12 de janeiro de 2014

INVERNO OU VERÃO?




-Tais Luso de Carvalho
Pois é, vi que não estou sozinha no muro das lamentações. Mas lamento  ter lamentado tanto. Passei boa parte da vida enchendo baldes de impaciência quando chegava o verão; tecia projetos, sonhava com uma casa na Serra, como se os irmãos de lá não pagassem um preço por um clima agradável no verão. Nada mais espetacular, um paraíso. Mas no inverno não é bem assim. É duro. Quase morri!
O calor da região sul não é moleza, é úmido. Este trololó de lamentações sobre o calor, que fica intenso de dezembro a março, é martírio para uma grande parte dos brasileiros. Mas outra parte, adora. Tenho procurado sentir uma tal de briza, vinda do rio Guaíba –, mas nunca achei. O que sinto é que estou derretendo, desmaiando.
E vejo que um assunto que todos dominam é a Meteorologia, falar do tempo. No verão reclama-se do calor, e no inverno do frio; no verão queremos frio, no inverno rezamos por calor. É uma bipolaridade sem fim. E pior: tratamos isso com muita seriedadecomo se alguma coisa fosse mudar com nossas reclamações.
Porém nada é mais gentil, mais leve e mais simpático do que papo sobre o tempo, dentro de um elevador. Todos concordam com tudo, é assunto que não dá briga, ninguém discorda. O que um sente, o outro diz Amém. Ainda bem...
Tenho visto, pela televisão, como estão os maninhos lá dos Estados Unidos, Canadá e os países que estão  em pleno inverno. Coisa pra louco. Bem que vivemos num país tropical, aquilo lá é outra coisa. E pelo fato do povo por lá andar congelado, aquela paisagem linda, mas triste, as inúmeras dificuldades para locomoção, é que me fazem pensar, talvez mudar de ideia: acho que vou começar a adorar o nosso verão.
Esquecemos que junto com o inverno chegam as gripes e os problemas respiratórios. E sair da calefação para o frio é fatal. A tendência é hibernar. O que cansa um pouco.
Lembro que há anos tínhamos uma estação intermediária, mas isso não existe mais. É verão ou inverno; malha fria ou lã; bota peluda ou rasteirinha, quase sempre.
Resolvi encerrar meus lamentos depois de ver que pior do que o nosso verão é o inverno rigoroso dos outros.  Então que venha o calor e o sol; que venha o frio e a chuva. Afinal, tudo deve ter uma razão para acontecer. E só resta ir levando, seguindo o curso. Mais uma etapa que pulo para chegar mais perto da santidade...




29 comentários:

  1. Anônimo15:24

    Sou parecida com você, adoro um friozinho, com sol rsrsrs. Moro no noroeste do RS Três de Maio, aqui o verão é muito quente e o inverno com muitas geadas, mas faz parte, gosto assim mesmo.bj Verinha Cerezer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Friozinho com sol? Você fala em 'lagartear'? Nada melhor!
      Beijos, Verinha.

      Excluir
  2. TEMPORIZANDO
    Queremos todos os melhores verões
    E que nosso inverno seja bem ameno
    Bem de acordo com nossas acepções
    Tal como frio, que calor seja pequeno

    Sobre tempo não há qualquer acordo
    Seja frio ou quente está sempre ruim
    Como um magro que quer ficar gordo
    Ninguém nunca está satisfeito no fim

    Por isso tudo inventou-se a primavera
    A qual não traz frio e tampouco calor
    Mas que tem uma temperatura sincera

    E nos brinda com o desabrochar da flor
    Então não reclamemos da atmosfera
    Muito menos do incômodo do cobertor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo, amigo Jair, você tem aí em Santa Catarina a cidade de São Joaquim, o ponto mais frio do Brasil - o que não é fácil... Mas para uma visitinha rápida é maravilhoso.
      Grande abraço, amigo.

      Excluir
  3. Pois é Tais, a rigor não existe o clima perfeito. Claro que o nosso calor - aqui em Porto Alegre - está uma loucura! Mas o inverno dos gringos está uma geleira. Eu, pessoalmente, gosto e amo o nosso inverno, mas já um frio abaixo de zero não me gusta. Até 2, 3 graus, tudo bem, acho gostoso e fico aborrecido quando chega setembro ou quando faz aqueles dias quentes em pleno inverno. Entretanto não podemos mudar o clima do planeta com nossas mão nem com nosso desejo.
    Um abração. Parece que esta semana não será muito quente. Tomara!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dilmar, também gosto do nosso inverno, não é muito rigoroso. Que boa notícia, não tinha escutado. Tomara!
      Obrigada pela sua presença, sempre bem-vinda.
      Um abraço.

      Excluir
  4. Não gosto dos extremos e verão em Poa é terrível.Mas vendo o friozão deles por lá, melhor nem reclamar!rs beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Chica, depois dessa que vi por lá, até que tudo por aqui está bom demais. Parei de achar ruim.
      Beijos, e continue a curtir a praia!

      Excluir
  5. Nada é perfeito, Tais... e o homem é um eterno insatisfeito. Nascemos com 4 partes: cabeça/tronco/membros e lamentação... Nossa como tenho horror desse "muro de lamentações"... Imensa é a nossa parcela de responsabilidade nas mudanças climáticas! A biodiversidade nos mostra isso.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está coberta de razão, Célia. Cabeça, tronco e lamentações. Na verdade, precisaríamos muito pouco para vivermos bem. Mas chegaremos lá... acabaremos com o planeta! Uma façanha e tanto!
      Abraços!

      Excluir
  6. Olá querida Tais, é sempre muito delicioso te ler, um texto inteligente, verdadeiro e divertido ( tive de rir ao comentar sobre o inverno na Serra "eu quase morri"...a tal brisa do Guaíba, adorei, quando morei em POA (aliás, amei o post anterior, também amo Porto Alegre - fiz meu passeio através das fotos), era no centro, e no verão abria a janela do apartamento nesta mesma esperança.
    Mas dizes bem, devemos acabar com as lamentações, afinal até que estamos no lucro, suportamos o verão, aguentamos o inverno, que é tão lindo quando as nevascas de lá, mas com certeza muito mais suportável e agradável. Querida Tais, sempre muito bom estar aqui, compartilhando ideias, conversando.
    ps. Meu carinho meu respeito e meu abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Jair, resolvi parar de me lamentar, eu própria não me aguento mais! E nada vai mudar, talvez com um pensamento positivo, quanto ao calor, as coisas melhorem. Não vai levar muito para eu achar o calor de 40 graus maravilhoso!! Querer é poder, não?
      Obrigada pelo carinho de sua visita.
      Abraços!

      Excluir
  7. Muito boa sua cronica sobre a eterna insatisfação do povo com relação a tempo.
    Creio que São Pedro fica maluco sem nada entender, o que realmente se quer.
    O fato é que vivemos num paraíso chamado Brasil. Mas eu sou do verão.
    Linda semana Taís com um carinhoso abraço.
    Beijo de paz e luz amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, comparando nosso país com o rigor dos outros climas, vivemos num paraíso.
      Obrigada pelo carinho de sua presença, Toninho.
      Beijo.

      Excluir
  8. Essa da “bipolaridade sem fim. E pior: tratarmos isso com muita seriedade – como se alguma coisa fosse mudar com nossas reclamações”, foi ótimo! Ótima cronica como sempre, Tais, com um toque de humor.

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fábio, esses altos e baixos tem seu tempo de validade! Cansa.
      Obrigada, amigo, sempre muito bom ter você no blog.
      Bj.

      Excluir
  9. Esse assunto é muito bom para puxar conversa mesmo, rsrs. Estou com a Chica, em termos de temperatura não me agrada os extremos. Pelo menos algumas vantagens o verão apresenta em relação ao inverno rigoroso, principalmente, dos EUA: o calor não nos impede de sair de casa, os carros e aviões transitam normalmente, os moradores de rua sofrem menos.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Néia, você lembra quando tínhamos (de fato) estações intermediárias? Onde estão? Tá uma bagunça esse negócio, em pleno inverno temos dias quentes, depois descamba, e nós junto... Veja como 'o tempo' dá conversa pra mais de metro!! É um carretel.
      Beijão!

      Excluir
  10. Olá Tais, sou seu mais novo seguidor e já gostei de cara
    do seu blog. Convido você para participar da minha Sala de Visita,
    serás bem vinda.

    http://blogdocarloshamilton.blogspot.com

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hamilton, vou conhecer seu blog, sim, e bem vindo por aqui!
      Muito obrigada.
      Um abraço.

      Excluir
  11. Querida, realmente nunca estamos contente com o tempo.Sempre lamentamos o calor, o frio a chuva a seca etc..Vai se entender..Como bem dizes "que venha o calor, que venha o frio.Afinal existe uma razão para acontecer".
    Um novo ano inspiradíssimo para você, repleto de beleza, cores flores e muita luz no caminho.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida Eloah, isso é próprio dos humanos, nunca estamos contentes. A insatisfação é a marca. É uma mania de contestar. Acho que virou vício.
      Um grande beijo, amiga, um belo ano pra você, também. Sucesso sempre!

      Excluir
  12. O mal.....é termos deixado que as nossas quatro estações nos abandonassem....Agora é tudo de extremos...não é só o tempo.!!! .Mas cá por mim.....mais valem trinta graus positivos, que cinco negativos....
    Vocês brasileiros....dêem graças a Deus......ou ao vizinho Papa Francisco...hahaha....
    Mas também é muito bom, deitar conversa fora com o tempo que faz...
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente como você diz, Andrade, os extremos! Bem que 30 negativos nem sonho em conhecer. O máximo que conheço é 3 negativos. E foi aí no seu Continente. Mas não lembro de ter sido ruim, o clima é seco. Foi em plena primavera!!! rsss.
      Abraços!

      Excluir
  13. Taís, ando precisando cessar minhas lamentações também. Até que hoje já sou bem mais acostumado a esse clima estilo forno, mas ainda tem dias que a irritação toma conta, não dá pra aguentar!
    É, depois de ver o que os americanos têm passado com as temperaturas bem baixas, vejo que o frio do Brasil não chega muito perto. Mas somos (des)condicionados pelo ambiente, também, então pra nós, o nosso frio é tão terrível quanto aquele. Aqui, em terra que faz calor o ano todo, 18°C já é motivo para mostrar as garras do nosso guarda-roupa de frio! rsrs

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fellipe, 18 ºC é tudo que eu pediria a Deus, uma eterna Primavera.
      Mas as coisas não são como a gente quer, são como são. (altas filosofias...rss)
      Vi que você passou no Vestibular!! Maravilha, parabéns, Fellipe, sucesso, você merece!
      Beijos, amigo!

      Excluir
  14. Querida Tais, verão com certeza, sempre. Eu detesto o frio, fico sem saber como agir, parece que o ideal é só dormir....Com tantos acontecimentos devido ao frio, prefiro o nosso amado verão, é claro que podia se rum pouco mais brando( olhe eu reclamando) mas assim está bom.Vamos aproveitar o calor da melhor maneira possível.belo texto, como sempre. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  15. Nunca estive em locais onde a temperatura é muito baixa. E nem quero (hehehe). Gosto do calor e acredito que nos beneficiamos bem mais com ele, quando tomamos ciência do sofrimento de quem está convivendo com a neve intensa. Lutamos com as tragédias das chuvas de verão, mas elas ocorrem, não pelo tempo, mas pelo descaso do poder público. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilene, procure no YouTube o vídeo um 'Argentino em Toronto', você vai adorar, mas veja no original, não dublado.
      Depois que vi, mudei de opinião, rss.
      Beijos!

      Excluir

QUERIDOS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso