20 de outubro de 2007

LÊDO IVO / Um hospital em Amsterdam


UM HOSPITAL EM AMSTERDAM

As janelas do hospital
eram olhos fechados
de cego ou moribundo.

E eu passava na rua
como quem traz
um ramalhete de flores.

Atrás das janelas
a morte dormia
e eu temia acordá-la
com os meus passos
de intruso.



IVO, Lêdo (Membro da Academia Brasileira de Letras). Mar Oceano. Rio de Janeiro:
Record, 1987 pg.57

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDOS AMIGOS:

1 - Este blog não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso