23 de janeiro de 2013

NÃO MERECÍAMOS ESTE MAR!


       - Tais Luso de Carvalho

Sempre senti uma certa melancolia ao olhar o mar do sul do Brasil. Talvez porque aqui, no Rio Grande do Sul, a água seja marrom - coisa danada de feia. Falo do mar, da água, não das cidades.

Até as ondas são tristes. Lembro, quando criança, ficava sentada na areia olhando para aquele horizonte infinito, pensando no que haveria além, o que teria lá embaixo, uma vez que só avistava siris, cascudos, águas-vivas, e mariscos aos montes - trazidos pelas ondas. E os conhecidos  bancos de areia  que, um passo ao lado caía em buracos, com água pelo pescoço e com um siri esperando de boca aberta... E só os que foram queimados por uma água-viva sabem o tamanho da dor. Eu fui.

Mas, para completar o quadro, mora aqui no sul um ventinho de sacanear o veranista. Um ventinho chato - chamado de Nordestão - que levanta uma areia fina e joga na gente sem muita explicação. Gruda e frita com o sol.

É um litoral comprido, interminável. Não vou tapar o sol com a peneira: é um litoral deserto e ventoso. Sem graça. Já ouviram falar em repuxo? É o local em que as ondas quebram e retornam  com muita velocidade e força. E a gente vai junto se não cravar os pés e remar contra esse repuxo. Sou gaúcha, adoro minha terra, nossa cultura, nossa gente, mas não sou cega. 


A bandeira que mais predomina nas praias do sul é a vermelha: mar com repuxo, perigoso! Depois tem a amarela, um alerta: entra, mas te cuida! E a preta signifíca suicídio. Bandeira branca? Só conheço com a Dalva de Oliveira...

'Bandeira Branca, Amor / Não Posso Mais / Pela Saudade / Que Me Invade / Eu Peço Paz...' Lindo, não?

Mas contudo, a gauchada é ligada em praia. O Brasil todo é ligadão em praia. Mas quem quiser algo melhor, um mar calmo e azul, uma paisagem de encher os olhos, é bom ir subindo o Brasil...

Se quiserem Serra... Bem, aí temos muito a oferecer: temos a Serra mais linda do país! Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Bento Gonçalves e por aí afora. E, no sul do Estado, o Pampa é lindo. Nada tão gaúcho! Sou justa: mostro a bela e a fera! 


Tenho orgulho de todo o Estado, mas o Senhor se descuidou do nosso litoral, estava ocupado com o Rio de Janeiro e com as praias nordestinas onde pôde se esmerar. Esqueceu de nos presentear com um litoral à altura. Ficou, aqui, o restolho.

Meus pais tinham apartamento numa de nossas praias: no inverno parecia um faroestão descampado, lugar bom pra pensar e refletir sobre a vida, do tanto que somos presos a preconceitos, a esquemas, a falsos valores, a status,  vaidades e a uma melecada sem fim. Em certos lugares, onde a natureza se faz sisuda, é que começamos a pensar um pouco na vida. Só pensamos quando a coisa tá feia!

Estou aqui desatando os nós de minhas caixas, olhando algumas fotos de várias épocas, revirando o meu passado, e também pensando o tanto que os relacionamentos entre os humanos são frágeis. Se estivesse olhando para uma maravilha, água azul e ondas brancas não estaria pensando muito no ser humano. Estaria focada na beleza, na natureza.

Temos a capacidade de ver, de sentir e de refletir, mas deixamos que a emoção abafe a razão. Por que sendo a vida tão efêmera e tendo seus laços frágeis, não nos calamos diante dos confrontos inúteis e fúteis? Por onde andam estas pessoas aqui das minhas fotos que eram minhas amigas?

Acho tão esquisito quando escuto que Deus criou o homem à sua imagem e semelhança... Se existe neste mundo algo perfeito, certamente não somos nós. 


Hum... Está na hora de fechar estas caixas, passar um lindo laço e empurrar pro fundo do armário. Ainda mais que estou chegando da Serra... maravilha de férias. Mas inventei de arrumar algumas coisas e deu nisso. 


Vou ouvir um pouco de Martinho da Vila e Paulinho da Viola. Entrar noutro clima! Mais alegrinho...


-----..-----


48 comentários:

  1. Anônimo12:24

    Excelente crônica à respeito do nosso "Nescauzão", é assim mesmo que é o mar gaúcho, infelizmente.

    É claro, que temos inúmeras outras belezas no Estado, como bem disseste, o que nos salva. Creio que ganharíamos, se pudéssemos fazer uma "bela plantação de erva-mate" no lugar do nosso litoral; sairíamos no lucro.

    Parabéns por mais essa competente abordagem sobre os assuntos que parecem triviais, mas o que é a vida a não ser uma sucessão de trivialidades?

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. É pena mesmo Tais... um Estado que tem cidades maravilhosas e o céu mais lindo do Brasil merecia um mar azul, e quente...

    abraços

    ResponderExcluir
  3. é, Taís, não tenho dúvidas que as pessoas e as cidades do RS são uma maravilha, mas de praias... fico com as do nordeste mesmo, se você me perdoa :-)

    ResponderExcluir
  4. Limerique

    Litoral inóspito não nos fascina
    Parece, para os gaúchos é sina
    Mas os queremos contentes
    Nós somos benevolentes
    Irmãos, venham pra Santa Catarina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs, é só subindo mesmo, Jair!! O mar de Santa Catarina é outro, é lindo demais!! A gauchada está muito presente por aí, acho que dá para ver, não??

      Abraços, amigo.

      Excluir
    2. keren dan salam kenal

      Excluir
  5. A natureza retribui os lixos jogados na beira da praia e os esgotos, com uma água marrom.
    Mas a causa, real, é um fenômeno climático que ocorre em alto mar que faz com que a água de alto mar venha parar na praia, assim também acontece com o esgoto jogado na água (fenômeno vai-e-volta).

    Temos a leve sensação de estar nadando na m*rda.

    Abraço,
    do Felipe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Felipe, mas por ser muito descampado e ventos fortes, a água fica da cor de barro, escura, e não reflete o azul do céu. Penso que seja isso. Mas concordo com tudo, rsrs...
      Abraços, volte sempre, obrigada.

      Excluir
  6. Poxa, o único mar que não conheço do Brasil é justamente o do Rio Grande do Sul. Mas, ultimamente estou mais para serras do que para mar.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Miriam, infelizmente... Mas o RS tem coisas belas. A Serra é a mais linda!

      Abraços.

      Excluir
  7. Por isso que estou no litoral catarinense. Uma pena o nosso litoral ser assim! Adoraria ter perto de mim, uma praia legal! Temos coisas lindas, mas o mar,,,,FicaMOS DEVENDO!1 BEIJOS PRAIANOS,CHICA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica!!! Então aproveita por aí, amiga! rsrs Você conhece bem o problema de nossas águas!
      Beijão pra você!

      Excluir
  8. Tais,

    Infelizmente é essa a realidade e acho que não há gaúcho que se ofenda, pois pra cartão postal é que não servem nossas praias - essa verdade fica muito evidente para quem entende de praia ou já viajou por outros belos cantos do Brasil! Mas, aproveitando o limerique do Jair, é bom saber que temos vizinhos generosos... 'Bora aproveitar o litoral catarinense! rsrsrs

    Ainda assim, como reflete meu último texto no blog, tenho uma grande simpatia pelo mar e pelas praias em geral, inclusive aqui no sul. Apesar da falta de "atrativos", aquele "clima" de verão e de litoral me faz um bem enorme, eu gosto muito.

    Mas nossa serra é nossa serra né, primeiro mundo, sem comparação! rsrsrs Fico feliz que você tenha aproveitado. Deixo um beijão para ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzy, não podemos nos sentir ofendidos, não, afinal a natureza aqui é assim. Mas temos muito a oferecer, não?
      Falas do clima que se tem na praia? Sim, aquele 'clima humano' festivo, também gosto.
      É verdade... em matéria de Serra, que tirem o chapéu!!
      Afinal, nada é perfeito.

      Beijos, Suzy, vou ler a tua matéria, fiquei curiosa...rsr

      Excluir
  9. Amiga quanto tempo não aparecia no seu blog
    não esqueço ninguém mais a vida muda muita coisa temos quenos ajustar dentro dela.
    Eu não sabia nada referente as praias do Sul sempre imaginei que fossem lindas
    em todo Brasil.
    Foi no minimo curioso saber tanta informação na sua postagem
    sempre tive vontade de conhecer seu estado não pelo mar mais pela beleza das serras.
    Um beijo linda noite,Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Evanir! temos muitas coisas lindas aqui, o Pampa Gaúcho é lindo, e a Serra é nosso cartão postal. As cidades das praias são bonitas, o que não se encaixa é o mar achocolatado. Isso em todo o sul da América. Ventos fortes sujam as águas.

      Grande beijo, obrigada pela sua visita, volte sempre.

      Excluir
  10. Ahhh Taís! Reclamar de praia? Vê se pode! Eu aqui no interior acho praia o máximo, qualquer praia. Ir para praia é um acontecimento monumental e memorável com ou sem mar bravo ou farofeiros (eu fujo, mas sempre encontro farofeiros rs). Bem, eu já tomei um caldo feio num desses repuxos numa praia aí do sul quando era criança, mas estava tão feliz por ver mais água do que jamais tinha visto na vida que nem me importei, minha mãe é que quase teve um infarto rs
    Beijos Taís
    Já apareço para ler mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deva, que saudades de você, menina!
      Bem, então você já passou por repuxo... Bem, Devinha, rsr, pra mim não é acontecimento monumental, é estresse do bom! É virar bife a milanesa com aquele vento desagradável grudando a areia em seu corpo! Pra falar a verdade, gosto é de chuveiro.

      Grande beijo, Deva!

      Excluir
    2. Meninas, tenho que me meter na conversa, pois Deva refletiu alguns de meus pensamentos: nasci no interior, longe de qualquer praia. Depois de adulta, morei algum tempo em Minas Gerais, novamente sem opção de litoral achocolatado ou não. Sabe de uma coisa? Eu não queria nem saber que cor tinha água, se ventava ou não, queria era praia! rsrsrs Lógico que, tendo a opção atualmente, prefiro dar uma subidinha e fazer um "social" com os vizinhos catarinenses... rsrsrs Que não sou boba né... rsrsrs Mas para um fim de semana rapidinho, o nescauzão do sul tá bom demais, não reclamo não! rsrsrs
      Mania de reclamar que essa Tais tem... kkkkkkkkkk

      Beijooo

      Excluir
  11. Tais; e esta capacidade de emocionar.De todas as suas crônicas que li esta foi a que mais me fez feliz,triste e muito alegre, uma mistura de sentimentos que nem sei explicar. Talvez pela força da poesia que encontrei nas entrelinhas. Falou de você para você mesma, num passeio interior, e como se estivéssemos escondidos por detrás do seu coração pudéssemos escutar este diálogo profundo. Não estou analisando a narrativa em si sobre as águas escuras do mar do Sul e sim a forma romântica, no meu ver, de como você a conduziu. Belíssima! Me fez rir ao lembrar Dalva de Oliveira e a sua "Bandeira Branca" e chorar ao contemplar as fotografias de suas amigas, e do mar, na reflexão em que falou;
    " Se estivesse olhando para uma maravilha, água azul e ondas brancas não estaria pensando muito no ser humano. Estaria focada na beleza, na natureza." Realmente agimos assim mesmo. Quanto ao mar do Sul eu conheci uma parte dele na praia de Itapema,acima um pouco em Santa Catarina e até que gostei. Bem, quero te agradecer por tanta emoção.
    Muito lindo. Bjs.Boa Noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lourdinha: o que me emocionou agora foi seu comentário! Você não deu bola pra narrativa da cor do mar etc e tal, mas para algo bem mais profundo. Você não só sentiu o toque na Dalva, mas meus sentimentos de tristeza quando falo onde estarão as amigas das fotos... E o tanto que deixamos de viver por causa de picuinhas, de mesquinharias e que só conseguimos refletir sobre tais coisas quando não temos uma exuberância à nossa frente, e sim uma natureza sem graça, sem atrativos e até um pouco triste. Amiga... Obrigada!

      Meu carinho de sempre.

      Excluir
  12. Limerique

    Nem tudo está perdido nessa terra
    Perde-se batalha, mas não a guerra
    Salve Vale dos Vinhedos
    Onde se perdem os medos
    Deixe-se encantar por aquela serra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Jair! Nosso Vale dos Vinhedos é muito visitado. Lindo o passeio de trenzinho pelas bandas dos vinhos e arredores.
      E vindo pela Serra de Santa Catarina, tudo fica mais lindo. Vocês tem aí 'São Joaquim', frio intenso para quem pensa numa superação em pleno mês de julho.

      Excluir
  13. Oi Tais, que crônica incrível!
    Mas é assim mesmo, sempre teremos algo que não nos agrade. Mas o jeito é relaxar e curtir!
    O Brasil de uma maneira geral é maravilhoso!
    Fiquei feliz com sua visita, obrigada!
    Beijos!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariangela, obrigada! Pois é, quando sobra um tempinho é bom rever antigos amigos. Ver o que está se passando na blogosfera. rsr Saudades.

      Grande beijo!

      Excluir
  14. Pois eu dei por bem empregue, o tempo que estive aqui a conhecer virtualmente o 'nosso' Brasil..,nas recordações encontradas nessa
    Caixa de Memórias.
    Adorei
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs, obrigada, Andrade!
      Mas pra vocês aí em Portugal, país lindo, digo que temos lindas praias, também!! Esse fenômeno só acontece aqui no sul.

      Beijos.

      Excluir
  15. Do litoral gaúcho conheço pouco, Tramandaí e Torres, mas a Lagoa dos Patos é de uma beleza comovente, o pôr-do-sol é algo de rara beleza, um esplendor da natureza privilegiada por Deus -seria para compensar seu mau jeito com as águas salgadas???

    Bom retorno, já deu pra ver que este ano será inspirado/inspirador...rs

    Beijos, com afeto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise, é... diria que Torres é bonita, fica já encostada em Santa Catarina, onde o mar é belo. Sim, o pôr do sol, nosso rio Guaíba que até hoje alguns chamam de lago, mas que pela tradição ainda chamamos de rio. A Lagoa dos Patos, linda também! E o resto você deve conhecer.
      É, acabei de chegar, mas da Serra.
      Beijos, querida. Meu carinho.

      Excluir
  16. Essas caixas de fotografias mexem muito com os nossos sentimentos.

    Vocês não têm a beleza do mar, mas têm a das montanhas. Cada terra com a sua beleza.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sônia, exatamente! Não fico chateada por nosso mar 'café', isso já acostumei. Mas como falei, nossa Serra é maravilhosa, nosso Pampa e nossas cidades, cada uma com sua beleza, com suas características.

      Bjs!

      Excluir
  17. Tais
    Não sou muito chegado em praias, mas o mar, para mim, é a coisa mais linda da natureza (complexo de mineiro). Do sul, só conheço as prais de floripa e adorei. Talvez, por você já está acostumada, não veja mais encanto em suas praias.
    Bjux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wanderley, não é questão de costume, não! Frequentei muito as praias de Santa Catarina e a coisa é muito diferente. E me encanto com as praias do Nordeste, são lindas! O mar é calmo e azul. Quanto mais ao sul, mais vento, mais marrom...
      Obrigada pela sua visita, amigo.

      Beijos.

      Excluir
  18. Tais,
    Que pena que as praias dai não são como as que eu conheci. Gosto muito de mar e sol. Gostei como descreveu o lugar. Mas não se prenda muito a ele, pois parece ser "poço de melancolia". Vou ficar assídua leitora sua. Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Liliana, seja bem-vinda!
      É melancólico, sim... e se chove, pior ainda.
      Obrigada por tornar-se assídua por aqui...rss

      Até mais!

      Excluir
  19. Tais: E pena que as praias sejam assim pois ai agora é verão tempo de praia, mas como sabes não poedmos ter tudo de bom foste ouvir musica que eu adoro Martinha da Vila.
    Beijos
    Santa Crzuz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tudo é perfeito, Gomes! Mas isso é só aqui no sul do Brasil, no resto o mar é lindo, azul, sem vento e água morna.
      Grande abraço pra você e para os irmãos desse lindo Portugal!

      Excluir
  20. Obrigado Tais por visitar meu humilde blog e como deves ter lido sou pernambucano, adoro praias de aguas azuis, visito muitas localidades e uma que adoro é Japaratinga-AL na divisa com PE lá as águas azuis se encontram com um rio límpido e também azulado, alí naquele rio conseguimos ver nossos pés.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sidney. As praias do Nordeste são lindíssimas. Nada a comparar! Assim mesmo as praias daqui ficam lotadas no verão; quem não tem cão caça com gato...

      Excluir
  21. Embora nesta crônica esteja um tanto quanto melancòlica,há uma poesia impregnada,triste sim,porém poeticamente linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida amiga! Melancolia? Deve ter sim, um pouco. E nas entrelinhas... Sim, até um certo amargo deixado pelos humanos, por onde alguns passam, não nasce nem mais capim!

      Beijo grande!

      Excluir
  22. Taís, é muito bom ler suas crônicas. Com certeza nem tudo é perfeito, somente Deus é a perfeição, Imagina com todas essas qualidades o Sul ainda tivesse as prais iguais as do Nordeste brasileiro, era querer demais, não acha? E os mineiros, Deus só deixou pra nós as serras, e mesmo assim não reclamamos. Até tiramos um sarro de quem tem praia. Nós até podemos não praia,mas a praia também não tem minas! E dai!

    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão, e isso não deixa de ser um elogio ao nosso Estado, obrigada! Nem só de praia vive o Brasil. E vocês aí, lidam muito bem com isso! Parece não sentirem falta. E olha que belo Estado é Minas!

      Até breve!

      Excluir
  23. Querida amiga.

    Diante de
    palavras tão
    introspectivas,
    a mente
    para um pouco
    para pensar...

    Que todos os dias
    os sonhos nasçam em ti,
    como nasce o sol pela manhã...

    ResponderExcluir
  24. Taís, ainda ontem surgiu uma conversa em casa sobre as praias do RS, meu marido questionava porque nunca se falava muito do litoral gaúcho. Pronto! Hoje vou mostrar a ele o seu texto (formidável) que responde, perfeitamente, todas as dúvidas, rsrs.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs, é, Néia, acho que vai ficar sabendo de tudo... Mas uma coisa é certa: se alguém quiser tomar banho de chocolate, aqui é o ideal!
      Mas espero que seu marido tenha escutado falar sobre nossa Serra e nosso Pampa! Dê uma mãozinha aí, amiga, o Rio Grande agradece.

      Beijos!

      Excluir
  25. Oi, Tais! Parece que teve ótimas férias, hein? A serra é um lugar bonito, imagino.
    Não sabia dessa característica litorânea de vocês... Mas por outro lado o Sul é muito bem falado, principalmente quando tocamos no quesito das paisagens. Fico imaginando como deve ser boa esta Serra!
    O Brasil tem diferenças extremas de paisagem. Essas diferenças servem para que nós possamos dar um passinho até ali no outro canto e olhar com nossos olhos as maravilhas distribuídas. Todos os estados têm prós e contras. Eu amo São Paulo, mas me entristeço com o título nobre de poluído que o estado leva. Também não vejo aqui um dos melhores litorais... As cidades não são totalmente agradáveis. Mas tem vários outros aspectos que me fazem amar o lugar que vivo. Então ao ouvir os prós do resto do Brasil, fico tentado a adquirir uma passagem imediata pra conhecer! (É assim que me sinto em relação à Serra! rsrs)
    Excelente texto, amiga.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fellipe, foram ótimas férias. Não sabias que nosso mar é chocolatinho e que o tal vento é muito desagradável? Mas sabes da bela Serra, não? Mas é assim, não podemos ter tudo, como disse o J. Araújo. E cada região com suas características próprias formam esse lindo país.
      São Paulo é poluído, é o centro nervoso do país, mas é o coração do Brasil, um trator! Puxa tudo! rsr É um Estadão!

      Beijo pra você, amigo!

      Excluir

SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre Bem-vindos!

2- Comentários ANÔNIMOS não são postados. Assine.

Um abraço a todos!
Taís Luso