26 de setembro de 2018

PRIMAVERA - POEMA DE PEDRO LUSO

Parque Farroupilha - Porto Alegre

Queridos amigos, esse poema tem uma história: era meu desejo saudar a Primavera, dar-lhe as Boas-vindas. Porém, não encontrei, em meus livros, o que o meu coração pedia. Vendo meu cansaço, Pedro Luso disse-me: espera, vou escrever um poema pra ti! Em pouco tempo 'Primavera' estava em minhas mãos! Era o poema que eu procurava para homenagear a mais bela estação do ano, mesmo em meio ao caos social, político e moral em que vivemos no país. Achei um poema forte, tanto quanto belo! Meu carinho.

          PRIMAVERA - para Taís

          De onde vem esse vento,
          que a tudo espanta
          e que leva dos varais
          encardidas consciências –
          roupas surradas
          feito esperança perdida?


          Para que serve esse vento
          assim, feito remorso
          e pecado?
          Para que serve esse vento
          com ruído de agouro
          e de morte?


          Esse vento veio roubar
          do tempo, o inverno
          frio, feito maldade,
          e levar a tristeza, gelo d’alma,
          para setembro florir
          na Primavera.




          Reedição ( 7 setembro 2015 )
       ____________________________

 - Manhãs de Setembro - 






48 comentários:

  1. Um lindo post! Poema, foto e música com muitas expressões...
    A Primavera é uma estação que traz cores e vivas esperanças...
    Abraço meu

    ResponderExcluir
  2. As cores dessas árvores são fantásticas! Um jardim assim é uma coisa mágica!
    Adorei o poema e a música
    Aqui chegou o Outono, cheio de cores quentes, tanto o Outono como a Primavera são, para mim, as estações mais lindas, precisamente pelas cores.
    Obrigada pela partilha
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso poema e presente primaveril! Adorei! Bjs e parabéns! Chica

    ResponderExcluir
  4. Ah, que lindo isso, um belo poema ganhastes e aqui estamos, eu particularmente adorando ler!
    A foto linda, a música propícia lembrando Vanusa também, o poema diz dos ventos que antecedem o verão, trazendo na primavera as sementes das belas plantas que florescem rapidamente!
    Amei, que dizer mais?
    Deixo um abração com votos de feliz bela estação, primavera das flores e cores!

    ResponderExcluir
  5. É um verdadeiro hino à Primavera. Adorei. Parabéns :))

    Hoje » És a minha luz.

    Bjos
    Votos de um óptimo fim de tarde

    ResponderExcluir
  6. This must have been amazing to walk down this pathway. Such beautiful pink flowers on the trees. Very pretty looking. Thanks for the share, have a fantastic rest of your day. Keep up the posts.

    World of Animals

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a ideia de pedir o poema ao seu marido, minha Amiga Tais. Um poema que é realmente intenso e muito belo. Que esse vento possa "levar a tristeza, gelo d’alma,para setembro florir na Primavera".
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Gostei de saber, minha amiga, que a tua Primavera chegou carregadinha de amor e poesia.
    Beijo para a cronista e para o marido poeta (mais um poema encantador, Pedro!). Que os vossos dias sejam agora mais quentinhos, coloridos e abençoados.

    ResponderExcluir
  9. Revelou-se a serventia
    desse vento matreiro
    a remexer, incomodar;
    fez-se rajada, faxineiro,
    e limpou o tempo pra
    primavera chegar.

    um painel tão lindo assim postado, só poderia trazer inspiração pra celebrar junto.
    Feliz primavera, Tais.

    Bjo,
    Calu

    ResponderExcluir
  10. Funcionou como uma parceria perfeita.
    Concordo com a tua opinião sobre o poema, finalmente chega uma
    primavera de esperança... Desejo muito que realmente tudo corra
    melhor no lindo Brasil.
    Nós continuamos com tempo ótimo e quente de Verão. Deu para passear
    e apreciar o luar de Setembro numa noite muito aprazível, o que é
    raro acontecer.
    Desejo-vos um tempo mais tranquilo, de mais vivacidade e confiança.
    É tempo de conquistar e realizar sonhos.
    Abraços cordiais para ambos.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  11. Minha querida amiga Tais, que delicia de poema, que doce de post, primavera, amor, tão lindo, comovente. O dr Pedro é surpreendente, trabalha como ninguém as palavras, os sentidos, a forma que nos apresenta seus escritos...setembro chegou para levar a tristeza, o gelo da alma e florir nossas vidas.
    ps. Carinho respeito e abraço

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, querida amiga Taís!
    O vídeo é belo e já o postei também de tanto que gosto... valeu a pena ouvir de novo por aqui.
    Quanto ao poema do seu esposo é uma doçura dupla: primavera e o amor da vida dele... que deliciosa combinação amorosa!
    A imagem que encabeça é estrondosa de bonita... um colosso do início ao fim este post pois a Primavera encanta e estou suspirando daqui, querida...
    Eu quero ensinar a todos a cantar... ponho meste momento o volume um pouco acima do normal para que os vizinhos aprendam a cantar e se vistam de flores primaveris como eu desde o sábado por vota de 18h... Primavera no coração, amiga.
    Deus te abençoe muito!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderExcluir
  13. É um belíssimo poema, Taís. Parabéns ao poeta e à musa que o inspirou.
    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Es una sociedad perfecta la del matrimonio de Tais y Pedro. Generar en un santiamén un homenaje a la primavera tan lleno de matices, no lo logra cualquiera. Es de esperar que esta bella estación traiga a tu enorme y bello país, apreciada amiga cibernética, la paz y la sabiduría multidudinaria para atenuar al menos ese caos del que hablas.

    Abrazo.

    ResponderExcluir
  15. Lindíssimo poema, uma verdadeira ternura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Tais, o poeta Pedro Luso esmerou-se e construiu um poema que será o retrato de mais uma Primavera perdida no caminho da grandeza económica, a que o Brasil tem direito, como pais de solo fértil, sendo o quinto mais extenso do mundo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Um bela chegada primaveril com sabor a POESIA em interessante partilha!!!bj

    ResponderExcluir
  18. O Pedro é um grande poeta.
    E a Taís está cheia de sorte por o ter "À mão de semear" para ser brindada com um magnífico poema como este.
    Parabéns aos dois.
    Taís, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Ficou perfeita a combinação do poema e da música. Parabéns para o marido que lhe propiciou escrever esta crônica que nos presenteia. Feliz Primavera.

    ResponderExcluir
  20. Tais, minha amiga

    o Pedro é um talentoso e prestigiado POeta que sabe muito bem que a Primavera se alimenta das dores do Inverno e, como é natural, escreve para vc um poema de alto valor literário.

    encantadora esta vossa cumplicidade, permitam-me que o diga!
    que a Primavera reine sempre em vossas vidas.

    abraço

    ResponderExcluir
  21. Música y poesía
    para mí son un regalo
    que disfruto
    con el alma.

    Ha sido un acierto. Siento que no sean buenos tiempos para Brasil pero ya pasará la tormenta y volverán las flores de la ilusión a perfumar la vida de los brasileños. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Vizinha/Escritora, Taís Luso !
    O que se poderia dizer ao Poeta, Pedro Luso ?
    Nada, além dos parabéns e agradecimentos pela
    beleza do texto, que nos presenteou.
    Um carinhoso abraço, com profunda admiração ao
    Ilustre Casal !
    Sinval.


    ResponderExcluir
  23. Boa noite, Taís
    Maravilhoso o poema e o vídeo escolhido.
    Obrigada pela partilha.
    Um beijinho carinhoso de
    Verena.

    ResponderExcluir
  24. Olhe Tais... sugiro que sempre espere do Pedro suas belas produções... Afinal, valeu! Belo presente você recebeu e gentilmente dividiu conosco! Parabéns ao casal! Muitas e lindas primaveras desejo-lhes!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  25. Parabéns a ambos, ao seu marido por ter cometido esse poemeto de tanta qualidade e inspiração e a você por ter acionado o botão do poeta que existe nele.

    ResponderExcluir
  26. Olá Thaís, que poema maravilhoso !! Vocês dois são puras inspirações!!Parabéns ao casal !! Bjs

    ResponderExcluir
  27. Enhorabuena a los dos, gran poema, como siempre es un placer leeros.
    De nuevo con todos vosotros después de mi largo descanso, vengo con fuerzas para seguir leyendo.
    Feliz viernes Tais.
    Besos para los dos.

    ResponderExcluir
  28. Taís un bello poema el que te facilito tu marido. Al principio como en esta parte del globo empezamos ahora el otoño me dije que ibas con retraso pero claro allí es diferente.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  29. Oi Tais! Simplesmente lindo e cheio de singelezas. Um poema que nos afaga a alma. Eu me sinto feliz por ter nascido no mês da primavera. Grande beijo. Feliz semana.

    ResponderExcluir
  30. Cuando se tiene el alma poética sale de ella bonitos versos.
    Que disfrutes de la primavera.
    Un feliz fin de semana.

    ResponderExcluir
  31. Que belo poema este! Como a Taís o deve ter apreciado, mas além de tudo a gentileza de quem o fez!! Vivam bem estes gestos!! Para ambos as maiores felicidades. Beijos, Taís

    ResponderExcluir
  32. Que belo poema e que belo retrato primaveril!

    ResponderExcluir
  33. Um belo poema do Pedro e gostei bastante das imagens do video.
    Um abraço e bom Domingo.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderExcluir
  34. Eu nasci na primavera e talvez
    por isso a minha vida seja tão
    florida ou quase...

    Beijos.


    .

    ResponderExcluir
  35. Incrível ! Que a primavera pode produzir tantas palavras poéticas
    bjos

    ResponderExcluir
  36. Uma linda postagem! Um encanto a imagem, a poesia maravilhosa e um belo vídeo.
    Tenha uma boa semana.
    Élys.

    ResponderExcluir
  37. Realmente o Pedro fez um belo poema, com ênfase na estrofe abaixo:

    Esse vento veio roubar
    do tempo, o inverno
    frio, feito maldade,
    e levar a tristeza, gelo d’alma,
    para setembro florir
    na Primavera.

    Muito obrigado pelas palavras carinhosas deixadas no nosso humilde espaço, quando do nosso aniversário, meu e dos meus filhos.

    Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado

    ResponderExcluir
  38. E agora é esperar que as flores tomem conta das nossas janelas.
    É esperar que o eleitor cumpra o seu papel e que tenha maturidade para escolher não apenas um presidente, que nos encha de esperança, mas, sobretudo, um congresso que saiba do seu papel na conjuntura da sociedade brasileira.
    Afinal, dependemos mais do congresso do que propriamente do Presidente da República.
    Para mim, as perspectivas ainda são sombrias.
    Ainda bem que estão voltando as flores...
    E claro que gostei do refinamento do poeta para falar da esperança que chega com as flores...
    Abraços para os dois amigos distantes,

    ResponderExcluir
  39. Tais querida, a foto que ilustra a sua postagem é de tirar o fôlego, gosto muito desta estação, com perfumes e cores. O poema do grande poeta, Pedro ficou magnífico. Fala da despedida do inverno e descreveu perfeitamente o frio, o vento, e, porque não até a tristeza, e aí com grande competência fez entrar a primavera. VIVA! Ah! sem esquecer " as manhãs de setembro" da voz da Vanusa. Maravilhoso. Beijos!

    ResponderExcluir
  40. Um belo e encantador poema tal qual a primavera e a ilustração bem condizente com a magnitude do poema. O vídeo, também veio dar mais ênfase a essa partilha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  41. Em poema se enaltece o amor e a Primavera. Parabéns aos dois, e que o amor continue a florir. Que dupla talentosa!

    Abraço-vos.

    ResponderExcluir
  42. Dito e feito! A dupla em comunhão funciona: a poesia e a exuberância da flor. Pelo que vejo será uma reedição de 2005 e ainda no ar permanece um tempo de dúvida, apesar das flores teimarem em florir. Gostei.
    Taís, um nome original.
    Um BFS (com eleições, não é verdade?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Agostinho, é verdade, um tempo de dúvidas, mas a natureza floresce, o ciclo continua, é preciso!
      Sim, domingo de eleições, e agora - 5ª feira, o último 'Debate' já vai começar!
      Um ótimo fim de semana também.
      Seja bem-vindo!

      Excluir
  43. Tenho que começar por dar os parabéns ao Pedro pelo belo poema que fez à Primavera. Quisera eu que este vento levasse para longe o frio e a tristeza que o inverno deixa em mim, mas, infelizmente, esta aragem que hoje temos aqui está a levar para longe o calor do verão e a grande alegria que o sol me dá; ainda não carregou tudo, este nosso outono, pois tem estado um tempo maravilhoso, mas sei que não demorará muito a que os dias frios e chuvosos cheguem. Poderia pedir ao Pedro um poema para mim, mas, por muito belo que fosse, não me traria grande consolo, pois não consigo ver poesia num inverno como o nosso. De qualquer maneira agradeço-lhe a boa vontade, porque parece que estou a ouvi-lo: " claro que faço e com muito gosto, amiga! ". Obrigada, Pedro!!!
    O que vale, Tais, é que a minha netinha tem ocupado todo o meu tempo e não tenho pensado muito no inverno e além do mais, ela é tão fofa que aquece a alma. Bem...fico por aqui, deixando um grande abraço aos dois e os votos de que, depois das eleições, a calma volte ao nosso querido Brasil. Votem bem!!!!
    Emilia

    ResponderExcluir
  44. Eita que Pedro fez um lindo voo Taís. Que bela poesia bem dedicada.
    Que a Primavera faça florir esperanças em nossos corações tão massacrados no contexto nacional.
    Bravo Pedro, grato Taís pela partilha.
    Um bom domingo com paz para nós.
    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
  45. Que esse vento traga todo o encanto e beleza da primavera.
    Sentido e belo poema.
    Parabéns ao Pedro
    Beijinhos para os dois.
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  46. Bom dia, o poema é lindo, sem poesia não há expressão de sentimentos.
    Em qualquer estão do ano,

    Quem prende a água que corre
    É por si próprio enganado
    O ribeirinho não morre
    Vai correr por outro lado,
    Assim são as Primaveras, para alem das lindas flores que a natureza oferece, a ribeira continua a correr, um dia atinge o seu objetivo, é só uma questão de tempo.
    Feliz semana de Primavera,
    AG

    ResponderExcluir
  47. Que tais ventos de mudança, sejam brisas leves, trazendo perfumes de esperança... mas se em fortes rajadas se tornarem... que a mudança, pelo menos, a todos una, avive memórias, e a todos fortaleça... ou esclareça... pois dá-me a sensação... de que não se sabe muito bem ainda, o que esperar, depois do primeiro de Janeiro, por aí...
    Uma bela inspiração, do Pedro, que tão bem traduziu os tempos de expectativa, que se vivem, no vosso país...
    Beijinho
    Ana

    ResponderExcluir

AOS AMIGOS

Muito obrigada por deixar seu comentário, se necessário for, deixarei resposta a alguma pergunta.
Abraços a todos
Taís