18 de dezembro de 2009

MATAR / Carlos Drummond de Andrade



MATAR
Aprendo muito cedo
a arte de matar.
A formiga se presta
a meu aprendizado.
Tão simples, triturá-la
no trêmulo caminho.
Agora duas. Três.
Milhares de formigas
morrendo, ressuscitam
para morrer de novo
no ofício a ser cumprido.
Intercepto o carreiro,
esmago o formigueiro,
instauro, deus, o pânico,
e sem fervor agrícola,
 sem divertir-me, seco,
exercito o poder
de sumário extermínio,
até que a ferroada
na perna me revolta
contra o iníquo protesto
da que não quis morrer
ou cobra sua morte
ferindo a divindade. 
A dor insuportável 
faz-me esquecer o rito 
da vingança devida 
já nem me acode o invento 
de supermortes para 
imolar ao infinito 
imoladas formigas 
Qual outra pena, máxima, 
poderia infligir-lhes, 
se eu mesmo peno e pulo 
nesse queimar danado? 
Um  deus infante chora 
sua impotência. Chora 
a traição da formiga 
à sorte das formigas 
traçada pelos deuses.

----//----

Drummond de Andrade, Carlos, 1902.
Menino antigo: boitempo-II. 2.ed. Rio de Janeiro, J.Olympio 1974


21 comentários:

  1. Drummond é sempre brilhante.

    Beijo, Tatá!

    ResponderExcluir
  2. Um poema maior, este que aqui nos apresenta, Tais.
    Um bom fim de semana, habitado com o espirito da quadra que se aproxima.

    Um beijo de amizade e respeito para si.
    Francisco

    ResponderExcluir
  3. Que possamos nesta data exercer a parte mais podedorosa da divindade, o perdão...

    Feliz natal e um próspero ano novo para ti.

    Fique com Deus, menina Tais Luso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Boas Festas Taís!

    Que 2010 venha com a paz de criança dormindo!

    Abraço mineiro.

    ResponderExcluir
  5. Esse poema não conhecia. Obrigada por postar algo do Drummond!!!

    Adoro seu blog!

    Um Natal maravilhoso (mesmo com tanta notícia ruim né?) e um ANO MARAVILHOSO para você e sua família!

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Taís!
    Adoro Drummond!
    Um lindo Natal e que 2010 seja repleto de alegrias.
    Bjkas!!!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia.
    Vim aqui ver as novidades mas, especialmente, desejar que passe um Natal Feliz junto de todos que lhe são caros.

    ResponderExcluir
  8. Olá Tais,

    Este poema do Drummond, que eu não conhecia, confesso, ensina a mim duas coisas:

    1)Aquilo que o próprio poema pretende: mostrar não só a bestialidade humana com o mais fraco, como o seu descaso pelo sorte do pequeno.

    2)Que temos todos nós, os escritores tupiniquins (eu, principalmente), parar já de escrever e passar o resto da vida apenas lendo, lendo, lendo e lendo, todas essas maravilhas que foram concebidas e que, mutas vezes, nem conhecemos!

    1 bjão de Natal pra vc
    Cesar

    ResponderExcluir
  9. Olá amiga TAÍS

    Apesar de uma ausência forçada, sempre mantenho os amigos no coração e na lembrança. Por tal,
    hoje estou de visita para lhe endereçar meus votos de un Natal muito feliz e um Novo Ano muito próspero, com luz, paz, amor e
    saúde.

    Beijos

    Alvaro

    ResponderExcluir
  10. Olá Taís,
    Drummond será sempre um presente, amiga.
    Você também foi um presente virtual e especial que ganhei este ano que se fecha. Que nossa amizade atravesse os anos.
    Um feliz Natal para você e toda sua familia.
    Bjs,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  11. Tais,
    Não obstante a minha implicância com o uso comercial do "espírito natalino", não tenho como escapar da influência que a data exerce sobre o meu emocional que ainda teima em crer que a humanidade não é caso perdido e que podemos construir um mundo mais justo, sem violências e sem preconceitos. Em suma: sou um ingênuo assumido.
    Sendo assim, é inevitável que venha para deixar os meus votos sinceros de que você tenha um feliz natal e que o ano novo não seja apenas uma nova página no calendário, mais um marco de mudança que inaugure uma nova era de paz e felicidades para todos e que possamos realizar todos os nossos melhores sonhos e projetos.
    Felicidades.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Que nesse Natal, você sinta toda a alegria necessária para ser feliz a cada instante! Que nesse Natal todas as suas vontades, sonhos e desejos, sejam realizados! Que você tenha uma noite de paz, que tenha boas festas juntamente com as pessoas que sempre estão ao seu lado!

    Abraço

    Domenico

    ResponderExcluir
  13. Minha querida...É Natal...

    Façamos de nossa vida uma extensão da noite de Natal,
    renascendo continuamente em amor e fraternidade.

    Natal, noite de alegria, Canções, festejos, bonança.

    Que seu coração floresça Em amor e esperança!

    FELIZ NATAL PRA VOCÊ E TODOS OS SEUS...BEIJOS...

    ResponderExcluir
  14. Façamos desta quadra um tempo de paz.
    Santas festas para si e todos os seus.
    Um grande beijinho,
    Maria Emília

    ResponderExcluir
  15. Tais,
    deixe-me te desejar um maravilhoso Ano de 2010, que cada momento de sua passagem neste ano, sejam eternizadas pela presença de muita Luz interior,
    com admiração,
    Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir
  16. Muito bom esse texto.

    Nos faz ver o quanto somos independentes e que não devemos aceitar desatinos do destino. Lutemos contra o revés diariamente. Pois nem tudo aquilo que tá escrito deve ser sacramentado. Nosso destino somos nós que fazemos.

    Direto do Rio.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Olá Tais :)

    Lindo este poema do Drummond, como tudo o que ele produz.
    Passei para lhe desejar um Novo Ano fantástico e muito doce e aproveito para agradecer os votos que deixou la no meu cantinho.

    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Um formoso menino estava mesmo alí
    Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
    Olhou-me com um luminoso sorriso
    Deixou-me sem fala, sem jeito

    Deixou-me no apagar de uma vela
    Olhei novamente o mar
    A calmaria voltou como por encanto
    Mil criaturas inundaram-me o olhar

    Golfinhos felizes assobiaram
    A cria de uma baleia acenou-me
    Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
    Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

    As estrelas brilharam no celeste
    A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
    Adormeci na imensidão deste mundo
    No embalo de...Uma Noite Serena...


    Uma noite serena

    Um bom final de ano e luminoso 2010

    Um terno beijo

    ResponderExcluir
  19. Desejo-lhe amor, sabedoria, beleza em 2010.
    Amor, sabedoria, beleza são os outros nomes de Deus.
    Não lhe desejo pouco.
    Desejo-lhe o absoluto.
    Um abraço amigo.

    ResponderExcluir
  20. Drummond encerrando 2009! Bom demais!

    Feliz Ano Novo Taís!

    Que 2010 seja uma ano de muita paz, saúde, bençãos e alegrias para você e sua família.

    Bj

    ResponderExcluir
  21. Gostei, virei mais vezes aqui. Aproveito para recomendar o blog: www.seteramos.blogspot.com
    Lá tem uma homenagem a Gabriela Mistral que vale a pena ler.

    ResponderExcluir

SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre Bem-vindos!

2- Comentários ANÔNIMOS não são postados. Assine.

Um abraço a todos!
Taís Luso