31 de julho de 2019

MEU BRASIL


        - Taís Luso de Carvalho

Política é a ciência de governar a coisa pública, é a arte de negociar. Mas que coisa frustrante pode ser a política quando esses dois quesitos não atingem os objetivos.

Há muito tempo que vejo coisas tristes no meu país, atitudes decepcionantes e rasteiras. E quem paga é o povo. Vejo o tanto de amizades que se acabam, como também vejo muitos relacionamentos familiares irem pro brejo, em nome de ideologias, ou seja lá o que for falado dos mistérios da política. Os ânimos sempre exaltados, tudo muito agressivo. Pais e filhos discutem, plantam mágoas na tentativa de sustentar (politicamente) o insustentável. Que triste, que cansativo isso tudo! Impossível governar quando a corrupção não tem fim, cada dia uma nova descoberta gigantesca... e faltam recursos para a saúde, para a educação, para a segurança, para tudo. O dinheiro vai para lugares errados. 

Lembro, há muitos anos, quando os estudantes saiam das Universidades e atravessavam os parques à noite, sem perigo algum; crianças iam e voltavam da escola sozinhas. Jamais fiquei ansiosa ou rezei quando meus filhos saíam à noite. Hoje as mães  rezam o terço na dolorosa espera... Será coisa de mãe conturbada,  fantasia ou uma agonia justificada? As famílias  que o digam. 

Tenho acompanhado muitos imigrantes que deixam o país em busca de segurança, mas imigrar não estava em seus planos. Os brasileiros saíam para cursos no exterior, mas com uma saudade  imensa - e voltavam! Eu fui uma. Éramos um povo alegre e feliz.

Há anos, boa parte dos brasileiros estão acuados em relação aos crimes,  aos assaltos diários, de norte a sul do país. Esses milhões de brasileiros, sobrecarregados de impostos, só desejam um país honesto e próspero, mas qualquer  palavra mal colocada  é o estopim para disseminar o ódio, a agressão, a dissimulação e a histeria entre as pessoas. Entre os dois lados.

Não quero mais abraçar praças e lagoas, como atos simbólicos, ou morrer pelo Brasil – como canta nosso belo Hino. Mas o povo nas ruas, eu quero sempre, governaremos juntos. A Operação Lava-Jato - Orgulho do Brasil - eu também quero! Torço pelo novo governo. Não quero  mais desgraça no Brasil, bastaram os  infelizes  anos.

Meu interesse aqui não é polemizar, mas ser solidária com meu país num só pensamento, numa só vontade, um só povo: resgatar a nossa dignidade e a nossa paz. Que esse país levante dos escombros, há muito adormecido, e que nos traga mais vida e orgulho novamente. Quero um Brasil que volte a inspirar o patriotismo da bandeira verde e amarelo: verde/amarelo!!


- Veja o Brasil!





43 comentários:

  1. Taís, longe está o dia em que a tranquilidade de andar em praças e parques,ruas era vigente no nosso país.Agora nos menores lugares, cidadezinhas inimagináveis s~´ao alvo de bandidos. A bandidagem está solta e na política está igualmente. Governo que n~´ao tem o menor preparo, fala como se estivesse em roda de amigos do quinto ano primário e só sabe asneira fazer...
    Está na hora mesmo do povo ir às ruas,salvar a lava-jato, bater panelas, tudo ordeiramente e mantendo o direito de expressão,sem essa divisão de águas que se tornou nosso país...Direita e esquerda juntas visando o melhor para TODOS e para o Brasil!
    MAS DO JEITO QUE ESTÁ não nos deixa ter esperanças. Infelizmente!!
    Uma pena !!!

    BEIJOS PRAIANOS, TUDO DE BOM,CHICA

    ResponderExcluir
  2. Enquanto existir ESPERANÇA vamos acreditar!!! Bj

    ResponderExcluir
  3. Estou contigo nessa prece Taís, para um Brasil mais próspero:)
    e mais felicidade para o povo brasileiro !
    beijinhos
    Angela

    ResponderExcluir
  4. Conmueve, estimada Tais, tu grito potente y angustiado por lo que muestras de la realidad de tu admirada patria. Son vivencias que no notan, por lo general, los turistas, quienes sueñan con conocer Brasil o con volver a Brasil, pero en mayor o menor medida refleja la realidad de un mundo de por sí más inquietante. En mayor o menor medida somos compañeros de un mismo dolor.

    Un beso.

    ResponderExcluir
  5. BOM DIA

    Tudo que aqui li acompanha meus pensamentos e sentimentos. Vivemos acuados e reticentes com tudo que vem ocorrendo e lutando contra tudo para a esperança não nos abandonar. Ideologias e políticas não têm andado de mãos dadas, percebo sempre o interesse pessoal como a maior motivação. bjs

    ResponderExcluir
  6. Tais, minha amiga

    como o "Caipira" da comovente canção da Elis Regina (Romaria) que não sabe rezar, levanto os olhos aos Céus, para desejar o melhor para o amado Povo Brasileiro.

    beijos, minha amiga

    (deixo a Canção, espero que não se importe)

    https://www.youtube.com/watch?v=2r3RgH5LcYE

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde de paz de ceu anil, querida amiga Tais!
    Estou ouvindo o Hino... Que orgulho!
    "Gigante pela propria natureza"...
    Patria amada, Brasil!

    Que seja azul e branco, mas sem corruptos e ditadores! Minimo do máximo que nosso Pais merece e MUITO.

    Tenha dias abencoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu ainda tenho esperanças de que o Brasil vá melhorar! Talvez jamais volte a ser o que era, mas pode melhorar...

    Saí das redes sociais porque andava me aborrecendo e brigando muito por causa da política. Também fiquei triste ao descobrir que mais da metade da minha família defende e prega o comunismo e grita "Lula Livre." Tive decepções...

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, querida amiga Tais, você arrasou com o vídeo do nosso lindo hino nacional, mostrando um pouco da beleza do nosso Brasil.Nosso hino sempre me comove, e mais agora com tantos acontecimentos.
    Precisamos mesmo é ter fé, pois há muita coisa a ser arrumada em nosso país e com pouco de tempo, tudo parece ficar contra.Realmente, os tempos mudaram para pior, pois eu fazia faculdade à noite, e nunca tive problemas e com o meu filho, quando fez a faculdade em Curitiba teve que correr de uns pivetes para não sofrer agressão, e o amigo voltou sem os tênis. Aqui, em nossas cidades fazemos o que está ao nosso alcance, vamos às ruas e continuaremos a lutar por dias melhores. Obrigada por tão emocionante crônica. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Querida Amiga, venho juntar-me a ti neste grito de revolta que mais parece uma prece, Amo esse Brasil, talvez mais que Portugal e não me importo que achem estranho; foi o país que me deu o que não encontrei na minha pátria, foi a nação que me deu o que de mais valioso tenho na vida, os meus filhos, foi o lugar onde vivi muito feliz, sntindo-me em segurança, onde fiz grandes amigos que continuam até hoje a dispensar-me uma grande amizade. onde, em hospital público, tive os meus filhos, onde encontrei médicos tão carinhosos que ficaram nossos amigos e que hoje , ao recordá-los ( já se foram ) me comovo. Fui muito feliz nessa minha cidadezinha do interior, Guaratinguetá, cidadezinha que hoje está
    irreconhecível tal o abondono a que foi votada.; já nada é como era e já a violência também chegou até ela; os filhos dos meus sobrinhos não brincam na rua como outrora fizeram os pais,aos meus amigos já não sentam na praça, à noite, aproveitando aquele calor gostoso que me faz tanta falta. Sempre gostei muito do hino brasileiro, conheco-o bem, mas, Tais...não tive vontade de o escutar agora. O teu grito foi o meu e a nostalgia invadiu-me. Tenho esperanças que o nosso Brasil encontre o seu rumo , para que os meus filhos possam ir aí mostrar aos meus netos aqueles lugares gostosos onde, sem medo, jogavam bola, andavam de biciclete depois de fazerem as tarefas da escola; nós, pais, não nos preocupavamos..não havia perigo.Querida Amiga, Agosto é considerado o nosso mês de férias e, como sempre acontece, vou fazer uma pausa no Começar de novo; continuarei a vir cá sempre que possivel e continuaremos, com certeza com as nossas cartinhas. Ainda bem que vim cá hoje, mesmo tendo ficado triste. Obrigada, Tais, pela bela crónica! Emocionante! Beijinhos aos dois
    Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo e tu me entendes, querida Emília, porém vamos aguardar, pensamos a mesma coisa, comungamos da mesma esperança!
      Quando teu coração deixar, veja o vídeo...bate coração! Mas ele chora em silêncio.
      Beijo, querida.

      Excluir
  11. Esta crônica por certo será bem entendida pelos leitores brasileiros que não estiverem com venda nos olhos. Digo isso porque nem todas as pessoas estão fora de si, mas grande parte delas não pensam por elas mesmas e apenas seguem a cartilha que vem lá do início do seculo 20. Mas as pessoas que estão ligadas à vida normal, cumprindo com as obrigações como pai e mãe, pagando a conta dos gastos para manter a família, essas pessoas certamente entenderão esta excelente crônica de cunho social. Mas não podemos desistir de ter um país decente, sem políticos ladrões, sem empresários ladrões, que formam essa nefasta corrente de corrupção em nome de um país inventado por eles, que querem apenas obter criminosamente o dinheiro para as suas contas bancárias. Estamos no começo, sabemos, Taís, mas acho que podemos manter acesa esta chama, esta esperança que se fez presente neste ano. Bravo, Taís!
    Um beijinho daqui do escritório.

    ResponderExcluir
  12. O grandioso Brasil merece um futuro grandioso.
    E ver-se livre de criminosos.
    Qualquer que seja a cor política.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. "Que esse país levante dos escombros, há muito adormecido, e que nos traga mais vida e o orgulho novamente. Quero um Brasil que volte a inspirar o patriotismo verde e amarelo! Verde/amarelo." Junto o meu querer ao seu, minha Amiga Taís. Ando também há tanto tempo à espera que isso aconteça. Tenho tantos amigos no Brasil. Quero para esse grande País o melhor.
    Um bom fim de semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Querida Vizinha/Escritora, Taís Luso !
    Estou tentando resgatar a dignidade de brasileiro,
    abanando uma tênue e delicada chama de esperança...
    E o teu lindo texto, expressa esta verdade.
    Parabéns e um ótimo final de semana, Amiga !
    Sinval.

    ResponderExcluir
  15. E os brasileiros merecem um país muito melhor.
    Mas sem dirigentes políticos inteligentes e credíveis, não vai ser nada fácil. A menos que o barril de petróleo chegue aos 150 USD...
    Taís, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde Tais,
    O que mais desejo é que o nosso País irmão, o querido e amado Brasil, possa recuperar a sua dignidade e devolver aos seus filhos tudo a que têm direito: paz, saúde, educação.
    Um abraço solidário.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  17. O Brasil é enorme e merece um futuro grandioso para o seu povo, aproveito para desejar um bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  18. "Esses milhões de brasileiros, sobrecarregados de impostos, só desejam um país honesto e próspero..."

    Minha amiga, como a compreendo! Esta sua crónica mostra bem o amor que nutre pelo seu país - esse Brasil que está bem dentro do meu coração.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderExcluir
  19. Comovente, o teu apelo e conscientização de quanto somos uma nação para dar certo. Eu fiz um ciclo de estudos da Escola Superior de Guerra e aprendi que em qualquer lugar do planeta ou do cosmo civilizado, existe uma elite preparada para dirigir o seu país. São pessoas altamente preparadas para dirigir os destinos de um povo. Mas em nosso pais essa elite que poderia ser dirigente, se esconde de vergonha na hipótese de entrar na política e membros dela serem comparados a certos bandalhos que existem entre políticos. Vejamos: ouso dizer que nosso amigo Jair, em quem votei como voto útil, não é aquele estadista preparado, porém é bem intencionado e cercou-se de alguns intelectuais e militares distintos. Agora pensar que fomos governados por um torneiro-mecânico semi-analfabeto, uma anta louca e um mordomo de filme de terror, é dose para mamute dormir e sonhar ser a Bela Adormecida...
    Confio no reerguimento do Brasil e quem andar fora do trilho terá a punição justa, nem que o pais seja o maior em número de presidiários em colônias agrícolas vigiadas por satélites e drones. Quem viver verá, já em futuro próximo - dou quinze anos, se não houver a terceira guerra mundial. Grande abraço! Laerte.

    ResponderExcluir
  20. Exatamente assim, querida amiga Taís. Nem ponto, sem conto! Eu vou postar sobre isso, com toda a certeza. Parabéns!
    Beijo! Você mais do que o merece!

    ResponderExcluir
  21. É triste, mas o Brasil perdeu mesmo a dignidade e a paz. Muito certo o seu lamento, necessário o seu protesto. Um grande abraço, Taís.

    ResponderExcluir
  22. Tais a política, além de ser a ciência de, publicamente se governar um país, é também a arte do esgrimir boas ideias, para o conseguir, segundo ideias democráticas. Evidentemente que jamais se pode chamar democracia, ao governo de um país de 228 milhões de habitantes, onde 54 milhões (segundo estatísticas internacionais credíveis) vive abaixo da pobreza. Noutro plano podemos, sendo o Brasil, em extensão territorial, o quinto maior pais do mundo, com um dos melhores solos e subsolos do planeta, temos de convir: o Brasil é o pais do futuro. Claro que se vislumbra longe essa futuro e é de crer, mais uma vez chegará da Europa, da diáspora que já é visível, na mesma Europa, não só nas redes sociais, como na grande informação: as noticias do Brasil, já chegam com frequência, acresce que já é muito vulgar, numa das muitas pastelaria, o atendimento ser de sotaque do Brasil. Acontece também aqui já haver bastantes casamentos entre pessoas das duas nacionalidades. E muito mais: ontem vi e ouvi um vídeo de uma senhora emigrante do Rio isto, em relação à segurança- "antes quero viver pobre em Portugal, que rica no Brasil".
    Ainda em relação a segurança, há dias coube-me servir de cicerone na ida a uma sessão de fados, aqui em Lisboa, numa das casas, num dos becos da tipica Alfama, e havia admiração por no adiantado da noite ser possível, de Smartphone e riste, gravar toda a ambiência exterior.
    Como muito brasileirâo que só, por vários motivos profissionais, fico feliz por poder reiterar o que preconizava o meu grande amigo Américo Tozini, de São Paulo, já falecido: Brasil será o Pais do futuro, mas daqui a dois séculos, o atraso que terá da Europa ou dos EUA.
    bjs

    ResponderExcluir
  23. Querida Amiga.
    Não sei o que dizer sem repetir-me, por isso, repito: é preciso não perder a esperança nunca, é preciso agir sempre que possível.
    Também desejo muito para o Brasil, paz, honra, dignidade e prosperidade.
    E não sou só eu, a maioria dos portugueses de bom carácter tem a mesma opinião.
    Bom fim de semana,Taís.
    Abraço grande.
    ~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soube, mesmo agora, que Alexandre Frota é deputado federal por S Paulo...
      Rude e ignorante, acho-o um troglodita asqueroso... Não sabia o Brasil tão mal!!

      Vi o vídeo ontem e gostei muito de poder ler o seu poema. É realmente uma fonte de esperança, a crença de que os princípios honestos vencerão a dura prova. Força!
      Beijos, querida Amiga.
      ~~~

      Excluir
  24. É muito preocupante, não só do Brasil, todo o mundo está assim. Portugal andou pelo Globo formando história. Agora estamos neste cantinho que ganha prémios e arde todos os dias.
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. A ver si esta vez se graba el comentario.
    La comprendo muy bien cuando habla de la separación que aprecia en la sociedad de su ciudad por causas políticas.
    Estamos pasando una época dura en Barcelona. De manera increible nos hemos convertido en la ciudad más insegura de España, con mucho, a la vez que los servicios municipales están bajo mínimos y la convivencia se ha deteriorado por una política dirigida a enfrentarnos, cuando hasta hace pocos años éramos una sociedad plural y amigable. Un panorama que hasta para alguien como yo, de naturaleza positiva, se presenta difícil. Todo ello se aprecia mucho más cuando se viaja de punta a punta por el país como acabo de hacer y compruebas que ese gran deterioro es exclusivo de mi ciudad.

    Les deseo que no suceda lo mismo con ustedes. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  26. Taís, cansativo é a palavra certa mesmo! Ótimo texto.
    Não sou otimista nem com povo na rua, os heróis escolhidos pelo povo na última década tem decepcionado, as máscaras tem caído uma por uma,eles são frutos de uma ilusão, de que existe perfeição , que o mal tem lado e partido político. O ser humano é corruptível, muitos são oportunistas, estão em todos os partidos(assim como na sociedade em geral) se pintam de santos para iludir, o importante são seus projetos de poder e/ou enriquecimento.
    Nada é pelo social, no máximo umas migalhas para disfarçar e manter o adormecimento do bom senso e questionamento.
    Em tempos de redes sociais as pessoas defendem o seu voto antes e depois das eleições, o eleito pode fazer as piores porcarias e os que votaram se calam. Seria hora de todos cobrarem e não de dizer amém.
    Sem esperanças, minha amiga.
    Abraço e um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  27. Querida amiga Taís
    Costumo dizer que para mim política é assunto tabu. Isto porque aquando da revolução dos cravos, em Portugal, em 25 de Abril de 1974, eu apanhei uma overdose de política, e a seguir fiz a desintoxicação 😉
    Com o marido coronel do Exército vivi intensamente esses tempos, e assisti a muitas voltas e reviravoltas a ponto de ficar saturada.
    Agora limito-me a observar e criticar (e critico muito) mas não tomo qualquer outra atitude para além dessa.
    Tem toda a razão quando refere que os tempo (os hábitos) mudaram muito. É claro que não podemos culpar os políticos por tudo que acontece... mas a verdade é que eles são causadores da maioria dos acontecimentos, e raramente estão à altura de resolver os problemas.
    Para vós (como para nós...) eu desejo um futuro risonho, ainda que os indícios não sejam os melhores...

    Gostei imenso do vídeo. A música do hino é muito bonita e a letra é lindíssima. E tem imagens muito bonitas.

    Desejo bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  28. Esos problemas que nos cuentas no son únicas de tu país, aquí hay problemas similares.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  29. Pasando para desejar tudo de bom bjs

    ResponderExcluir
  30. Nunca fui ão Brasil e por isso não posso julgar mas tenho alguns amigos brasileiros emigrantes, e sei uma coisa , são todas pessoas maravilhosas.
    Beijo

    ResponderExcluir
  31. Querida Taís
    Seu texto está excelente.
    Nosso país é maravihoso e tão rico.
    Pena tanto descaso.
    Um ótimo domingo e feliz nova semana.
    Beijinhos de
    Verena.

    ResponderExcluir
  32. "Que esse país levante dos escombros, há muito adormecido, e que nos traga mais vida e orgulho novamente. Quero um Brasil que volte a inspirar o patriotismo da bandeira verde e amarelo: verde/amarelo!!"
    Parabéns, Taís.
    Acredito no futuro.

    Grande e solidário abraço.

    ResponderExcluir
  33. Minha querida Taís,
    Tu se lembra quando a cantora Vanusa Santos Flores... Conhecida como a musa do Iê-Iê-Iê da Jovem Guarda (em março de 2009), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo errou a letra do Hino Nacional? Em 2011 ela repetiu a dose e se bobear, não aprendeu a cantar o hino até hoje. Quem sabe ela entra aqui no teu blog e aprende a letra???
    As pessoas brigam por política de tolas que são, pois, a maioria desconhece até o que representam as estrelas contidas na bandeira do Brasil... A frase: "Ordem e Progresso", essa então esquece... Faz tempo que o povo esqueceu o significado!
    Mas, somos o país do futebol... Somos??? ALEMANHA 7X1... Deixa quieto!!!
    Vivemos no país de quem diz que não pratica "a velha política"... Mas, onde está a nova política do Brasil, se o nosso atual presidente foi parlamentar por quase três décadas? A questão é: falam muita bobagem e continuam não fazendo nada. No Brasil não existe fome, desmatamento na Amazônia, violência urbana, quadro de saúde e educacional lamentáveis, etc...
    Mas, é como bem disse Luís Vaz de Camões: "O fraco rei faz fraca a forte gente!"
    Voto facultativo já!!! Pois, vou acabar sendo acusado de racismo, de tanto que tenho votado em BRANCO!!!😂😂😂
    Beijos
    Até breve!!!

    ResponderExcluir
  34. Desejo-vos sorte e que nunca percam a esperança. :))

    Com as férias em "banho maria"...já sentíamos saudades vossas e resolvemos dar notícias, até porque, merecem toda a nossa consideração. Esperamos que estejam todos bem.
    Do nosso querido poeta, Gil António -Amor livre, sem amarras

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça-Feira

    ResponderExcluir
  35. Me dê cá tua mão, Taís, e vamos par e passo às ruas defender a Lava-Jato e o combate à corrupção endêmica que nos estrangula e arruína há décadas. Quero vida digna e respeitosa para todos os brasileiros. Impostos bem empregados na saúde, na educação e na segurança, merecidos pela população. Quero integridade e respeito à coisa pública.Quero um Brasil em vanguarda e aplicação dos bons valores e das boas ações pelo bem do povo.Eu quero tudo isto e mais o quê compuser a prosperidade do país e do nosso povo.

    Falei(escrevi) muito, rsrsrs... teu texto é sempre motivador.
    Bjsss,
    Calu

    ResponderExcluir
  36. DO seu texto, Taís, transborda sentimento e amor pátrio. Não há nada como manifestar representações positivas, no sentido de tocar a reunir, em nome de um Brasil renovado, onde todos contribuam para o reforço dos conceitos emblemáticos que a bandeira ostenta. Toda a nação sairá a ganhar, mas para isso são necessários exemplos de maturidade e liderança, já que o povo é sempre criança.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  37. Oi Tais!Belissima postagem! Menina, e nosso pais precisa de um exorcismo de imediato. Pais lindo e com uma politicagem de baixo nível… Será que nunbca acertamos o caminho? Deus nos acuda! GRande beijo.

    ResponderExcluir
  38. Olá, querida amiga!
    Desta vez a tua crónica tem tanto de beleza como de tristeza.
    Amo o teu país lindo! Já o visitei mais do que uma vez e sempre me senti em casa.
    Sei do que aí se passa pela comunicação social. E não gosto do que oiço/vejo.
    Caminho ao teu lado na luta pelo resgate da dignidade, paz e prosperidade do teu Brasil.
    Beijo, de muita esperança.

    ResponderExcluir
  39. Parece que esa inseguridad se va extendiendo a todos los países. Hace ya más de 10 años en España había más seguridad que ahora.

    Besos

    ResponderExcluir
  40. Faço minhas as suas palavras, Tais... que o patriotismo se inspire no verde e amarelo da vossa bandeira... na melhoria das condições de vida do povo, e não na persecução de interesses próprios... e já agora... na preservação do verde... do pulmão do mundo que é a Amazónia... e que vem sendo destruída ao ritmo da área de 3 campos de futebol por dia!... Como é possível isto?... Com consequências... devastadoras, não só para o vosso clima... mas para o clima do mundo inteiro!...
    Enfim!... Termino com uma frase de Eça de Queiroz... sempre actual, como a realidade diária o vai mostrando, um pouco por todo o lado... "políticos e fraldas, devem ser trocados de tempos em tempos, pelo mesmo motivo"...
    Beijinho, Tais! Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  41. Tais, boa tarde! Voltei, estava viajando, aniversário da netinha do maridex, que mora em Belo Horizonte. Foi muito bom!
    Sobre as tuas linhas, que li sem parar: eu não tenho esperanças, embora a natureza comprove que tudo tem começo, meio e fim, tudo se transforma. Mas vai demorar e está tudo tão escancarado na nossa frente, tanta desordem, tudo em nome da manipulação, tudo em nome de deus e tudo termina em um povo manipulado, que acredita em um salvador, quase um messias, o que é isso? Não saímos do lugar, em muitos pontos, estamos até piores.
    Agora me diga, como sair deste lodo que agarra e imobiliza, com um povo que não reflete, que acredita em fake news e assim, decide o futuro? Não questiona, não pesquisa, não estuda, não se aprofunda para saber a realidade dos fatos. Isso vai longe, aqui o solo é fértil para mando, desmando, desrespeito, mentiras, enganação.
    Estou afastada, pelo menos um pouco, das notícias. Tenho tentado me proteger, porque já andei muito nervosa.
    Desculpe o desabafo, mas sinto muito de viver em Brasil que não reconheço, porque já andei nas ruas, época que voltava das aulas na faculdade, por volta da meia noite, do ponto de ônibus até a minha casa e era seguro, era digno. Eu vivia em uma terra que era um país.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir

AOS AMIGOS

Muito obrigada por deixar seu comentário, se necessário for, deixarei resposta a alguma pergunta.
Abraços a todos
Taís