20 de janeiro de 2008

NÃO ESCOLHA O VINHO PELO PREÇO!


Juarez Machado



Foi divulgada, há algum tempo, uma notícia de que optar por vinhos caros não têm 'errada'; que são os melhores. Ainda mais quem pretende dar de presente um vinho 'de primeira'.
Uma pesquisa publicada pelo Califórnia Institute of Technology, dos Estados Unidos, revela que essa tese, de que o vinho caro é sempre o melhor, não passa de 'reflexo condicionado'.
Dado ao alto preço do vinho as pessoas têm o seu grau de satisfação aumentado, tornando a bebida mais agradável ao paladar. Foram formados dois grupos, degustando o mesmo vinho, mas com preços diferentes entre US$5 e US$90.
Exames de ressonância magnética apontaram que os vinhos de maior preço tinham como resposta uma maior ativação na parte do cérebro ‘córtex órbito-frontal médio’.
Essa parte do cérebro é a mais desenvolvida nas sensações de prazer. Isso quer dizer que a tese de que o vinho mais caro é melhor não passa de condicionamento. Os dois vinhos eram exatamente iguais. Apenas condicionamento, amigos.
Muita gente entra nessa canoa furada... Ilusão.



2 comentários:

  1. Olá Tais, pelo jeito não é só com vinho não, vários produtos são vendidos baseados na questão preço, status e coisas do gênero. Uma boa pesquisa nos leva ao produto ideal pelo justo preço. Otima semana

    ResponderExcluir
  2. Na Inglaterra, fizeram uma pesquisa com os maiores sommeliers do país sobre ÁGUA MINERAL. Ou melhor, sobre água, porque a de torneira foi quem recebeu a melhor nota...

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso