16 de outubro de 2008

AMIANTO É RISCO! / IT'S DANGEROUS!

-
O assunto não é novo, mas apesar de tudo que se lê e se sabe, o amianto ainda não foi banido por completo. Há muito amianto em telhas, divisórias, revestimentos, coberturas de edifícios, revestimentos à prova de fogo, gessos , estuques... Este texto e alguns links (no final do texto) servirão como alerta. Não sei o que as autoridades estão esperando para banir, de vez, este problema que ainda está em território brasileiro.

Bem, o uso de qualquer tipo de amianto é proibido porque é altamente cancerígeno. Mata. Várias Organizações Mundiais de Saúde têm essa posição, de proibir sua manipulação, seu uso. Já está banido em 49 países: Argentina, Chile, Uruguai e a União Européia. No Brasil está proibido no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco e São Paulo. O Canadá exporta para os países pobres, mas proíbe o uso no seu território.

O Supremo Tribunal Federal decidiu, por 7 votos a 3 que é constitucional a lei 12684 que proíbe o uso de amianto em telhas, caixas-d’água e divisórias... e por aí vai.

O uso e a manipulação do amianto - num prazo de apenas 2 anos – já pode causar doenças que reduzem a capacidade respiratória, devido a um processo inflamatório. A pessoa tem falta de ar, cansaço, tosse e muco. Após 10 ou 15 anos de exposição ao amianto, a estrutura do pulmão é alterada. Aparece a fibrose pulmonar. O órgão endurece e não tem cura; leva lentamente à morte.

A longo prazo o amianto promove alterações nas células causando câncer de pulmão podendo levar de 25 a 30 anos para se manifestar.


Também, ao longo do tempo pode induzir ao mesotelioma de pleura (membrana que reveste o pulmão), ao peritônio (membrana que reveste a cavidade abdominal) e ao pericárdio (membrana que recobre o coração).

A maioria dos portadores, já com a doença grave instalada, morre em 1 ano. Por isso é chamada de fibra assassina. É uma bomba de efeito retardado. Não há nada seguro quanto ao amianto, a não ser a exposição ‘zero’.

Em todos os produtos de cimento-amianto está escrito: ‘ao cortar ou furar, não respire a poeira gerada, pois pode prejudicar gravemente a saúde’. Ao cortar ou furar uma telha, fibras de amianto são liberadas no ar. E, todas as pessoas que estiverem no ambiente, inalarão a poeira.

Com o tempo o material se degrada e ao ser manipulado se desfaz, liberando fibras na sua casa e no meio ambiente.



Apesar das indústrias conseguirem reduzir um pouco a contaminação, não passa de ilusão, pois não conseguirão controlar o produto ao sair das fábricas. Os operários não têm noção de que o produto que estão furando e manipulando contêm amianto. E respiram suas fibras. Segunda a Fundação Oswaldo Cruz, a solução é o banimento total.

- à direita, em cinza, as fibras
- foto do pulmão com asbestose.

Fonte: Artigo / Dr Hemano Albuquerque de Castro, médico pnemologista, professor Da Escola Nacional de Saúde Pública e Coordenador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Fundação Oswaldo Cruz.
.

Um comentário:

  1. Boa noite, querida amiga Tais.

    Aqui no Brasil, sempre as medidas em favor da vida, são ignoradas.
    É cada um por si.

    Enquanto estiverem vendendo, muita gente optará por ele por ser mais barato, e fará vista grossa para a realidade.

    Tenha um lindo fim de semana de paz.

    Beijos.

    ResponderExcluir

QUERIDOS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso