12 de maio de 2009

MULHERES...


- tais luso de carvalho

Apenas nós, do sexo feminino, temos a capacidade de fazer um monte de coisas ao mesmo tempo: somos o tipo de criatura que consegue cuidar de tudo e de todos: abraçar as causas impossíveis. Mas, temos umas coisinhas que mexem com a estrutura do sexo oposto, como por exemplo, nunca damos por encerrada uma briga sem antes querer 'discutir a relação'. É algo para ser revisto, amigas. Vamos ser justas, isso já virou piada, é gol contra!

Mas todas sabem o que querem: um bom pai para seus filhos, um excelente marido, um profissional bem sucedido, um companheiro másculo, sensível, decidido, organizado, simpático, cheiroso e que tenha memória de computador - para lembrar todas as datas importantes: só isso! Uf. E mulher cobra, é terrível. Fica no pé, arranjando confusão. Confesso que muitas não deixam o cara respirar. Algumas implicam até com aquele futebolzinho de fim de semana dos coitados, né? É defeito de fábrica: nós somos de Vênus e os 'anjinhos' são de Marte...

Porém temos muitas qualidades, somos heroínas: cozinhamos há milhares de anos, fazemos cursinhos de doces, salgados, frutos do mar e de ervas milagrosas, mas não passamos do status de 'cozinheira': eles fazem um mexidão, repolhudo, vagabundo, anêmico... E no primeiro dia já são 'Chef du Cuisine'! Vejam a injustiça...

Somos nós que organizamos a casa. Tudo funciona. Até o presentinho de aniversário da secretária deles já está comprado! Nunca esquecemos das datas, dos convidados e dos presentes.

Somos nós que nos esbugalhamos acompanhando os estudos dos filhos, indo às reuniões no colégio tentando convencer a diretora que o guri é 'normal'; somos nós que cuidamos das roupas do batalhão, que chamamos o eletricista, o encanador, o homem da TV, da Internet, da farmácia; somos nós que cuidamos da empregada pra não demolir a casa. É, somos nós.

Dizem que somos uma 'anta' na direção do carro, mas os acidentes com mortes são causados por eles – que enchem a cara. O máximo que fazemos é arrancar a porta do carro, dentro da garagem. Mas não matamos ninguém; é só uma questão de visão, de manobras...

Porém, estes homens maravilhosos, dentro de suas máquinas voadoras, enlouquecem quando nos enxergam na direção do carro; qualquer coisa, meio que desafinada pelas ruas da cidade é o suficiente para abrirem o bocão e, sem cerimônia:

- FILHA DA MÃAAE!!!!!
- Ô GROOOSSO!!!

E depois de tantas gentilezas, surge o inusitado: VAMOS DISCUTIR A RELAÇÃO!!

- Por quê? Tudo está tão bem, amor!
- Estou de saco cheio: você não notou meus brincos de zirconita; o meu esmalte 'rosa bebê'; a minha bolsa 'vermelho carmim'... Você nunca enxerga, é um grosso!

E esses detalhes deixam muitas mulheres enlouquecidas... Bem que grossura não é detalhe... Muitos não procuram saber o que é marrom havana, marrom café... Não sabem que nosso mundo é feito de nuances. E ainda: carregam aquele defeito, horroroso, de berrar GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! - numa televisão que mostra a imagem.

Mas no fundo, amigas, a culpa é nossa: lembram daquela coisa cretina - inventada por nós - de que homem tem de ser durão, não pode chorar, têm de ser machão e não pode ser tratado com muito 'nhenhenhe'? Pois é: tarde pra reclamar, amiga. Teríamos de ter decidido isso há milhares de anos; ter permitido que extravasassem sentimentos; que chorassem; que gostassem de flores e que violência e armas não os levariam a nada. Como nunca levou. Mas até hoje escuto dizer que homem não chora... E quando vejo um que chora, seguro meu enfarto. Dá pena.

E depois dessa confusão, entre um homem e uma mulher, onde ambos têm suas virtudes e seus defeitos, e que mesmo sendo 'os opostos', se amam, como é que fica a relação?
Não sei, mas talvez NÃO conversando a espécie se entenda...

18 comentários:

  1. Bem, eu diria que você acaba escolhendo o homem com menos defeito, mas depois entenda que os defeitos não vão mudar num estalar de dedos (as vezes, nem é conseguido minimiza-los)...

    Isso ajuda a evitar "mortes" desnecessárias...

    Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

    Fique com Deus, menina Tais.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Maria Lúcia Meireles19:08

    É, amiga, a culpa é toda nossa mesmo!!! Como sempre, né?
    Mas você já ouviu aquele ditado: "Atrás de um grande homem há uma grande mulher"?

    Eu aumento: "Atrás de um grande homem há uma grande mulher CANSADA." Não há nada que canse mais do que homem. Eles depedem 100% de alguma mulher, esposa, secretária, mãe, irmã, filha, não importa, sendo mulher é o que importa.

    Grande texto, minha amiga Taís! Como sempre retratando a mais pura verdade.
    Amo ler-te.

    Um abraço,
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Ah, ulheres... Lá vem você com o vermelho carmim... rs. Sabe-se lá que diabos é isso! Só uma outra mulher pra saber, hehe.

    Gostosa crônica, Tais! Valeu! MAs tenho que dizer que há muito de mito nisso tudo. Aqui em casa, por exemplo, são papéis trocados em muitas dessas coisas: eu que lavo a roupa e arrumo a bagunça. Ela que deixa a toalha molhada sobre a cama, e por aí vai...

    bjão
    Cesar

    ResponderExcluir
  4. Estou seguindo este blog.
    Muito legal, gostei do que vi e li.
    Parabéns!!!

    Este espaço é maravilhoso.

    Virei outras vezes!

    ResponderExcluir
  5. Uma visão surpreendente desses dois mundos..que uma vez por outra se choca e ai no buraco de suas crateras encontram o ninho para um amor....talvez ou não seja tão talvez assim que todos os homens sejam durão....sisudos...por ai se encontram exemplares que gostem de assistir filmes romanticos e por incrivel que pareça choram ao termino...existe aqueles que ao passar em frente de uma floricultura lembra ao ver aquelas rosas lindas, suas mulheres...sim existe estes homens talvez nem tão raros assim..quem sabe não tenha um ai dentro de sua casa...a diferença é que eles ainda tem medo de demonstrar seu lado sensivel...por que para as mulheres lá no fundo o machão é o homem...


    Ademerson Novais de Andrade

    ResponderExcluir
  6. Olá Taís!
    Esse assunto é mto difícil de ser discutido, pois pra "mim", teríamos que fazer um retrocesso, e provar de fato como tdo começou...não acredito que seja nossa culpa, do homem não poder chorar, de ter que ser forte o tempo inteiro, não poder ter medo, enfim...tdo isso foi criado por ele mesmo, até porque a mulher não era "NADA", e nem tinha voz ativa, e pensar era proibido!
    Hoje mta coisa já mudou, muitos mitos caíram por terra, até porque as mulheres se libertaram, adquiriram conhecimento, foram a luta, e a coisa se igualou, fazendo com que esse mesmo homem, caísse em si, e agora estão chorando até demais!Rsrsrs...
    Bjocas.
    Waleria.

    ResponderExcluir
  7. Amei!!!
    Olha vai lá no Ideias que tem selo pra ti....
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Mulher é assim querida. Toma ou deixa.

    ResponderExcluir
  9. Olá Taís!!!!

    Quero primeiramente agradecer por ter comentado no meu blog e ter virado munha seguidora, tenho certeza q não irá se arrepender hehehe... Me desculpa por estar comentando somente agora no se blog, pois estava sem pc por isso não apareci antes. Mas vamos lá...

    Concordo quando vc diz que nós mulheres somos culpadas por querermos homens durões, que não chora...pois eu vejo muitas mulheres hoje em dia, criando filhos homens dessa maneira, ou seja, cultuando coisas que já deveriam estar no passado. E tem muita mulher tb que não gosta de homens sensíveis e só quando casa é que exige do homem sensibilidade...vai entender né??

    Como vc disse as mulheres fazem de tudo um pouco, mas pena que muita das vezes os homens não a valorizam como deveria. Sendo que também nós exigimos muito deles e em coisas fúteis, gerando discussões desnecessárias...

    Acho que deveria ter mais compreensão e respeito em ambas as partes(o que falta em muita gente atualmente)assim já diminuíria muitoo as "discussões de relacionamento"...

    bjossss

    ResponderExcluir
  10. Tais Luso de Carvalho,

    Muito obrigado por sua visita e comentário em meu blog.
    Valeu!!
    Visite-me mais vezes e VOTE nos meus selos de participações.

    Grande abraço e até mais.

    ResponderExcluir
  11. Gostei da forma como desenvolveu um assunto que, de tão pré-concebido, é polémico. Eu concordo com uma boa parte do que dizes... ou seja, basicamente com tudo. Menos com o facto de mulher não saber brigar sem discutir relação e de homem não poder ser sensível. Entendi! Entendi bem. Não é isso que você pensa. mais uma vez é o lugar comum que você quer evidenciar...
    Em relação à polivalência da mulher, ela é tão flagrante que nem homem tem coragem de negar.

    Apenas uma curiosidade. Escrevi por estes dias um "poema" muito satírico exactamente sobre essa nossa capacidade de abarcar tudo. A qual, no final, acaba por se virar um pouco contra nós. Não acha?

    Não postei porque, no final, quando li, achei que não estava bem a meu gosto. Não estava inspirada.

    beijos e um bom fim-de-semana.

    ResponderExcluir
  12. Olá Tais tudo bem !? Tive um problema com templates e sai, mas agora está tudo bem, espero que não se incomode de acompanhar suas páginas novamente.

    abraços literários
    Marco

    ResponderExcluir
  13. Obrigado pelo carinho Tais,
    na medida de nossos tempos
    vamos nos falando ...

    Uma boa semana
    Marco

    ResponderExcluir
  14. Amiga Tais..
    Concordo com você que as mulheres capacidade de fazer um monte de coisas ao mesmo tempo....Tenho a prova dessa capacidade em casa, minha esposa não para faz tudo ao mesmo tempo..as vezes faz tanta coisa ao mesmo tempo, ela não para, que acaba as vezes deixando a comida torrar no fogo, como aconteceu sábado, falo pra ir de vagar, mas ela não para, é elétrica.

    Abração, boa semana e obrigado pela presença no blog.

    ResponderExcluir
  15. Amigo Marcos, um dia meu blog e meus seguidores sumiram também, mas consegui recuperar tudo.
    Infelizmente isso pode acontecer.

    Já estou de seguidora de seu blog novamente.

    Abraço
    tais

    ResponderExcluir
  16. Gracias por la crónica, muy buen análisis, yo sólo te diré ¡Arriba las Mujeres!
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  17. AMIGA...
    BENDITA SEJAM AS MULHERES...
    AMO SEU CANTINHO LINDO!
    BEIJOS DE MULHER PARA MULHER...

    ResponderExcluir
  18. Olá de novo, adorei seu texto, sabe estou para postar uma dissertação que fiz na escola sobre o tema Mulher/Violência e decidi falar justamente sobre como nós mulheres permitimos que a sociedade se tornasse patriarcal, a culpa é realmente toda nossa. E para mudar este quadro vai ser um tanto quanto difícil. Falta eu fazer algumas correções, não sou muito boa em dissertação e estou sem tempo, mas vou tentar postá-la semana que vem.
    Bjsss querida e uma ótima Quinta-feira para vc!!!

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso