9 de outubro de 2021

ACORDAR MAL - HUMORADA - crônica

 




            - Tais Luso de Carvalho


Como é triste  acordar de um  sonho ou no desenrolar de uma  trama complicada, sem saber do seu final.

Diariamente, somos acordados por um despertador histérico e que não espera o fechamento das histórias trazidas pelo nosso inconsciente. Fico com um pesar de cão, gostaria de  saber o final, a revelação das histórias, a culpa do mordomo ou seja lá o que for, e acordar numa boa. Enfim ser uma surrealista, pois não é sempre que meus sonhos são interessantes para valer uma crônica. 

Está difícil de sonhar. Está difícil de fugir da dureza dos noticiosos, muitos deles são pesadelos com nossos políticos maravilhosos que mais parecem os irmãos Metralha, da nossa época dos gibis. Só "aprontam". Difícil largar as preocupações do cotidiano, difícil cumprir todas as metas estipuladas numa época em que essa pandemia está nos tirando muito do bom humor, da alegria, o sono e a paz.

Conheço gente que nasceu para sofrer, e no despertar do dia! Pessoas muito criativas colocam o despertador dentro de uma panela para intensificar o barulho. Se eu acordar assim, mato o mundo! Outros gênios colocam 2 despertadores, com o intervalo entre um e outro, de dez minutos. Dizem, eles, que é para ir acordando aos poucos. Isso é masoquismo do bom. É uma tentativa paranoica de não perder o compromisso, quem sabe lá... Mas existem pessoas mais pesadas, colocam o despertador no banheiro. Isso sim é o Calvário! A correria deve ser grande para desligar o relógio e não acorde os vizinhos. Pulam da cama derrubando tudo, pisam no cachorro, no gato, na tartaruga... Devem acordar muito mal-humorados. E não sabem a razão.

Mas essa crônica nasceu porque já existe um novo despertador: em vez de gritar, histericamente, ele acorda suas vítimas exalando perfumes de café passado, pãozinho de queijo, cheirinho de mar … vários cheiros. Seu criador é um jovem francês Guillaume Rolland. É um despertador com sensor: Sensorwake.  (foto abaixo).

O ato de acordar sempre foi desagradável, dá vontade é de não dormir! Mas, não há bem que sempre dure, nem há mal que não acabe... Um dia acontece as boas novas.

Parabéns a todos nós, creio que acordaremos mais felizes para o bem geral da Nação, ou apenas, daqueles que nos cercam!








__________________________//________________________







53 comentários:

  1. Sermos acordadaa com barulhos é terrível... Eu não preciso de despertador. Cada vez menos durmo!Afff. Também não é nada bom isso! E essa descoberta nova do Sensorwake, parece legal...Escolheria acordar om barulho do mar... beijos, lindo feriadão! chica

    ResponderExcluir
  2. Não uso despertador. Tenho um relógio em cima da mesa de cabeceira mas apenas para ver as horas quando acordo de noite. É uma mania que tenho: saber que horas são.
    Como se tivesse alguma importância! Acordo, olhe de imediato para o relógio. São 2, ou 3, ou 4... seja o que for, volto a fechar os olhos e tento retomar o sono.
    Acordo sempre à mesma hora, sensivelmente - 7,30/8H. Mas se preciso levantar mais cedo, acordo mais cedo. Sem despertador. Mas se eu pudesse ter um desses que nos acordam com cheirinho a café... ah! esse eu ia querer, sim!!!
    Giríssima, sua crónica.

    Apertado abraço, querida Taís.

    Bom Fim de Semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  3. Algunas veces, te entran ganas de leer ninguna noticias, porque nuncan traen nada bueno.

    Besos

    ResponderExcluir
  4. ...la sveglia ci ricorda molte cose....anche se non sempre è gradita!
    Buona domenica,silvia

    ResponderExcluir
  5. Excelente crônica, amiga Taís, acordar do "pesadelo" diário não está sendo fácil....Até quando?
    Acordar com o aroma do café de manhã é uma delícia, mas artificial acho que me frustaria, o café é fácil de passar, mas o pão de queijo...hehehe, ficaria só na vontade.
    Seu tema me despertou saudade dos tempos que acordava com o canto dos pássaros, galos na vizinhança, as modas de viola no rádio, apitos das fábricas chamando os trabalhadores...E sem faltar o perfumado café passado pela vó, que levantava primeiro que todos, diariamente. Nem daria para reclamar, né!
    Abração, bom feriado!

    ResponderExcluir
  6. Boa noite de sábado, querida amiga Taís!
    Hoje eu acordei pela manhã, com os sinos da matriz ao longe, naturalmente belo meu despertar.
    Na tarde, com uma sonequinha após almoço e foi o pássaro que veio aqui pertinho da varanda do quarto para me dar um boa tarde.
    Não uso despertador nunca, por sorte.
    Raras vezes, raríssimas, peço o interfone para tocar.
    Gosto do cheirinho do café e pão de queijo, é uma delícia.
    Que gostoso acordar!
    Com cheirinho de maresia também...
    Bem como ao som de chuvinha fina...
    Uma matéria interessante você trouxe uma vez mais.
    De estressante, já basta a vida.
    Leveza no despertar é essencial à qualidade de vida.
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos com carinho de gratidão e estima

    ResponderExcluir
  7. Muito interessante.
    Durante toda a minha vida até há dois anos, nunca usei despertador. Antes de dormir dava a ordem ao meu cérebro da hora que queria acordar, e nunca falhou. Desde há dois anos porque tomo conta da Margarida e tenho receio de não acordar antes dela chegar, ponho o telemóvel no quarto com a hora marcada, mas em dois anos ele só tocou uma vez. Acordo sempre antes dele tocar e desligo-o logo. Despertador com cheiros deve ser interessante, mas tenho apneias, durmo com máscara e CPAP.
    Abraço, saúde e bom domingo

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, amiga Tais.
    Eu não uso despertador há muito tempo. Usei em tempos idos, mas hoje em dia não.
    Mas é verdade. Há muita gente que acorda mal humorada, se é de pesadelos ou não, não sei, mas é um facto.
    Mais uma excelente crónica, aqui nos traz.

    Votos de um excelente fim de semana!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Acredites ou não
    eu sou o meu próprio relógio
    tenho um ciclo
    e controlo-o
    sem dar por isso

    Depois tenho pequenos truques
    que muito ajudam, como seja
    não fechar a janela
    e deixar a claridade
    entrar através dela

    Quanto ao humor
    quando acordo
    parece que o mundo vai acabar
    quando me levanto
    já não sinto tanto
    e depois do pequeno almoço
    já me sinto outro

    e vou à luta

    ResponderExcluir
  10. Não uso despertador, Taís
    Tenho uma insônia terrível e quando, finalmente, adormeço tenho sono leve.
    Gostei de saber deste novo despertador. Ótimo para quem dele precisa.
    Adorei ler a sua crônica.
    Tenha um abençoado feriado.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderExcluir
  11. Olá Tais!
    Mas que tal, acordar com perfumes e sons que a gente gosta? Muito interessante. Eu nunca precisei de despertador mas, se precisasse iria querer o cheirinho de café passado. E você tem razão, "é triste acordar de um sonho ou no desenrolar de uma trama complicada, sem saber do seu final". Lembro de quando eu sonhava e sonhava e sonhava. E acordava no meio do sonho, era uma tristeza, rs. Mas o pior era que eu não descansava. Felizmente comecei a tomar remédio pra dormir e nunca mais sonhei. Durmo um sono profundo, sem sonhos. E acordo tranquila, renovada e energizada. (Mas o outro sonho que você refere, está difícil mesmo, o cotidiano está cruel).

    Gostei das pessoas "muito criativas que colocam o despertador dentro de uma panela para intensificar o barulho". Nooossa, que horror. Ô loco, tchê! lol
    Adorei a crônica, parabéns.
    Bjs, Marli
    -
    Blog da Marli

    ResponderExcluir
  12. Que grata invenção Taís esta apresentada. Café é um belo estimulante para um acordar animado e com cheirinho de pão de queijo, é como acordar numa fazenda num cantinho de Minas e vem saudades. Mas acordar mal humorado deve-se ser evitado, o dia fica mais pesado do que já está com esta onda de terror, violência e intolerâncias.
    Boa crônica bem humorada.
    Um bom domingo para vocês.
    Beijo e paz amiga.

    ResponderExcluir
  13. Mas, Amiga, tu trazes cada novidade!!!! Francamente..." sensorwake " ...despertar com perfumes de café, pão de queijo, etc, etc . Onde será que descobres estas coisas tão estranhas? Olha, de uns anos a esta parte, comecei a ter dificuldades em adormecer, mas, depois que o sono chega, " a pedrada " é tão grande que tenho de usar o despertador e quando ele toca, a vontade que tenho é de o atirar abaixo da mesinha de cabeceira, pois apetece-me sempre dormir mais. Eu entendo a má disposição de muitas pessoas ao acordarem , Taís; a vida delas é tão dura, com tanto trabalho fora e em casa, poucos recursos financeiros, filhos em casa , muitas vezes sozinhos, esperando ,ansiosos, que haja disposição para lhes darem a atenção e o carinho de que tanto necessitam; há quem tenha uma vida tranquila, quem possa dar-se ao luxo de não precisar de acordar a horas certas, quem possa preparar-se com calma, , quem não tenha um patrão exigindo, e com razão, cumprimento de horário de entrada no servico e, portanto não têm motivos para acordarem mal humorados. No entanto, há uma grade maioria que precisa de trabalhar muito, que tem de usar os transportes públicos que se atrasam, fazendo com que voltem para casa tarde e muito cansados ; jantam, cuidam dos filhos e pouco tempo lhes sobra para o descanso, pois no dia seguinte, bem cedinho, já o trabalho os aguarda. Como pode esta gente acordar bem humorada, Amiga? Impossivel! Eu às vezes também não acordo bem, mas sou uma " sem vergonha " pois o que me espera no dia seguinte não tem, salvo raras excepções, horário marcado; se não fizer as minhas tarefas de manhã , tenho o resto do dia para as realizar; nada justifica o mau humor matutino que tantas vezes acorda comigo.
    E é assim...há dias de tudo e as razões para o nosso estado de espirito ao acordar são, às vezes, dificeis de entender, aliás, nós mesmos somos dificeis de entender, não é mesmo?. Uma crónica diferente, engraçada, mas sempre pertinente. Taís; aqui são 2 horas da manhã, não vou pôr despertador porque amanhã é domingo, mas está na hora de começar a chamar o soninho. Desejo que tenhas uma noite serena, sem pesadelos para que o teu acordar seja bem humorado. Beijinhos e até...
    Emilia

    ResponderExcluir
  14. eu causo nem dormo pois me levanto muito cedo hehe bjs feliz domingo saude

    ResponderExcluir
  15. Mi despertador es con radio lo cual en ocasiones me despiertan malas noticias. De no apagar dura como una hora, lo se porque un día lo deje funcionar hasta el fin, creo que fue estando de vacaciones me olvide desactivar y el día que regrese de viaje me sonó.
    Generalmente a la hora de ir al trabajo ya estoy despierto y si estoy con mi hermana me levanto después de ir a trabajar o estudiar mi cuñado y sobrinos. Un día me levante un poco mas de las nueve y la extraño a mi hermana.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, querida Tais! :)
    Que bom irem surgindo inventos que nos fazem bem, acordar, ouvindo o som do mar, ou o cheirinho do café com pão acabadinho de fazer, deve nos dar logo outra disposição.
    Infelizmente durmo mal, acordo várias vezes por noite e tem dias que acordo mais cansada do que me deito. Portanto não preciso de despertador, mas a um destes, acho que não resistia.

    As notícias deprimentes diárias, estão a afectar o sono de todo o mundo, e temo que não haja "perfume" que mascare esse odor.

    Um beijinho, com o desejo de um dia de domingo sereno e feliz.<3

    ResponderExcluir
  17. Hace bastante tiempo que no uso un despertador salvo en caso excepcionales.
    Pero siempre me gusto despertarme sintiendo el agradable aroma del café recién hecho.
    Esta pandemia nos está robando la alegría y el poder dormir con tranquilidad.
    Un placer leerte, Tais.
    Un beso y muy feliz comienzo de semana.

    ResponderExcluir
  18. hola Taís.
    un buen invento, asi dejaremos de odiar al despertador, y tendremos un sueño mejor.
    buena semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  19. Acordando de uma folguinha mal-humorada! porquê? porque durou tempo de mais e perdi a minha tarde! e nem sequer me lembro de qualquer sonho idealizado durante espaço de tempo, que tivesse valido a pena investir nesse descanso dos olhos e da mente, enquanto que o sol permanece no seu alto do mundo, antes de cair para além dos montes trazendo de volta a escuridão para a cidade …
    Isto não pode ser!
    Mais valia ter colocado o despertador atarantado que me tivesse despertado ao fim de uma meia horinha!!!

    ResponderExcluir
  20. Si pones el radio despertador y te despiertas con música. El despertar es muchísimo mejor.

    Besos

    ResponderExcluir
  21. Hoje, uma boa notícia, amiga Taís!
    Quando esse invento bom chegar até nós, nunca mais haverá gente a despertar de mau humor. Se bem que eu não tenha nunca o meu a tocar a toque de despertar. O meu despertador é interior, acordo sempre à mesma hora, só em raras ocasiões.

    Mas, como em tudo há um mas...será boa ideia isso de acordar com o cheiro bom de café e torradas e chegar à cozinha e não ver nada na mesa nem a cafeteira ao lume?
    Acho que não me cou deixar tentar. :))

    Beijinhos, querida Taís e obrigada pela visita de ontem e palavras reconfortantes lá no meu cantinho.

    Boa semana, amiga.


    ResponderExcluir
  22. Preciso de um.
    Porque acordo sempre com muito mau feitio :)))
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir

  23. Taís, esta tua excelente crônica diz bem do teu talento de cronista, que em momento algum deixa de valorizar os fatos do cotidiano, mesmo aqueles fatos que podem parecer mais singelos, ou mesmo de pouca importância. Como tu sabes muito bem, o bom cronista, como, por exemplo, Moacir Scliar, Luís Fernando Veríssimo, entre tantos outros cronistas brasileiros de grande talento nunca viram os fatos por este ou aquele motivo que pudesse causar forte impacto por serem representativos no seu meio social, mas, ao contrário, tanto Scliar como Veríssimo, que serviram de referência para ti, entre outros, sempre buscaram fatos que muito somente os veriam com lupa, mas que nas suas crônicas davam a impressão ao leitor desavisado que, o que está ali para ser lido na crônica, não é nenhuma viagem à Lua, mas pode ser apenas uma simples cena de rua, como, por exemplo, uma senhora idosa tentando comer um cachorro-quente, na calçada, e fazendo malabarismo para não deixar cair a salsicha do pão. Assim são vocês cronistas. Aproveito o ensejo para dar os meus parabéns pelo brilho desta crônica.
    Um beijinho daqui do escritório.

    ResponderExcluir
  24. Que grande e boa inovação, um despertador com cheirinhos. Certamente que assim iremos acordar com melhor humor.
    Boa semana
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  25. É sempre com imenso gosto que leio as suas crónicas tão cheias de um humor onde vai embrulhando verdades e emoções. Detesto despertadores sejam eles quais forem.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  26. Como geralmente tenho maus e difíceis acordares também quero um destes novos despertadores.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderExcluir
  27. Ya pasé las rachas de sufrir con el despertador, después de mi jubilación guardé los dos que me acompañaron durante años y curiosamente ahora que, no tengo obligaciones, me despierto antes que nunca, pero son despertares tranquilos y sin sobresaltos. La vida siempre da sorpresas.
    Un abrazo Taís y buena semana.

    ResponderExcluir
  28. Voltei para dizer que adorei o seu recadinho por lá. Pode deixar que não trocarei
    a fotinha...RS
    Um beijinho para ti
    Verena

    ResponderExcluir
  29. Olá, amiga Tais!
    Eu normalmente durmo bem, e acordo bem disposto.
    Embora haja dias, que, com um mau sono, fique com menos bom humor. É raro, mas acontece.

    Votos de uma excelente semana, com muita saúde!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Nunca precisei de despertador, minha amiga Taís. A minha filha mais velha tinha uma forma própria e apropriada para me despertar. Pé ante pé, ela chegava de mansinho, é óbvio, e me perguntava carinhosamente, “tá dormindo, meu pai”. Ainda hoje, ela manda mensagens carinhosas mal põe os pés para fora da cama, qualquer que seja a hora. Como ela sempre acordou muito cedo, independente da hora que se deite. Ela continua sendo meu despertador, único, insubstituível. Ela se divertia me acordando...
    Adorei sua crônica... Quem sabe, se este novo despertador não sensibiliza os “Veríssimos” que enchem Brasília e o Brasil inteiro se locupletando com os caraminguás dos nossos impostos? Quem sabe? Quem sabe, eles não trazem os milhões das offshores? O melhor é não despertar, pois a vontade é de... deixa pra lá...
    Uma boa semana, minha amiga! Não deixe o samba morrer, não deixe o sonho se acabar, risos.
    Beijo, minha amiga!

    ResponderExcluir
  31. Ah, nunca gostei de despertadores nem que me acordem. Prefiro mesmo despertar naturalmente e aos poucos. Fico mal humorada se o meu ritmo é interrompido, é realmente desgastante.
    Interessantes os novos despertadores, inventam de tudo, hein?!
    Gostei de te ler novamente.
    Bjs

    ResponderExcluir
  32. Yo por lo general me despierto sola si me despiertan me da jaqueca. Te mando un beso

    ResponderExcluir
  33. Já não necessito de despertador, porque durmo cada vez menos .Além disso, deixo a persiana meio aberta e , assim, acordo com a luz.

    Gostaria imenso de um despertador aromático, sem dúvida. Que ideia boa!!

    Minha querida amiga, beijinho e feliz semana :)

    ResponderExcluir
  34. Taís,
    Adorei ler e me envolver
    em seu escrito.
    Eu tenho duas formas de
    ver os sonhos ou pesadelos:
    ou quero lembrar deles ou
    não quero.
    Se for algo bom as vezes
    eu até volto a dormir
    e sigo no sonho bom.
    Gosto de acordar com
    calma, acordo muito cedo, coisa da idade,
    e fico um tempão quieta só elaborando
    e arrumado meu novo dia.
    Gosto de ficar quieta pro Al, meu
    par de 40 anos de vida
    não começar a conversar, pq ele
    já acorda falando das notícias,
    detesto saber das notícias
    assim que acordo.

    Bjins entre sonhos e delírios
    CatiahoAlc./Reflexod'Alma
    dos Blogs(atualizados):
    https://reflexodalma.blogspot.com/
    https://frasesemreflexos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. Boa tarde Taís,
    Como sempre uma excelente Crónica.
    Sempre usei despertadores, tipo rádio, ultimamente o celular com música suave. Tinha que cumprir horários e apanhar trem para Lisboa onde trabalhava.
    Atualmente continuo a usar o celular para me despertar, embora fosse dispensável.
    Só não gosto de acordar cedo. Em jovem tinha mau acordar. Hoje em dia já não.
    Beijinhos e continuação de boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  36. Olá, Taís!

    Achei interessante a ideia do novo despertador, já imaginei que seria bom acordar com cheiro de bolo de maçã ou banana, que sempre deixam um aroma tão gostoso quando estão assando, só não sei se seria bom esse cheiro diariamente.
    Eu me sinto feliz em acordar, geralmente, antes do celular despertar, com passarinhos que sempre cantam próximos a janela do prédio em que moro.

    Bjs,

    Sônia

    ResponderExcluir
  37. Hola Tais, antes utilizaba el despertador, desde hace un mes lo he tirado a la basura, utilizo el reloj que llevamos todos en nuestro interior.
    Un placer leerte amiga.
    Recién llegada de mis descanso largo os voy visitando.
    Feliz día. Un beso

    ResponderExcluir
  38. Na minha juventude era mesmo muito difícil acordar com o despertador.
    Agora uso o meu telemóvel, toca uma música e a voz de uma mulher informa a temperatura. Com a idade, acordar, para mim ficou mais fácil. Antes, detestava acordar cedo.
    Espero que continue a melhorar!
    Abraço e bom dia!

    ResponderExcluir
  39. Olá, Tais!
    Hoje acordei muito bem disposto. Dormi bem, o dia está solarengo, tudo numa boa. Há dias que assim não é.
    É assim a vida.
    Continuação de boa semana com muita saúde.
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. Minha querida amiga Taís,
    Pena não estar nos teus sonhos (para te dar um “Spoiler”), de como estas tramas trazidas pelo teu inconsciente terminam, quando “Morfeu te abraça”. Até eu fiquei também curioso para saber como acabam os teus sonhos, para eles te deixarem com esta sensação, de ficar sem vontade de dormir.
    Mas, quem não dorme direito, tende a cochilar e aí, as “vítimas” precisam acordar do cochilo, para tomar remédio para dormir... OREMOS!!!😄😄😄
    Tua crônica está boa, como um despertar de uma noite bem dormida, sem o som estrepitoso de um despertador... Ou celular, porque, “Smartphone” hoje em dia é tudo, menos telefone. OREMOS OUTRA VEZ!!!😄😄😄
    Beijos e cuide-se bem!!!

    ResponderExcluir
  41. Durante anos também fui assim, agora nem tanto, prefiro o meu filho ao sono. Mas o desconsolo permanece :)

    beijinhos

    ResponderExcluir
  42. Excelente cronica! Há gente sádica mesmo! Eu fico-me pelo belo acordar. Que maravilha! Não passo sem um gostoso pequeno almoço. E o café como remate especial.

    Beijos, querida amiga Taís!

    ResponderExcluir
  43. Será bueno despertarse con olores o sonidos que amamos como el mar.
    Buena crónica
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  44. Vizinha / Escritora,Taís Luso !
    Desopilei, lendo esta bela Crônica.
    Acordo, sem despertador, no horário programado
    e sempre de bom-humor,cantando...
    Parabéns, amiga e grato pelo show !
    Um fraternal abraço e uma ótima semana.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  45. Sou meu próprio despertador,Tais
    Difícil perder a hora rs durma cedo ou tarde.
    Mas nada melhor do que sentir o cheirinho do café vindo da cozinha_ isso só acontece quando estou fora de casa _ visitas sempre são acordadas com cafés da manhã ja preparadinhos. E ,na casa da filha sou uma rainha rs
    Boa crônica e com bom humor amiga ,como é habitual.
    E obrigada por solidarizar com minha perda recente_ todos temos nossos momentos nao tão confortáveis, mas prosseguimos certas que os ciclos se repetem para todos.
    beijinhos e bons dias .

    ResponderExcluir
  46. Acho que vou comprar um despertador desses.
    Mas, pensando bem, eu acordo quando calha, pois habitualmente não tenho compromissos matinais.
    Acordei sempre bem disposto e nunca nenhum despertador me irritou. Mas cada um tem o seu humor ao despertar...
    Gostei da sua crónica, como sempre.
    Continuação de boa semana, querida amiga Taís.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  47. uma bela crónica, Tais. ao melhor nivel qe a minha amiga nos habituou
    louvo a criatividade do jovem Guillaume Rolland. a sua invenção terá muito sucessso.

    mas não dispenso o meu "velho despertador": o beijo da mãe (que ainda hoje guardo)

    "acorda. Manuel! ... Olha que dia de soç tão bonito" - dizia-me, inundsndo o quato de clariidade!... (e todas as manhãs eu pembro)

    beijo,

    ResponderExcluir
  48. Cada cidadão acorda diariamente para enfrentar o seu quotidiano, quando acordará a humanidade para a resolução dos problemas globais?
    Abraço a migo.
    Juvenal Nunes

    ResponderExcluir
  49. Mi truco para levantarme es el sol, me molesta mucho y me despierta con los primeros rayos. No lo puedo hacer siempre porque madrugo más que el sol, pero cuando lo consigo es un despertar mágico.

    ResponderExcluir
  50. Olá, Tais!
    Passando por aqui, relendo esta excelente crónica, com a qual concordo. É desejar um excelente fim de semana, com muita saúde!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  51. O meu dia de glória chegou com os despertadores eletrónicos, sem ''tic-tac'', indispensáveis em noites de insónia, numa carreira dedicada ao ensino.
    Agora uso o despertador do celular, mas não para acordar...
    Mais uma crónica bem interessante e humorada.
    Beijinhos, Taís
    ~~~~~

    ResponderExcluir
  52. Normalmente, o despertador não me é necessário, quando preciso acordo antes do alarme. Mas realmente esta invenção é muito boa para melhorar o Animo de quem não gosta de ser despertado. bjs

    ResponderExcluir


Muito obrigada pelo seu comentário
Abraços a todos
Taís