17 de fevereiro de 2019

A BLOGUEIRA MAIS IDOSA DO MUNDO

"O maior desafio do ser humano é superar seu próprio medo".

      - Taís Luso

Dagny Carlsson está com 106 anos, é um exemplo de mulher, leva sua vida com alegria e determinação! Pesquisei bastante sobre ela, andei pelo seu blog (traduzindo para o português) e hoje a trago aqui para que meus amigos também a conheçam. É uma lição de vida o seu otimismo, a sua garra.

Nasceu na cidade de Kristianstad, na Suécia em 8 de maio de 1912 - quase 107 anos. E como é esperta! Tem opinião, fala de tudo, e o que a move é a curiosidade. Bojan - é como assina suas postagens no blog.

Dagny, ainda jovem, começou a trabalhar como costureira numa fábrica. Mais tarde estudou em um instituto têxtil em Norrköping. Porém, o que a tornou famosa foi o fato de se tornar uma blogueira, quis ser uma voz para defender a dignidade dos idosos na sociedade, com seus textos e suas opiniões. Dagny vive no apartamento de 99 metros quadrados há mais de trinta anos, mora sozinha depois que seu marido Harry faleceu em 2004, aos 91 anos. Ela não teve filhos,  tem sobrinhos - 70 e 65 anos. 

Ganhou seu computador dos familiares, aos 99 anos. E daí para a criação foi um pulo! Aos 104 anos de idade, Dagny Carlsson ganhou status de celebridade na Suécia.
Fala dos direitos dos idosos, dos desafios da velhice, do tempo em que não havia telefone, geladeira e por aí afora. Uma volta ao tempo muito pessoal, muito bom de se ler. 

"Os idosos não são estúpidos como a sociedade pensa. É preciso mudar esse conceito. As pessoas mais velhas são tratadas, em geral,  como se fossem crianças  ou como se fossem idiotas. Dizem aos idosos, ‘você não entende isso’, ‘meu velhinho’ e coisas assim. Eu digo que os idosos merecem mais respeito” -  desabafou Dagny.

Com alegria conta que as crianças a escrevem, que leem seus textos. Atualmente vive em Estocolmo, e diariamente passa algum tempo no computador vendo as novidades no mundo, e tudo feito com alegria, porque segundo ela, a vida não acabou, vive com intensidade e comunica-se com os amigos distantes. Adora comentários - deixei um numa de suas postagens. Dagny Carlsson mexeu comigo, com minhas emoções e, certamente, mexerá com a de vocês, também! 
Maravilha!! Dê uma olhada na nossa blogueira no vídeo abaixo.
Adorei conhecê-la!
________________

Blog: aqui     (posts 2019)  
Blog home
Facebook



Aqui com 106 anos
no computador
Com o Rei  Carl  Gustaf  e  a rainha Silvia.
                        foto quando jovem
Parabéns, Dagny Carlsson, adorei conhecer você!
Que belo exemplo!




56 comentários:

  1. Obrigada pela partilha gostei mt de saber que ainda ha pessoas com essa linda idade bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu conhecia essa blogueira e sua história.Lindo! Que bom ver a animação ! beijos, linda semana,chica

    ResponderExcluir
  3. Fantástica!

    Beijinho e uma boa semana:))

    ResponderExcluir
  4. Segredo de uma longa vida?
    Recusar envelhecer.
    Afinal é simples, não é?
    Beijo, boa semana

    ResponderExcluir
  5. Que delícia vir aqui hoje , esta senhora é um exemplo de bem viver, o segredo é que não desistiu, planeja o futuro, vive o presente sem pensar no amanhã. Parabéns pela escolha!
    beijos e se tiver tempo ativei a casinha da Didi, exclui tudo e começamos tudo de novo, claro que as histórinhas são dela. Deixo o link https://historinhasinfantisdadidi.blogspot.com/ beijos

    ResponderExcluir
  6. Que ricura de mujer.
    Corazón joven, a pesar de las arrugas
    Es lo que importa, no los años cumplidos.
    Me encanta esa mujer...
    Feliz semana amiga.
    Un beso

    ResponderExcluir
  7. Gostei de conhecer!
    ...
    Meu avô paterno faleceu com 107 bem lúcido!!!
    Boa semana ...

    ResponderExcluir
  8. Querida Taís
    Que notícia linda para começar o dia!
    Abri o computador, vi ( não é costume acontecer...) que havia aqui post novo, e resolvi vir espreitar.
    Desconhecia por completo essa senhora. Com todo esse discernimento e "cabeça boa" vale a pena viver tantos anos.
    Obrigada pela partilha. Vou lá espreitar o blog dela.

    Desejo uma semana feliz
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  9. Fiquei boquiaberta. Muitos parabéns a essa Diva da internete. Adorei Isto sim, é ter força de vontade.:))


    Hoje:- Sou tudo, sou nada. Sou o coração vadio.

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda - Feira.

    ResponderExcluir
  10. Qué bien, apreciada Tais, que muestres en plenitud a Dagny. Es sin duda, por todo lo que nos revelas de ella, una bloguera ejemplar.

    ResponderExcluir
  11. a senhora está muito bem ainda, tendo em conta a idade!
    irei ver isso tudo com mais tempo!
    feliz dia Tais,
    Angela

    ResponderExcluir
  12. Obrigada Tais. Gostei imenso de conhecer esta senhora! Que exemplo!!
    Boa semana para vós!

    ResponderExcluir
  13. Gostei tanto de conhecer Dagny Carlsson e a sua história. É a sua curiosidade e o espanto com a vida que a fazem viver assim cheia de lucidez. Obrigada por partilhar, minha Amiga Tais.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Um exemplo de ser humano. Gostei de conhecer sua história e sua trajetória ao longo dos 106 anos de vida. Obrigada pela partilha amiga Tais
    Uma feliz e abençoada semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Que maravilha! Tenho 77 e quem me dera chegar aos 90 a clicar na tecla certa!

    O meu abraço.

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito em saber que a idade não conta e sim a lucidez e vontade de viver,principalmente em escrever.
    Que Deus a abençoe.
    Bjs Taís.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  17. Obrigada por essa postagem, um presente para nós, seus leitores. Que senhora bacana e jovial, areja nosso pensar no futuro♥

    ResponderExcluir
  18. Muito obrigada Taís!
    Que coisa mais linda, e encantadora esta Senhora!
    É mesmo de louvar, este exemplo de mulher!
    Adorei esta sua partilha maravilhosa, minha amiga!
    Bjs com meu carinho,😘 Seja muito Feliz.🌺🍀🎀

    ResponderExcluir
  19. Nossa, como é bom abrir a janela e surgir da sombra a figura de Dagny.
    Ao vê-la tão fagueira, já não me sinto só. É muito gratificante saber que há alguém tão leve do outro lado e infatigável.
    Nunca a conhecerei pessoalmente, Dagny, também não a esquecerei depois que Taís a trouxe para tão perto.
    Obrigado pela partilha, minha querida Taís!
    Uma boa semana,
    beijo,

    ResponderExcluir
  20. Encantou-me esta sua postagem pois conhecer uma senhora com 106 anos lúcida e feliz e ainda, mostrando todos, como se pode viver independente da idade alcançada, Obrigado Taís.
    Um abraço .Élys.

    ResponderExcluir
  21. Oi Taís!
    Bom estar aqui novamente e ler algo tão inspirador e motivador! Não conhecia a Dagny, uma pessoa excepcional! Obrigada por nos apresentar! Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Simplesmente deliciosa e emocionante, a história de vida que nos trouxe, Amiga Tais.
    Esta senhora, felizmente, encontrou mais uma forma de sentir-se acompanhada e partilhar os seus momentos com outras pessoas que igualmente vivem sós, independentemente da idade que tiverem.

    É verdadeiramente caso para dizer: "Admirável Mundo Novo". :)
    Adorei. Obrigada pela partilha de algo tão belo.

    Beijinhos e boa semana, Tais.

    ResponderExcluir
  23. Admirada dejan su vitalidad y buena salud y hago mías estas afirmaciones:
    As pessoas mais velhas são tratadas, em geral, como se fossem crianças ou como se fossem idiotas. Dizem aos idosos, ‘você não entende isso’, ‘meu velhinho’ e coisas assim. Eu digo que os idosos merecem mais respeito” - desabafou Dagny.

    Creía yo que eso sucedía solo en España por las peculiaridades de nuestro carácter pero tampoco me reconforta saber que esto pasa hasta en Suecia un país tan admirado por mí. Hará ya unos 14 años escribí un poema sobre la vejez, "somos seres de hojalata, tiempos atrás, fuimos de plata" y quizás, lo vuelva a publicar. Callar la realidad, no ayuda a nadie: al que lo sufre ni al que no lo entiende. Los mayores estamos vivos y no, necesariamente, demenciados.

    Gracias por compartir el tema. Saludos muy afectuosos y cordiales.

    ResponderExcluir
  24. Querida Tais, obrigada por pesquisares e partilhares a maravilhosa história da velhinha (ela não vai gostar...) blogueira.
    É um exemplo fantástico! A prova, como ela diz, que "os idosos não são estúpidos como a sociedade pensa".
    Amei, querida amiga.
    Beijo e boa semana.
    (Agora, vou visitar a famosa blogueira.)

    ResponderExcluir
  25. Impressionante, Tais! Não conhecia esta blogueira e agradeço-te a partilha. Se eu soubesse que iria ter essa lucidez, pediria à vida, todos os dias, que me desse muitos anos, mas, como isso é uma incógnita e, na minha opinião, não há nada que possamos fazer para a garantir, fico quietinha e não peço nada. Com lucidez e com saúde, poderemos viver muitos anos sozinhos e sem ajuda, mas, o pior é que, quando se tem lucidez, não se tem saúde e, quando se tem saúde, relativa, claro, falta a lucidez. Aquela senhora com quem fazia voluntariado ( agora deixei) tem 90 anos, vive sozinha, tem uma lucidez impressionante e uma bos saúde, mas, tem problemas nas pernas o que a impede de sair à rua sozinha, pois tem medo de cair. E é assim, querida amiga, essa senhora é muito abençoada e sabe aproveitar bem essa bênção que tem recebido. Dá uma lição a todos aqueles que têm idade avançada, têm saúde, tem lucidez e passam o dia sentados num sofá, em frente ao televisor, desanimados, achando que o que lhes resta é esperar a morte
    Querida amiga, assim é bom chegar à velhice, mas, como esses casos são raros, não acho que vai ser a mim que me vai calhar essa sorte e, por isso, continuo a dizer que esta etapa da vida é triste e que, se pensar muito nela, fico com medo. Essa senhora é uma guerreira, apesar da bênção que recebeu e merece a nossa admiração; não ficou em casa à espera da morte e mostra a sua gratidão vivendo a vida como ela deve ser vivida, com alegria e emoção . Tais, irei ver o blog dela, sim! Obrigada por me dares a conhecer esta senhora e, como sempre, te dou os parabéns pela belissima crónica, desta vez, tratando a velhice pelo lado mais bonito. Pena que não haja só este lado nesta fase da vida, não é amiga? Beijinhos e boa noite
    Emilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emília querida, entendo tua posição perfeitamente, a gente tende a pensar assim, nem me imagino com 107 anos, não chegarei, porém essa 'senhora guerreira', fica como um exemplo de determinação para nós todos. Ela pensa em vida, em escrever, em cuidar da sua vida, pagar suas contas, fazer sua comida e ajudar os idosos, dar-lhes mais dignidade, maior qualidade de vida. Esse é o exemplo que ficou muito forte pra mim. Enquanto houver vida... avante, vamos lutar! Esse foi o meu objetivo de trazê-la aqui. Ela tem algo de diferente, e quer passar adiante.
      Beijo, minha querida!

      Excluir
    2. Isso, mesmo, Tais, enquanto houver vida, na verdadeira acepção da palavra, é nossa obrigação seguir " " avante, vamos lutar " e passar o nosso testemunho. Obrigada, amiga, pela resposta. Juro aqui, perante todos que, se tiver esta bênção, agradecê-la-ei, vivendo e ajudando os outros a viver. Um beijinho muito, muito especial
      Emilia

      Excluir
  26. É fascinante o exemplo de Dagny Carlsson, querida Taís! Talvez o prazer de se entregar a desafios a rejuvenesçam.
    Vemos, por nós, como tivemos que responder ao novo mundo da tecnologia e a gratificação de vencer obstáculos, tendo - no entanto - a certeza de que a todo o momento estamos desatualizados.

    Gostei imenso.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  27. Que bela curiosidade Taís e nos trás uma figura interessante.
    Encantou-me a sua lucidez nestes 106 anos blogando e antenada
    com as noticias. Merece todas as honras e homenagens.
    Uma bela apresentação amiga.Um exemplo de que a longevidade tem lá seus frutos.
    Gostei de conhecer e passear no seu blog.
    Semana maravilhosa para vocês com paz e alegrias.
    Que possa sempre trazer coisas fantásticas.
    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
  28. Muito admirável aquela Senhora de 106 anos tão viva e esperta . Ainda me falta 40 anos e já estou a coxear
    bjs

    ResponderExcluir
  29. No son todos los mayores los que llegan a esa edad con tanta lucidez y tan buen estado de ánimo. Mi vecina de enfrente era una mujer así, hubiera cumplido este mes los 99 años, pero hace ya un mes que no está con nosotros.

    Besos

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde Tais,
    Muito obrigada por esta majestosa partilha.
    Adorei saber sobre a existência desta maravilhosa senhora, um exemplo para todos nós!
    Ela tem muita razão. As pessoas que vão envelhecendo com boa saúde mental não deixam de continuar a ser elas próprias e a ter seus gostos como antes. São tratadas muitas vezes sem respeito e a sociedade em geral considera-as um estorvo.
    Devemos respeitar mais os idosos, porque a eles devemos muito e continuam a ser gente.
    Parabéns à senhora Dagny Carlsson pela sua longevidade e lucidez.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  31. gostei muito de conhecer essa distinta Senhora
    que ela nos sirva de estímulo e exemplo.

    é caso para dizer, minha amiga, remetendo-me ainda à sua crónica anterior, que ainda há Tias dignas de o serem...

    beijo

    ResponderExcluir
  32. Me has hecho recordar a una señora de la pequeña localidad donde nací que murió con esos años. No dominaba estos artes pero si que cuando iba con alguna de sus hijas a Madrid se desenvolvía bien por lo que me comento algún nieto.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  33. Oi Taís,
    Linda história de vida, irei visitar o blog dela.
    Não quero viver tanto assim
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  34. Uma linda história e, de fato, nos emociona! É um exemplo de vida, de alegria, dinamismo e, sobretudo, respeito e valorização dos idosos!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  35. Gostei muito da partilha, é inspirador; assim vale chegar a esta idade. Grata. bjs

    ResponderExcluir
  36. Muito interessante e um exemplo de vida, aproveito para desejar a continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  37. Olá, Taís

    Mais um belíssimo post, um tema colhido na sabedoria da Vida vivida. E também o exemplo de que enquanto estamos vivos para a frente é que é o caminho. Aproveitar as coisas boas que o progresso nos oferece e dar-lhes bom uso, é o que esta bela Senhora nos ensina.

    Aproveitemos todas as oportunidades que se nos deparam para fazer aquilo de que gostamos e também para compensar com amor os entes queridos e as pessoas que nos rodeiam, no nosso trabalho e na nossa comunidade.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderExcluir
  38. Tais gostei muito de ter sobre Dyane, o bloggeira a colega mais velha do mundo, destas andanças. Quem pode saber como eu, o que ela está a fazer e dar uma lição de vida, enquanto está a viver com qualidade, ampliando a vida a vida, o que sempre deve ser feito ao invés do usar o escudo da preguiça mental. Já agora conto; cheguei a adquirir um pequeno notebook, para fazer fisioterapia aos dedos, dado que fiquei e os sentia muito grossos. Valeu a pena. E tenho a certeza, pelo que observei, Dyane, Se para ela fosse necessário faria isso pois ela é suficiente inteligente, para perceber o que lhe convém, a para alongar a vida. De notar que ao estar a rainha Silvia, esteve com uma mulher de origem brasileira, de língua Lusiada também. Parabéns a Dayane e a que divulga a interessante notícia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Impressionante a agilidade e vivacidade que ostenta.
    Desconhecia por completo.
    Obrigado por dar a conhecer Taís.
    Bj

    😉
    Olhar D'Ouro - bLoG
    Olhar D'Ouro - fAcEbOOk
    Olhar D'Ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

    ResponderExcluir
  40. Taís, eu não conhecia essa blogueira e foi inspirador conhecer a história dela!
    Primeiro para eu não desanimar com o blogue, que por vezes deixo-o tão abandonado.
    E também esse exemplo de vida, que com mais de um século de viver, ainda tem tanto a ensinar!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  41. Boa tarde, querida Tais,como sempre você nos traz belos e instigantes assuntos.
    Conhecer esta linda blogueira que não deixa que sua idade seja empecilho para isso, é encantador. Faz com que nós paremos um pouco para refletir sobre a vida, sobre o tempo, sobre a idade. As atividades, na velhice só podem nos fazer bem. Parabéns, querida Tais e obrigada pela crônica. Beijos!

    ResponderExcluir
  42. De emocionar! beijos

    ResponderExcluir
  43. Dagny Carlsson é uma estrela que envia para os seres humanos a luz da
    sabedoria e da esperança de que a vida está acima do tempo.

    Me comovi deveras com sua partilha, lembrei da minha mãe muito inteligente e cheia de vida, mas que não teve a oportunidade de aprender ler e escrever devido a cultura
    do meu avô na época, mas ela com cuidado e amor sempre fez questão que seus filhos aprendessem tudo o que estivesse ao alcance deles.

    O saber e o querer aliados fazem grandes milagres acontecerem.

    Agradeço por esse momento, boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela sua participação, Ronilda, gostei muito de seu depoimento. Seja bem-vinda ao blog!
      Grande abraço.

      Excluir
  44. OI TAÍS!
    QUE EXEMPLO DE PESSOA. ENQUANTO IDOSOS COM BEM MENOS IDADE DO QUE ELA ESTÃO DESISTINDO DE "VIVER" ELA MOSTRA VITALIDADE E PRAZER DE ESTAR INSERIDA E APRENDENDO.
    ACHO QUE O CAMINHO É ESTE, TEMOS DE SEMPRE ACHAR ALGO QUE NOS INSTIGUE E DÊ PRAZER.
    LINDA ESCOLHA PARA O POST AMIGA.
    ABRÇS
    https://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  45. Gostei tanto, mas tanto deste post, Tais!...
    Que me deu a conhecer esta blogueira extraordinária, e um verdadeiro exemplo de vida... para gente de todas as idades!...
    Isto sim... é saber viver!...
    Magnífica e inspiradora partilha, Tais!
    Beijinhos! Continuação de uma óptima semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  46. Tais, boa tarde!!
    É um presente de extrema beleza e de raro sentimento, esse com que nos presenteia. Amei essa senhorinha imediatamente, pelo simples fato de ela representar tudo o que queremos de tudo que esta vida pode nos dar: o privilégio de encanecer lucidamente, e trazer no corpo vivido a vivacidade juvenil dos que se recusam a ver a mente e o coração derrotados pelo tempo. Que exemplo! Que inspiração! Que admiração sem tamanho! Uma das coisas mais lindas que já vi ultimamente!!
    Gratíssimo!
    Um abraço carinhoso
    Ângelo Feinhardt, Fe

    ResponderExcluir
  47. Boa tarde de paz, querida amiga Taís!
    A alegria estampada em seu rosto é tão notória que faz jus à sua rara e bela idade.
    Sempre com artigos interessantes aqui nas crônicas bem escritas com que nos brinda.
    Tenha dias felizes e abençoados!
    Tão bom passar por aqui sempre.
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    Bjm carinhoso e fraterno de paz
    🤩🙏😘

    ResponderExcluir

  48. TAÍS,

    sabe de uma coisa? Estamos vivendo um inicio de milênio que se caracteriza por quebra de paradigmas e conceitos conservadores e esta questão da idade cronológica está sendo desconstruída aos poucos, pois,hoje viver muito e ultrapassando os antigos letais marcos dos 70 e 80 anos vai se tornado uma realidade.
    É verdade que este aumento substancial da sobrevida desta querida Dagny Carlsson e seus 106 anos deve ser analisado em muitos detalhes.
    A primeira observação é a de que, não basta viver muito e sim , viver muito com absoluta qualidade de vida, pois doenças como as Cardiovasculares e Cerebrovasculares (AVC), hipertensão arterial,câncer, diabetes, a terrível doença de Parkinson e outras demenciais como Alzheimer além, das doenças pulmonares obstrutivas crônicas que, em geral premiam os fumantes com enfisemas pulmonares,podem ser muito frequentes nestas sobrevidas maravilhosas como a da Dagny.
    A medicina e a engenharia medica além da biotecnologia em geral tem se virado como pode e junto com as novas descobertas farmacológicas estão facilitando em muito chegarmos além e muito além, das possibilidades cronológicas de ontem.
    Porém, o melhor antidoto contra a morte ainda é o amor, amar na plenitude das nossas capacidades psíquicas e emocionais, amar a Deus sobre todas as coisas, amar a família, amar o vizinho ( sim, isto é possível kkk) , amar as sogras ( também é possível kkk), amar a natureza, a chuva , os pássaros, todos os animais e principalmente, em qualquer idade amar o amor idílico quem até ontem era prerrogativa dos jovens!!!
    O amor na terceira idade é fundamental, o abraço no parceiro ou parceira, sentir-lhe o calor, beijar e dar uns bons "amassos" e viajar, é a melhor e indiscutível formula de se viver muito e com muito prazer até o último suspiro.
    Só o amor constrói para a eternidade, amor de todas as formas e conteúdos e principalmente, o amor que leva o parceiro para a cama e faz com que todos revirem os olhinhos, seja aos 60, 70,80,90 ou 100 anos.
    Revirar os olhinhos em qualquer idade e sentir a vida pulsar em todos os poros!
    Estou certo querida Dagny Carlsson?




    ResponderExcluir
  49. TAÍS,
    esta senhora nascida na Suécia, que em maio completará 107 anos de idade, poderia estar nas páginas da revista Seleções da Reader's Digest (revista que lia nos meus tempos de colégio) nas páginas que levavam o título "Meu tipo inesquecível". Certamente ela preencheria todos os requisitos exigidos pelo articulista desse espaço da revista. Quanto a essa possibilidade não se pode discutir, pois Dagny Carlsson é mesmo um tipo inesquecível, com sua vida independente, ativa e, além disso uma blogueira que está na Internet servindo de exemplo para todas as gerações.
    O que se pode esperar mais dessa mulher maravilhosa? Além disso, Dagny teve a sorte de ter herdado uma constituição forte e saudável, e mais ainda, de ter nascido na Suécia, onde o Estado cobra um Imposto de Renda muito alto, mas dá tudo o que uma pessoa precisa para viver sem preocupações financeira.
    Bravo Dagny Carlsson!
    Beijinho daqui do escritório.
    Pedro

    ResponderExcluir
  50. Que belo exemplo. Vou conhecer. Beijos .

    ResponderExcluir
  51. Oi Tais!Assim são os idosos, pessoas que trazem impregnado nelas o testemunho de uma geração devido ao acúmulo dos anos vividos. Para eles, hoje, o tempo não tem a mesma importância de outrora, e se ainda usam o relógio de pulso, é apenas como um acessório. Com a idade avançada, os passos se tornam mais lentos e os sentidos debilitados, alguns ainda mantêm a lucidez suficiente para contar suas repetidas histórias, as quais parecem ter importância, sobretudo, para os netinhos. Assim como aqui conheci, é Dagny Carlsson!Exemplo de persistência , coragem e dinamismo , não importando a idade. Belissimo post , Tais! Grande beijo. Feliz semana.

    ResponderExcluir
  52. Uma blogueira que merece admiração e aplausos! Longevidade assim, c lucidez e qualidade de vida/Suécia, vale a pena!...
    Gostei demais do post, Taís!
    Abçs e bom feriadão...

    ResponderExcluir
  53. Amei saber, Tais!
    Que linda, pelas fotos, dá muita vontade de conhecer.
    Como sou muito atuante no Instagram, achei ela por lá e já sigo.

    ResponderExcluir

AOS AMIGOS

Muito obrigada por deixar seu comentário, se necessário for, deixarei resposta a alguma pergunta.
Abraços a todos
Taís