho que vão ter de inventar algo só pra mim! rss
      Beijos, guria.

      Excluir
  16. Andar de Faroestão, todos estereotipados. Lembro sempre da mulher do feio do belo, a graciosa Gracyanne, rosto tão lindo! Já reparava nela quando dançava num irritante grupo de axé, de nome característico. Alias, alias só reparava nela, em vez de ouvir o que chamam de musica. Hoje parece um homem, só manteve a graciosidade e beleza do rosto. Lá se foi o morenaço, puro músculo, vixe! Como sempre mais uma cronica leve e bem humorada, Tais, bem no seu estilo. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não lembro da moça, Fábio! Lembro de uma antiga loira... Mas hoje tá tudo igual, pernas musculosas, cabelos compridos, repartidos e muito silicone. To tentando lembrar desse grupo axé...
      Beijo! Obrigado pela visita sempre bem-vinda!!

      Excluir
  17. Muito boa tarde querida Tais..
    esses assuntos de academia deixam muita gente louca para ter o corpão..
    padrões de beleza que a sociedade impoe...
    nunca fiz academia, meu corpo tri normal.. nada de barriguinha rsrs, tb não tenho umas baitas coxas srs
    vejo pessoas indo lá só para musculos e mais musculos,, comem mal.. outro dia um primo meu que vai falou de um que quase morreu, de tanto que comia ovos...
    era ovo e mais ovo, e verduras..
    sem falar nas nutricionistas que nem sabem o real propósito do curso que tem..
    uma prima minha que era gordinha tá pele e osso.. come mal pq papo de nutricionista é só isso mesmo né.. e ainda te mandam numa academia..
    a pessoa ao natural, com boas caminhadas mostra um corpo maravilhoso..
    meu mano fazia academia.. junto de meu primo.. mas acho que não iam lá pra correr ou levantar peso.. iam pra ver bundas rsrs
    é o que a maioria que vai nelas faz.. só sabe lançar olhares cheios de mãs intenções no corpo do outro..
    eu não abro mão das minhas caminhadas.. tenha um lindo dia.. bjs amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hiiii, com essa desisto de academia!!! rsss É verdade o que você fala, vi muitas pessoas comerem dúzias de ovos quando não optam por toneladas de verdes! Credo, Samuel, acho que estou exagerando um pouco... rs Mas to pensando, amigo! Tenho uma esteira aqui do meu lado! Coitada, só nos olhamos. Mas vou dar uma pensada nela, talvez eu faça as pazes e volte a usá-la. Acho que não tenho a vaidade necessária para permanecer em academia, sei lá. É muita mão de obra...
      Beijos, amigo, ótima semana!

      Excluir
  18. todas as mulheres com quem me relacionei nestes 50 anos de vida, eram e são maiores do que eu harara...minhas pernas são gravetos e sempre invejei as pernas femininas...não a de homens...
    academia é um porre e como sou paulistano frequento o ibirapuera, mas não me iludo: lá também estão todos estes tipos "acadêmicos" ...
    saudações amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ricardo, com o que estou lendo aqui já estou desistindo da academia (rss)... Acho que vou caminhar no parque ou na esteira. Gostei do 'academismo'. Quanto a isso sou meio rebelde, também.
      Abraços aqui dos pampas!

      Excluir
  19. Boas observaçoões!
    Eu faço questão de passar bem longe das academias, me canso só de pensar.
    Prefiro andar nos parques e jardins, mas sem neuras. Gosto mesmo é de me sentar num banco de jardim e admirar tudo em volta, é o meu exercício preferido (rsss).
    Uma beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Estela! Amiga, to desistindo... rss, vou caminhar mais, me estrebuchar, mas só de pensar na mão de obra, no compromisso! Também adoro ver as coisas acontecerem ao redor, conversando, tomando sorvete... que exercício! Pra mente nada melhor. Você está certa!
      Beijo grande.

      Excluir
  20. Ai Tais,
    eu tive que rir com esta sua crónica.
    E já deu para perceber que foi só cuscar, assustou e não pegou na ginástica rrrrrrssss
    Umas caminhadas e um relaxamento fazem maravilhas =)

    bj amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já decidi, to caminhando em ritmo um pouco frenético pelo bairro, entre árvores. Eu não aguentaria uma academia, os horários, o visual e o esforço - não é o meu estilo de vida! rsss
      Grande beijo!

      Excluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso