2 de janeiro de 2009

E AGORA, A FESTA ACABOU!


- tais luso de carvalho


E agora? O Natal acabou, a luz apagou, a fraternidade diminuiu, você se endividou e seu dinheiro sumiu. E agora? Você que tem um nome, que comprou adoidado, que entrou em furada, que trabalhou o ano inteiro, seguiu o conselho do Presidente... 'E agora, José?'

Ninguém consegue  comprar com responsabilidade - como pediu Lula - numa festa que todos têm de presentear a muitos. Vai o 13º inteiro e mais as economias do ano. Não há responsabilidade que sobreviva.

A farra das compras foi ótima para o comércio, para a economia ‘desse país’. E agora, para arrumar o rombo no bolso do povo? Daqui a quatro meses está de volta a Páscoa, com aquele monte de coelhos! E o salário do tamanho do ovinho - aquele que parece uma bolinha de gude. Mais presentes para as crianças; mais entradas no Serviço de Proteção ao Crédito e no SERASA.

Depois, os brasileiros sentam à mesa, com a maquininha enfurecida, e calculam até os centavos! E começam os cortes: cortam o dentista, cortam algumas cadeiras da faculdade, rebolam para pagar luz, aluguel, carnês... Pois é, mas o Presidente mandou comprar. 'E agora, José?'

Ô Presidente... Incentive o povo a economizar! A comprar o que necessita, estamos em crise! Ou não? Estou lembrando que temos a maior taxa de juros do mundo; estou, ainda, com a enchente do Estado de Santa Catarina na retina; estou secando com a estiagem do meu Estado; pago a gasolina mais cara do mundo; a carteira de motorista mais cara (929,34); as passagens de ônibus abusivas; o povo cada vez mais raquítico; em menos de 6 meses as grandes multinacionais e os bancos já demitiram, juntos, quase meio milhão de pessoas... Várias multinacionais abandonarão projetos em várias partes, inclusive no Brasil. Os países ricos vão importar menos; e os emergentes vão exportar menos. Não será assim?

E o Brasil ficará ileso nesta farofa? Sei não, Presidente... tô levando medo desse seu conselho pra comprarmos.

Vejo o povo comprando carro, televisão, geladeira, laptop e mil coisas usando o crédito que lhe é oferecido, entrando nos juros: compra uma geladeira, paga duas! Essa é a cultura do nosso povo. O pessoal não liga para o preço: querem saber o tanto que pagarão por mês, mas esquecem que a taxa de juros – do cheque especial - beira quase 200% ao ano.

É por isso e por muito mais que só sei de uma coisa: apesar de minha vontade para que o mundo entre num processo de honestidade e de fraternidade, sei que as águas não mudarão seu curso; os homens continuarão os mesmos, comprando loucamente para amenizar as inquietações, ansiedades e carências. Continuarão reinando absolutas, as guerras, a ostentação, a inveja, a vaidade, as atrocidades...

E agora que a festa acabou? Agora nos resta esperar que o ano inicie: para uns começa após o Carnaval; para outros após a Páscoa! E que Deus nos ajude.


.

4 comentários:

  1. Desde que o homem meteu as patas no planeta, me diz uma época qualquer em que não houve crise por aqui? Me diz?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Que o Natal tenha sido maravilhoso e o Reveillon cheio de alegrias!

    Quanto as nossas frustações no ano que findou... Que tenhamos força para continuar a exigir compet~encia, lisura e dignidade no trato da coisa pública.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. É, realmente a coisa está preta. Por aqui, houve até um programa de televisão, de humor, claro, que organizou um reveillon em que se entrava directo para 2010, de tal modo o 2009 está a assustar o mundo.

    Nós somos da geração (eu sou e julgo que a Taís também), que viu colapsar todos os regimes políticos que eram supostos ser economicamente (entre outras coisas) viáveis. Agora, assim sem mais nem menos, apercebemo-nos da fragilidade do capitalismo!

    Partilho das suas preocupações que penso que serão as de todos. Contudo, temos de contrapor com atitudes mais positivas e mais pedagógicas. É que as pessoas, por vezes, nem sabem bem no que se metem....

    E a verdade é que o Carnaval vem já aí e o povo tem de estar animado.

    Um beijo e um ano de 2009 o melhor possível.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tais!
    Disseste várias verdades neste texto. O que eu me pergunto é se o nosso presidente costuma parar para LER. Ler o que o povo sente, o que pensa, ler o olhar, a vida "das gentes"...
    Um abraço!
    LU MARIA

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso