14 de fevereiro de 2018

O RESGATE DE UM PAÍS

O sonho do povo brasileiro  é do tamanho de sua natureza...
         
          - Tais Luso 
Somos um povo que vai levando a vida com um sorriso meia-boca, mesmo sabendo do tamanho do lixo que temos para limpar. É luta. Mas é preciso acreditar que um dia o Brasil voltará a sorrir.
Temos uma população de 215 milhões, e uma parcela desses brasileiros adora feriadões. Isso faz parte da cultura nacional. O ano no Brasil só começa depois do Carnaval, o que não é admissível, pois temos um elevado número de pessoas pobres e outras tantas (em grande número) abaixo da linha da pobreza. Mas formou-se esse ‘agrado’, que nem a todos beneficia.
Sempre se soube das inúmeras contravenções, mas jamais desse mega esquema de corrupção, o maior da história do Brasil. Quem sabe  o maior esquema de corrupção do mundo. Ficar assim na História não é das melhores coisas, bota desgraça nisso. Nada mais degradante para uma nação do que buscar investimentos internacionais e levar na testa um neon lusco-fusco: 
-  Hei, venha investir,  somos um dos países mais corruptos do mundo!

Um dos piores sentimentos é o medo. Atualmente somos, mais do que nunca, um povo preocupado com o futuro. Dúvidas? Sim, imensas!
Novas eleições estão a caminho, mas com as velhas raposas se articulando sorrateiramente por detrás dos panos. Serão as mesmas raposas a cuidar do velho galinheiro? Muito preocupante. É a certeza da continuidade. Dos conchavos perniciosos. Vê-se em toda a mídia, escrita e falada, uma rebelião contra esse desmonte imoral das nossas Instituições e das nossas riquezas. Não estamos esperando pelo amanhã, a tentativa é de parar de navegar nos escombros. Sem isso, nada. O resto será consequência.
E longe de sermos um otimista tolo ou um pessimista chato, é de bom tom sermos um realista esperançoso lembrando de Ariano Suassuna.

_________________________________






54 comentários:

  1. Infelizmente temos esse título triste... E também infelizmente, não tenho esperanças de ver melhoras tão cedo nesse país! Falta tudo!!! Moral, vergonha na cara, poderes que querem manter apenas o seu lado sem perder benefícios e só sobra para o povo...HAJA! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde querida Tais!
    Pois é, bem escrito seu texto que mostra a nossa triste realidade, que não é de hoje, isso vem se arrastando de muito tempo, mas só agora está sendo exposto dessa forma, isso é bom, sim muito bom, tem de dar um jeito de mudar esse quadro!
    Realista esperançoso, sim, não se pode deixar as coisas como estão, seguir em frente, temos filhos, eu tenho netos, estão um deles se formando na faculdade e outro entrando, como todos os brasileiros, temos de crer que algo ainda vai acontecer para que haja a mudança esperada!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  3. Sejamos realistas mas esperançosos!bj

    ResponderExcluir
  4. Belo texto. Triste realidade de um Pais...Mas não é o único, infelizmente!

    Beijo.
    Feliz São Valentim, para quem é o caso.

    ResponderExcluir
  5. Precisamos de gente nova, mas onde estão? abração

    ResponderExcluir
  6. Taís,em minha opinião continuará com toda essa roubalheira que levou o nosso País ficar nesse buraco onde muitos brasileiros caíram e cairão, pois há tantos desempregados até passando fome, enquanto os grandões passeiam e riem de nós pobre povo que acreditou um dia sairíamos dessa.
    O pior, que ainda vejo ou leio que ainda existem pessoas achando que está tudo ótimo e àqueles que nos roubaram ainda possam ficar no poder.
    Eu gostaria muito que houvesse uma mudança, pois também tenho um neto em formação e gostaria que ele pudesse se orgulhar de ser um brasileiro.
    Lindo texto.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Bellos países gobernados por personas corruptas es una lacra mundial, no solo de Brasil. Es una pena que las riquezas no se repartan como debieran, igual el personal de a pié tendríamos que volver a reclamar nuestros derechos. Es una pena
    Abrazos.

    ResponderExcluir
  8. En la vida nunca se debe perder la esperanza, por lo que deseo a tu país un futuro mejor.
    Abrazos querida Tais.

    ResponderExcluir
  9. Há que pensar que "0 amanhã" poderá ser melhor. Adorei o texto.

    Hoje:- Pétalas em paixão silenciosa.
    .
    Bjos
    "Feliz dia dos namorados"
    Votos de uma boa Quarta-Feira.

    ResponderExcluir
  10. Me uno al este poema protesta.
    Este mundo donde abundan los zorros.
    Excelente protesta.
    Abrazo Tais.

    ResponderExcluir
  11. Excelente texto Tais
    e acredito sim
    que os mesmos guardarão o Galinheiro
    tal como aqui será um sem fim
    de aldrabões e burlões... ~_````

    Beijinhos de aqui dos Calhaus da Serra da Estrela
    frios mas com neve...

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, Taís
    Um país tão rico onde reina a roubalheira.
    É realmente muito preocupante e triste.
    Beijinhos muitos de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  13. Me impresiona, estimada Tais, como tanto tu como Pedro logran transmitirnos sus sentimientos de dolor e impotencia ante esa triste realidad. Los admiradores de Brasil a la distancia, esperamos de corazón tiempos y situaciones diferentes.

    ResponderExcluir
  14. Uma crónica excelente que da conta da sua preocupação com o que se passa no Brasil. É preciso não desistir da esperança, minha Amiga Tais. É como diz "preciso acreditar que um dia o Brasil voltará a sorrir".
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  15. Uma análise ao momento difícil que o Brasil atravessa. E à preocupação com o futuro.
    Abraço

    ResponderExcluir
  16. O Brasil já passou por muitos momentos complicados.
    E sempre deu a volta por cima.
    Vai ser assim outra vez.
    Kung Hei Fat Choi!!
    Bom Ano do Cão!!

    ResponderExcluir
  17. Mais um dos seus belos textos! Abraços

    ResponderExcluir
  18. Tais, esta crónica/crítica magoada, profunda e assertiva sobre as políticas e políticos do teu Brasil deixou-me assustada, triste e sem palavras.
    Busquei-as em Fernando Pessoa: “… a posteridade nunca saberá deles, escondidos dela para sempre sob a mole podre dos pendões ganhados nas suas vitórias por vencer.”
    Amiga, nos abatimentos da alma escreve e chora mas mantém-te «realista esperançosa». Um dia o Brasil vai mesmo voltar a sorrir.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Gostaria de dizer que tenho esperanças, que vejo uma luz no final desse túnel negro que estamos atravessando...
    Só que não.

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde, não vou comentar o meu livre pensamento sobre o real Brasil, assim, certamente que vai publicar o meu comentário, "Brasil sem corrupção vai originar uma revolução" comandado(s) por quem se tem enormes ambições politicas.
    AG
    Continuação de feliz fim de semana,
    AG

    ResponderExcluir
  21. Taís, você como sempre tem razão e explica com muita propriedade o que pensa. Eu estou desgostos e deprimido, não consigo deglutir tanta bandalheira. Sublimo um pouco a indignação fazendo poesia para espantar bichos, mas é pouco eu sei. Parabéns pela bela crônica que traz a reconhecida marca "Taislusiana".

    ResponderExcluir
  22. Deixo um grande abraço tamanho do oceano Tais!
    os novos artigos da Tais já aparecem na listagem :)
    boa noite serena
    Angela

    ResponderExcluir
  23. Muito realista seu texto. Está difícil de convivermos nesta podridão, neste meio de pessoas indignas, mentirosas e corruptas que estão minando nossas esperanças de tempos melhores.
    De volta, visitando os blogs amigos. bjs

    ResponderExcluir
  24. uma crónica bem dorida, Tais.
    pressente-se no latejar das palavras!
    sei que não conforta, mas recentemente li um relatório de uma prestigiada instituição internacional que Portugal poderia (pela riqueza produzida) ter o nível de vida da Dinamarca (o mais elevado da Europa) não fora a corrupção, que grassa no meu País.

    assim vamos, cá e lá! mas como bem diz, minha amiga - sejamos "realistas esperançosos"

    beijo

    ResponderExcluir
  25. Querida Vizinha/Escritora, Taís Luso !
    A traição está doendo muito.
    Tudo que se possa aqui dizer, será pouco,
    diante da traição que o meu povo sofreu.
    São raposas e ratazanas mortas de fome...
    Quebraram o País por muitos anos. E a culpa
    é da Previdência Social...do povo.
    Caras de pau !
    Um feliz final de semana e um carinhoso abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  26. A corrupção não será a principal causa da ruína, mas esta é a principal causa da corrupção. Ou seja, sem um bom sistema de educação (incluindo a cívica), sem um bom sistema de saúde e sem um baixo índice de desemprego e de pobreza, a corrupção é coisa fácil e apetecível, pois há imensa gente a querer vender a alma ao diabo para melhorar o seu nível de vida. Não é impossível minimizar a corrupção sem estas condições, mas é preciso um quase milagre para que haja decência na governação (seja do governo, instituições, empresas, funcionários públicos, etc., etc.).
    Mas haja esperança...
    Bom fim de semana, amiga Taís.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Estou convencido de tem que existir uma vinculação. Ser pobre e sem trabalho convida a inventar para subsistir, mesmo roubando. Uma vez lá no alto, como seguir enriquecendo? Fazendo o meso, roubando, ainda que seja elegantemente.
    Necesitamos duma reciclagem...
    Um grande abraço e parabéns por tão excelente trabalho.

    ResponderExcluir
  28. Amiga Taís, são tantos desmando que vem sendo descobertos,que nos envergonha de sermos brasileiros, por diversas vezes. Espero mesmo que um dia o Brasil volte a sorrir. O nosso país é rico, se tivesse políticos honestos não estaria passando por tudo isso. A corrupção tem que acabar, mas pra isso nós brasileiros, temos que acordar de fato! Mais uma crônica maravilhosa, parabéns! Abraços, tenha um abençoado fim de semana.

    ResponderExcluir
  29. Cara e sábia e sensata amiga Tais, nestes tempos de crise (a crise aqui é eterna, intercalada por momentos fugazes de normalidade) prevalece a incerteza, a angústia e a suspeita de que talvez ainda leve muito tempo para que retorne a esperança de dias menos críticos.
    Um abraço. Tenhas um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  30. Bela crónica e sempre oportuna..., pois mal vai, se
    voltarem a por a 'raposa a guardar o galinheiro'...
    Tem a palavra o povo.
    BFS
    Beijo



    ResponderExcluir
  31. Great post dear. ♥
    If you want you can check out my blog. Maybe we can follow each other and be great blogger friends. :)
    https://belyfashionadress.blogspot.ba/

    ResponderExcluir
  32. me gusta mucho eso de ser "um realista esperançoso", porque no debemos perder nunca la esperanza, a pesar de la realidad que apunta a provocar miedo. Qué es justamente lo que los políticos quieren, porque un pueblo temeroso, con miedo, es más fácil de gobernar.

    Yo estoy convencida de que pasan muchas cosas buenas y se hace mucho bueno, sólo que en silencio, sin ruido mediático.

    Beijos


    ResponderExcluir
  33. Ojalá que Brasil se estabilice y mejore su situación.

    ResponderExcluir
  34. Uma crónica bastante sentida - parece-me, querida amiga.
    Tenho amigas e amigos brasileiros, não bloqueiros, com quem me correspondo quase diariamente (alguns é mesmo todos os dias) que me descrevem a situação do país exactamente como aqui está exposto.
    Uma dessas amigas, socióloga e ex-professora universitária (está reformada) escreve mensalmente uma crónica de crítica social, que me envia e leio sempre com o maior interesse. Estou, portanto, bastante a par do que por aí se vai passando.
    A verdade é que a corrupção existe em todo o mundo, nuns países mais do que outros, e precisa ser denunciada e combatida a todos os níveis.
    Uma coisa é certa, se há países pobres, creio que o Brasil não é um deles. Tem condições para se reerguer, só precisa boas políticas e orientação.

    Obrigada pela presença na Festa de Aniversário da minha “CASA”.

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  35. O Brasil ficou demasiado tempo isolado do resto do mundo,apesar disso tenho a certeza que o país vai ter um futuro brilhante
    Abraços

    ResponderExcluir
  36. É amiga, penso que a corrupção no Brasil já é um mal endêmico e institucionalizado, não existe antibiótico para esta doença, visto que a bactéria causadora está na alma dos políticos. Não acredito em retrocesso nesta situação, é morte certa, e nós vamos junto.
    Amei a cronica, beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  37. Tengo la edad suficiente como para recordar a tanta gente, de tantos países incluido el mío, presas de ese feroz desencanto cíclico, que nos maltrata. Pienso en el sufrimiento de quienes llegaron huyendo de Chile, Argentina, Uruguay, de los que nos hicimos amigos y que poco a poco fueron volviendo a su tierra. Y de Brasil, la gente joven e ilusionada que conocí, regresando sobre 2008-10 convencidos de las maravillas de trabajo que les esperaba, cuando nosotros sufríamos una crisis que nos dejó arrasados.
    No caeré en opinar de una realidad que desconozco sus raíces, bastante tenemos aquí con los “opinadores” que vienen a resolver nuestros problemas hablando doctamente en nuestra televisión, como no hace mucho hizo Pamela Anderson, patética, pontificando sobre situaciones de las que no tienen ni idea.
    Tais, igual que me pasa con el mío, me niego a creer que un país con el potencial y preparación del vuestro no tenga solución.

    ResponderExcluir
  38. La corrupción no creas que es solo de tu bello país por aquí también tenemos lo nuestro.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  39. Esta crônica, "O Resgate de Um País", diz bem como aqui vivemos, pobres brasileiros assustados pelo alto número de crimes diários, tanto contra o patrimônio como contra a vida, que é pior ainda. Pior é que essa criminalidade não está restrita às grandes cidades, os criminosos agem também nas médias e nas pequenas cidades, muitas delas com pouco mais de três mil habitantes. Mas as condições mais lastimáveis estão nas Capitais (na grande Porto Alegre, que tem mais de dois milhões de habitantes está em condições precárias de segurança pública, poucos são os que se aventuram sair à noite). O Rio de Janeiro, que por muitas décadas foi chamada carinhosamente de "Cidade Maravilhosa", hoje é praticamente "governada" pelos bandidos das suas muitas favelas (aí habitam mais de dois milhões de pessoas). Esperemos que o crime aí dê uma trégua com a intervenção das Forças Armadas, que passarão a exercer o comando absoluto tanto na Polícia Militar como na Polícia Civil, além do Corpo de Bombeiros e da administração das prisões. Aguardemos, pois. Gostei da tua belíssima crônica, que num exercício elogiável de síntese disse tudo o que é importante.
    Um beijinho daqui do escritório.

    ResponderExcluir
  40. Obrigada Taís pela visita e comentário em meu blog.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  41. Taís, minha amiga

    Esta tua crônica é um espelho do nosso Brasil, e tu tens
    o dom de cronista, com propriedade de expressar na arte
    da escrita, com a amplitude de vivenciar o dorido, a ironia,
    a crítica, o humor, a reflexão e o lembrete da sabedoria
    do admirável Ariano Suassuna, o paraibano mais pernambucano
    que existiu, um defensor da cultura popular com a sua
    formação de uma cultura erudita, um senso de humor único e o
    mais importante sobre ele, era um resistente a qualquer
    "estrangeirismo" na língua e cultura no geral.
    Então, vamos deixar de levar a vida com "um sorriso meia-boca"
    e sermos sim, "um realista esperançoso"!...

    Um domingo alto astral, querida amiga!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  42. Existe no Brasil, como em Portugal, como em todos os países do mundo, lugares únicos. Uns de uma forma, outros de outra, mas todos de uma beleza invulgar. Amei a foto.
    .
    * Aroma da papoila ... E a outra face do sentimento *
    .
    Resto de dia feliz.

    ResponderExcluir
  43. Taís:
    supongo que no sirve de consuelo, pero la corrupción está presente en todos los países. Lo que pasa es que cuando las desigualdades sociales son muy grandes, la indignación contra los corruptos es mayor.
    ¡Viva Brasil!
    Beijos e abraços.

    ResponderExcluir
  44. Melhores dias virão para esse grande e belo país que é o Brasil.
    Infelizmente as "raposas" não existem só no Brasil.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  45. Uma excelente crónica atravessada de dor e revolta. Bastante esclarecedora, como é teu timbre.
    Que a esperança retire do atoleiro nosso país irmão.

    Beijinhos, Taís.

    ResponderExcluir
  46. Taís, querida!
    Estive no Rio Grande do Sul e amei os lugares que visitei. Foi minha primeira vez, e por isso não tenho uma definição de quem já está acostumado com o ambiente. Você sabe que nas férias apenas vamos a lugares turísticos e isso não nos leva a um grande conhecimento do lugar.
    Ando me propondo a olhar para os acontecimentos da sociedade com um foco diferente. Muitos acontecimentos que estamos presenciando hoje na contenda pública, já aconteciam e aconteciam na surdina. Todo esse extremismo como religião, sistema de ideias, os políticos, tudo isso são assuntos que têm designado uma agitação, ou seja, conflitos muito grandes. Só que esses conflitos já estavam lá, não adianta pensar que isso tudo que está acontecendo é novo. Era só subliminar, além da história que se retratou ou se retrata, por detrás de cada uma, havia, ou há sempre um conteúdo maléfico. Um desenho inocente para mascarar o mal, o enredo é sempre o mesmo e a gente vai vivenciando isso como se fosse coisa “normal”. Tem-se criado um nível de conflito imenso... A gente sabe de certa forma que aquilo que não é admitido não é afligido. A mágica é sempre com um Merlin diferente. Porque o que não vem à tona não precisa ser decomposto.
    O Brasil tem um alto grau de preconceito racial, social, mas a gente vai no faz-de-conta que todos nos amamos como semelhantes, e somos caridosos. Mas a música interna não é tão suave assim. Só quando estamos sem a roupa do faz-de-conta encarando a realidade de frente, assumimos os fatos como são, isso é um degrau para despertar. E é muito louco isso, porque para concordar com o despertar eu tenho que assumir que tinha uma desarmonia. Fazia parte do reino, era também a bela adormecida. Ex.: Não existe em nós brasileiros que nós somos corruptos de nós mesmos, porque o adultério não fica limitado apenas num grupo daqueles ditos-cujos (políticos).
    Abrir a boca e dizer “o povo brasileiro é bobo, o Brasil é mesmo terra de ninguém, o povo brasileiro não presta”, e quem mais diz isso? Um brasileiro. Risos... quando você fala na terceira pessoa, você está se afastando da história.
    Nós colocamos estas pessoas lá, imagina só! Nós ajudamos um pouco nesse caos também.
    Precisamos sim de reforma da previdência, reforma política, reforma tributária, reforma administrativa, reforma na saúde, na segurança, na educação, e muitas outras, mas nenhuma será efetiva se não houver primeiro a reforma interna do brasileiro, no seu coração.
    Temos que ter princípios e valores, e de verdade coloca-los como filosofia de vida.

    Amei seu texto e desculpa o meu comentário imenso rsrsrs.
    Beijinho queridona.

    ResponderExcluir
  47. Minha amiga,
    É bom não perder a esperança, embora reconheçamos que o atoleiro é muito mais fundo do que imaginamos. As raposas são as mesmas a tomar conta do galinheiro e as redes sociais não bastam para a revolução desejada. E os outros que podem fazer alguma coisa apenas fingem que querem mudança. Há muito o que fazer para resgatar este país do buraco em que está metido... Mas vamos continuar lutando com palavras, ainda que seja uma "luta vã".
    Beijo, amiga!

    ResponderExcluir
  48. Palavras de tristeza e revolta.
    Como sempre um crónica brilhante.
    Que a esperança em dias melhores um dia se torne uma realidade.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  49. Olá Taís, querida,
    Precisamos ser realista esperançoso, sim, e não votar nessa corja que ai está!! Belo texto esclarecedor!Parabéns!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  50. Complicado acreditar na classe política tanto no Brasil, como em Portugal.
    Bonito esse lugar da imagem.
    Bj

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderExcluir

  51. Ah, “ser um realista esperançoso”! Grandes misérias e vergonhas, mas prossigamos com coragem... Que venham dias melhores!
    Oportuno texto...
    Abçs

    ResponderExcluir
  52. É triste vermos a nossa realidade. Viver sem esperança não é bom.Vamos acreditar que um dia tudo irá melhorar e assim poderemos viver um pouco sem muita tristeza.
    Um abraço
    Élys

    ResponderExcluir
  53. Que a esperança... mas acima de tudo, a vontade prevaleça, para que algo mude!... Quem sabe um dia... agora as próximas eleições, por aí... até que alguém demonstre o contrário... para já, só dão a entender... que no curto prazo, pelo menos... tudo continuará na mesma... com os protagonistas do costume... Como dizia o Einstein... é insano, pensar que se se continuar fazendo o mesmo, se obterá resultados diferentes...
    Esperemos que um dia o povo brasileiro acorde... do entorpecimento, do futebol, do Carnaval, e da política... e se mobilize com vontade, mesmo de que as coisas mudem!
    Cá tivemos mais de 50 anos de ditadura... mas um dia... o povo mobilizou-se... e deu um basta na situação... quando há mesmo vontade... as coisas mudam... agora quando o povo anda distraído com outras situações... tudo vai continuando na mesma... e político sabe disso... e se aproveita disso...
    Beijinhos, Tais! Boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  54. Sabe Taís, as vezes eu penso com Inácio de Loyola Brandão, não verás país nenhum, de outra carrego um velho jargão ja amarrotado, será que vamos ter que marchar outra vez? Enfim amiga estamos no fundo do fundo do poço e as esperanças se frustram com os picaretas que se apresentam como salvação.
    Enfim com este peso nas costas, vamos para uma eleição que creio será tensa e o país não vai andar até ela, isto que dói.
    Abraços e que tenhamos mesmo esta esperança.
    Beijo de paz amiga.

    ResponderExcluir

SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre Bem-vindos!

2- Comentários ANÔNIMOS não são postados. Assine.

Um abraço a todos!
Taís Luso