29 de novembro de 2009

JOSÉ ALBANO / SONÊTO Nº XV


Amar é ter no peito uma esperança,
Uma ilusão dulcíssima e um desejo
Dalgum sonho ditoso e benfazejo,
O qual, por ser um sonho, não se alcança.
---
--
É sentir uma dor suave e mansa
Que não se acaba, um gozo tão sobejo,
Que desatina, uma ousadia e um pejo,
Um descuido e um cuidado sem mudança.
---
Amar é bendizer o sofrimento
Que cresce dentro da alma e se dilata,
Sem nunca lamentar o mal cruento.
---
É bendizer a sorte dura e ingrata,
É bendizer o dia, hora e momento
Em que nasceu a mágoa que nos mata.
---
José Albano / 1882 - 1923

15 comentários:

  1. Olá Taís,
    Você mesmo quando não escreve suas crônicas maravilhosa, que quase sempre nos levam ao riso, nos encanta com suas escolhas.
    O soneto de José Albano é realmente muito bonito.
    Beijos,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  2. Boa noite! Grande poema. Um poema Maior.
    Boa semana para si.
    Francisco

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito ! Nunca tinha ouvido falar de José Albano, gostei, vou procurar mais !

    ResponderExcluir
  4. Gosto de vir aqui e conhecer esses poetas. As palavras que não conheço procuro no dicionário. Para mim, sempre uma aula. excelente semana pra vc amiga e o niver do meu blog é dia 6 de dezembro. Não vou fazer nada,mas, gosto de partilhar com os amigos. Montão de bjs miga

    ResponderExcluir
  5. Gostei da escolha: José Albano é muito bom.
    Uma boa semana.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tais!!!
    É sempre muito gostoso retornar ao seu blog. É acolhedor e encantador!
    Até rimou!!!
    Tenha uma linda semana!
    Bjkas!

    ResponderExcluir
  7. Me indentifiquei com a frase: "É bendizer a sorte dura e ingrata"...

    Te respodendo, é que as vezes eu durmo pouco, principalmente quando volto da jornada de tabalho...

    Fique com Deus, menina Tais.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Bela seleção!
    Lindo, este poema.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Tais, deixei uma mensagem de boas festas a todos, no meu blog, mas sinto a obrigacao de o fazer pessoalmente a alguns. Entrei de ferias e provavelmente nao passarei por aqui ate ao ano que vem. Deixo-lhe os meus voros de um santo natal e bom ano para si e para os seus. Um beijo respeitador e sincero

    ResponderExcluir
  10. Taís, muito bom seu blog. arabéns... Adoei os textos. Tomei a liberdade de roubar um...

    eddson.wordpress.com

    Continue com o trabalho esta ótimo!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Taís,
    Passei aqui para agradecer seu comentário no Blog do meu amigo Valte Poeta.
    Valeu amiga!!!!
    Bjs
    Dalinha

    ResponderExcluir
  12. Oi, Dalinha, tu moras no meu coração! Nada a agradecer, quando deixo algo é porque realmente gosto.

    Fiquei feliz em te ver recebendo a homenagem.

    Beijos, amiga!
    tais luso

    ResponderExcluir
  13. Oi, Francisco, muito obrigada pela deferência de passar aqui...Boas Festas pra você, seus queridos pais e família. E até o próximo ano, onde a roda dos blogueiros começará novamente.

    bjs
    tais luso

    ResponderExcluir
  14. Oi Taís,
    O blog que você visitou (Obrigado pela visita) é o meu pessoal. sua crônica foi postada aqui

    http://eddson.wordpress.com/2009/12/03/a-vida-nao-perdoa/

    Ah! Eu estava com problema de compatibilidade nos scripts do blog então tive que tirar a maioria dos aplicativos . Por isso não tem seguidores... mas recolocarei em breve.

    Abraços!!
    Ed

    PS. Muito boa essa crônica. Estou adorando isso aqui!!!!

    ResponderExcluir
  15. Um blog muito interessante.

    Greetings from a criatividade ea imaginação das fotos Jose Ramon

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso