11 de dezembro de 2010

O NATAL DE CADA UM...



por tais luso 

Apostamos que nossos melhores Natais aconteceram na infância, como se nela tivesse ficado, também, o melhor de nossas vidas. Mas Natal é emoção: e o que conta são nossas carências, nossas buscas, nossas frustrações ou nossos sonhos. Querendo ou não, o 25 de Dezembro é o receptáculo para todas as emoções reprimidas. Os sentimentos afloram como se estivessem na primavera... Tempo e lugar não importam diante da verdade de cada um.

Muitos gostam do Natal, outros preferem as festanças do Ano-Novo. Não importa o motivo. Importante é se queremos comemorar ou ficarmos quietos e pensativos, apenas. E isso também é saudável; dar liberdade aos nossos sentimentos e às nossas manifestações. Cada um faz o seu Natal. E isso é respeito.

Repensando a minha infância, percebi que coloquei nela mais o concreto do que o teórico; mais os presentes do que os sentimentos. Muita coisa foi fora de medida, mas esse rebuliço é normal. Depois cresci e o equívoco se desfez.

Lembro-me, ainda, que na véspera do Natal passado recolhi várias roupas fora de uso, coloquei-as numa sacola e saí. Andei com o sacolão por vários quarteirões. Encontrei uma florista arrumando sua humilde banca, com um nenê no colo e um menino excepcional deitado sobre um capacho sujo. Perguntei-lhe se queria as roupas e, com um acanhado sorriso, respondeu-me que sim. Coloquei a sacola pertinho da criança doente, sobre o capacho sujo. O menino me olhou e sorriu como se estivesse vendo uma fada-madrinha. Passei minha mão sobre sua cabecinha, comovida com aquele sorriso ingênuo e sem mágoa da vida. E retomei meu caminho. Mas minha retina já havia fotografado a imagem daquela criança, e num dia de Natal.

Antes de atravessar a rua senti um leve toque em meu ombro. Era a florista; num gesto tímido e agradecido, ofereceu-me uma singela rosa branca desejando-me um Feliz Natal e com muitas bênçãos de Deus. Minha garganta ardeu: no esforço de sufocar uma lágrima engoli uma amarga saliva. Se isso tivesse acontecido num dia comum, penso que minha reação teria sido diferente. E talvez a dela também. Mas era Natal! Por si só esta data é mágica e nos conduz aos mais nobres gestos e sentimentos.

Saí pensando na atitude da florista e o quanto seu gesto me sensibilizou. E voltei pra casa com os olhos marejados.

Diante disso não tenho o porquê pensar nos Natais de minha infância. Quando adultos, a troca afetiva é o prato principal; os presentes passam a ser apenas o molho...

À noite, coloquei a minha rosa branca num lugar de destaque: marcou presença e enfeitou a minha noite de Natal.

E este ano... Por onde andará a minha florista?


42 comentários:

  1. Taís aceite mais uma rosa.
    Ela vai como retribuição pela emoção que você despertou.
    Há alguns anos atrás eu estava fazendo um desenho na praia e um grupo de meninas muito pobres se acercou de mim com natural curiosidade. Pedi-lhes por um sinal que aguardassem o término do desenho para que eu lhes desse atenção. Permaneceram quietas e quando terminei olhei para elas. Esperava que me indagassem sobre a obra. Elas cumplicemente se entreolharam e me aplaudiram entusiasmadas e sem dizer uma palavra foram embora saltitantes de alegria e eu com um nó na garganta
    me senti recompensado como nunca.
    lutei contra a lágrima que até hoje ameaça cair...

    ResponderExcluir
  2. Linda crônica. Arrisco-me a dizer que a resposta a pergunta final está na resposta de uma que sugiro. Onde está uma criança doente?
    Parabéns! Kenny Rosa (http://cronicandocomvoce.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Taís. Muito bonita sua crônica... Não há o que dizer. Esse é o espirito do natal... Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  4. Meus olhos marejaram aqui, Tais.
    Realmente, o natal tem dessas coisas de fazer a gente se emocionar. Ademais, com um texto bem escrito, isso aí só fica amplificado.

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  5. Prezada Taís, bom dia.
    Agradeço sua presença lá no "arquit.&poesia", um "depositório" de bobagens organizadas... Passei para conhecer o seu espaço, apreciei suas crônicas principalmente pelo seu jeito direto de escrever. Enfim, fiquei "freguês"! Um grande abraço, ótima semana!
    Adh2bs

    ResponderExcluir
  6. è sempre um grande prazer visitar este BLOG.

    Parabéns e abraços

    ResponderExcluir
  7. Olá Taís...Muito interessante o seu blogue...Não pude deixar de seguir...Espero não incomodar...Fique bem.

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Taís... O Natal é realmente uma data que deixa todo mundo com o coração inchado de amor e sentimentos de bem-aventurança para o próximo. Para as crianças é uma fase mesmo mágica. Lembro-me dos meus Natais... saudades!

    Quanto a nós adultos, penso que deveríamos durante o ano ser misericordiosos e amorosos como somos na ápoca do Natal.

    bjão e feliz Natal para vcs!
    Cesar

    ResponderExcluir
  9. Tais, pode ser mesmo efeito psicológico da época, mas que eu fiquei um pouco mais emocionado, não tenho como negar. Feliz natal Para você e a todos os seus queridos mais próximos. abração. paz e bem.

    ResponderExcluir
  10. Olá Taís,
    Emocionante sua crônica. Eu acredito no Natal da emoção, do abraço, do encontro, principalmente com Deus.
    É muito bom passar aqui e provar da sua sensibilidade.
    Carinhosamente
    Dalinha
    Recoloquei seu Link nos "blogs que gosto" pois os "Blogs camaradas" sumiu do meu cantinho sem que eu os retirasem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, lindona!
    São muitos natais a recordar: uns maravilhosos, outros nem tanto.
    Estamos vivendo uma época especial!
    Trouxe uma oração de Natal,
    pois desejo tudo de bom a você, nestas Festas e sempre!

    ORAÇÃO NO NATAL


    Jesus, que neste Natal, Seu olhar de luz penetre nossa alma, como a brisa morna da primavera, e acorde a esperança adormecida sob as folhas secas das ilusões, dos medos, da indiferença, do desespero...

    Que Seu perfume, suave como a ternura, envolva todo o nosso ser, confortando-nos e despertando a alegria que jaz esquecida por trás das lamúrias e distrações do caminho...

    Que o bálsamo do Seu amor acalme as nossas dores, silencie as nossas queixas, socorra a nossa falta de fé.

    Que, neste Natal, o calor da Sua bondade se derrame sobre o nosso Espírito e derreta o gelo milenar do egoísmo que nos infelicita e faz infelizes nossos semelhantes...

    Que Seu coração generoso afine as cordas da harpa viva que vibra em nossa intimidade, e possamos cantar e dançar, até que o preconceito fuja, envergonhado, e não mais faça morada em nós...

    Que o Seu canto de paz seja ouvido por todos os povos, do Oriente e do Ocidente, e as guerras nunca mais sejam possíveis entre a raça humana...

    Que, neste Natal, Suas mãos invisíveis e firmes sustentem as nossas, e nos arranquem dos precipícios dos vícios, da ira, dos ódios que tanto nos infelicitam...

    Que a água cristalina da Sua misericórdia percorra nossa alma e remova o lodo do ciúme, da inveja, do desejo de vingança, e de tantos outros vermes que nos corroem e nos matam lentamente...

    Que o bisturi do Seu afeto extirpe a mágoa que se aloja em nosso íntimo e nos turva as vistas, impedindo-nos de ver as flores ao longo do caminho...

    Que, neste Natal, a pureza da Sua amizade faça com que possamos ver apenas as virtudes dos nossos amigos, e os abracemos sem receio, sem defesas, sem prevenções...

    Que Seu canto de liberdade ecoe em nós, para que sejamos livres como as falenas que brincam na brisa morna, penetrada pela suavidade da luz solar...

    Que o sopro da Sua fé nos impulsione na direção das estrelas que cintilam no firmamento, onde não mais se ouvem gemidos de dor, e onde a felicidade plena já é realidade.

    Ensine-nos, Jesus, a amar, a fazer desabrochar em nossa alma esse sol interior que nos fará luz por inteiro...

    Ajude-nos a desenvolver o gosto pelo conhecimento, para que possamos encontrar a verdade que nos libertará da ignorância pertinaz...

    E, por fim, Jesus, que neste Natal cada ser humano possa sentir a Sua presença sábia e amiga, convidando a todos a uma vida mais feliz...

    Tão feliz que Sua mensagem não mais seja um tímido eco repercutindo em almas vacilantes, mas que seja uma grande melodia que vibra o amor em todos os cantos da Terra...

    Beijinhos!

    Sônia Silvino's Blogs

    ResponderExcluir
  12. Crônica lindíssima, Taís!
    Deixou-me emocionada.
    Grata, por este lindo momento!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  13. Taís,embora não comente sempre, gosto de passar por aqui para ler as suas postagens.
    Hoje,vim agradecer as suas visitas e lhe desejar um Feliz Natal e que em 2011 possamos ter mais tempo para viver o presente,com tranquilidade,saúde e paz .
    Lendo o seu texto me vi na turma que prefere passar o Natal mais na base da reflexão, no silêncio da minha casa, do meu "eu".
    Natal é festa de família, e como moro longe de todos comemoro apenas com as duas filhas que ainda moram comigo,pois a mais velha é casada e tbém mora longe.
    Sempre jantamos juntas(não faço mais ceia)e conversamos muito sobre tudo o que aconteceu durante o ano.É um balanço e tanto,sabia!!
    Que deixar um grande abraço,meu obrigada pelas visitas e que o Bom Velhinho traga tudo que vc deseja e merece.
    Sempre Emilinha

    ResponderExcluir
  14. Um Natal de muita Paz e um ano novo repleto de realizações.
    Que as luzes que enfeitam esta data iluminem sua vida o ano de 2011 inteiro.

    Feliz Natal e Próspero Ano Novo.

    Renata

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga são muitas vezes os pequenos gestos que mais tocam o nosso coração.
    Aproveito para desejar a si e a toda a sua família e amigos, um Feliz Natal, repleto de alegria, saúde, paz e amor.

    “A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (desconhecido)

    Que a Luz e o Espírito de Amor do Natal, consigam prevalecer nos nossos corações ao longo de todos os dias do ano que está a chegar, para seja sempre Natal.

    Beijinhos
    Maria e familia

    ResponderExcluir
  16. Parece que no Natal tudo nos comove mais mesmo... Lindo gesto da florista...(aqui em Poa temos uma maravilhosa ,lá no m. de Vento, conheces? Ela transborda alegria e tem as mais lindas rosas de P.Alegre.


    Que teu Natal seja muito lindo, recheado de LUZ,AMOR e PAZ...

    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  17. Olá Tais!
    Todas nós nesta altura, nos lembramos de pequenas historias,passadas na noite de Natal...Amiga quero desejar-lhe um Santo e feliz Natal...Obrigada pela visita ao meu cantinho...Beijinhos com carinho...Fique bem.

    ResponderExcluir
  18. querida amiga!!! Obrigada pelo carinho!!! desejo para você e os seus o melhor Natal o melhor Ano, o melhor de tudo. E que para o próximo ano continuemos juntas, unindo forças para um "mundo melhor".
    FELIZ NATAL...FELIZ ANO NOVO DA PAZ.
    beijos
    Mara Bombo

    ResponderExcluir
  19. Se me permite... considerei durante anos que as melhores noites de Natal foram quando eramos crianças. A fascinação que nos causava as luzes os brinquedos, os meninos Jesus nas palhinhas, os doces, a neve, numa conjugação deslumbrante.
    Mais tarde, aprendi que quando os filhos nascem, revivemos tudo novamente acompanhando o seu crescimento e recreando tudo para que pudessem ser tão felizes quanto nós fomos.
    Agora, com a árvore de Natal repleta, vinda da China, a família já crescida, ansiamos pela chegada dos netos no sentido de continuar a fazer ciclos e ter o supremo gozo de voltarmos a ser meninos e saber apreciar novamente o Natal.
    Que este lhe Traga as Melhores Felicidades do Mundo

    ResponderExcluir
  20. Taís,
    Vim deixar o meu abraço, com os meus melhores votos para um Natal Muito Feliz e, que continue sempre nos presenteando com estas suas tão deliciosas crônicas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Tais,
    tua vivência nos remete ao verdadeiro significado desta festa: bençãos divididas.
    Obrigada por tuas visitas ao "fractais".
    Desfrutar de tuas palavras é um presente a mais no dia. Agradeço tbém a carinhosa mensagem de Natal desejando-lhe que a festa da natividade acrescente alegrias,partilhas e bençãos á ti e toda família.
    Um Natal de paz, de amor e de luz!
    Abraços carinhosos,
    Calu

    ResponderExcluir
  22. Saudades, Tatá!

    Um natal bem feliz para você e seus queridos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá Tais
    Obrigado pelo votos de Feliz Natal. Desejo o mesmo para você e toda sua família, com muita saúde, e paz.
    Bjux

    ResponderExcluir
  24. Que lindo texto Tais, daqueles que emocionam a gente. Vim te deixar um beijo, desejar um Feliz Natal e agradecer sua presença sempre bem vinda e querida no Solidão de Alma, que ainda continuará desativado um tempo, até que eu possa me libertar dos compromissos aqui, no mundo real. Um beijo lindona, Boas Festas e muitas rosas brancas a vida toda pra vc.

    ResponderExcluir
  25. Oi Taís.

    Acho que Natal é isso mesmo.

    Além de oportunidade para unir a família, é uma época em que ficamos mais sensíveis, somos inspirados a ver as pessoas em volta com mais compaixão, mais amor.

    Linda a sua crônica!
    E são tão simples essas atitudes!

    Desejo a vocês um 2011 inspirado por essa data. Cheio de amor e alegria.

    E com muitas e muitas de suas ótimas crônicas para lermos...rsrs

    Bjo
    Deva

    ResponderExcluir
  26. Tais,
    Permita que eu me aproprie, como se fossem velhas roupas deixadas sobre o capacho sujo, dos sentimentos que você colocou em sua crônica.É Natal, eu a oferecerei aos meus amigos como uma rosa branca.
    Boas festas e um ótimo 2011.
    Gabriel

    ResponderExcluir
  27. gostei muito dos seus textos!
    seu blog é realmente muito bom!!
    parabens!! :D

    ResponderExcluir
  28. Amiga é Natal e naturalmente nossa sensibilidade se aflora.Muitos abominam a data por motivos vários,mas deixemos em nossos corações somente essa coisa boa que é o amor e a solidairedade que são sentimentos tão positivos deixados pelo anoversariante.Beijos e quero repetir que seus blogs são de um bom gosto incomum.Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  29. A cada ano que passa o velho se torna novo, e quando o novo envelhece, novamente se renova.
    Parabéns e bom Natal!
    Danielle
    (www.cronicas.blog.com)

    ResponderExcluir
  30. Olá Taís

    Realmente a grande surpresa nos vêm das pessoas simples. Elas às vezes nos surpreendem. Não são formadas na Sourbone mas sabem engrandecer a vida e fazer o que é preciso ser feito.Sobrevivem com coragem e dignidade, vencem esse profundo preconceito que corroi a alma de uma parcela da humanidade. Pena que nos lembramos deles apenas no Natal e no resto do ano fazemos campanhas sórdidas para eleger canalhas que irão desgraçar a vida deles por mais 500 anos.
    Felizmente este ano foi diferente, mais uma vez o pobre povo brasileiro surpreendeu.

    ResponderExcluir
  31. Taisamiga

    Eu, pecador, me confesso... Hipócrita sou, jesuíta mesmo, satanás até. E, vê lá tu, creio que sabes: fui católico, mas... curei-me...

    O Natal está ali mesmo, ao virar da esquina, já se vêem os pastorinhos a caminho de Belém, mais ao longe em seus camelos, Baltazar, Gaspar e Melchior, já cheira a fritos, já está de molho o bacalhau. E Maria, de acordo com as Escrituras, está prestes a dar à luz.

    Por isso, desejo-te muito Boas Festas, em meu nome pessoal e no da Minha Travessa do Ferreira.

    Abs ao Pedrão e qjs para tu

    ResponderExcluir
  32. Minha linda , fizemos uma postagem de final de ano, que cabe no seu coração que esteve conosco...
    bjs grandes muito amor e paz!
    Lulu & Sol

    ResponderExcluir
  33. Emocionante! estou tão sensível que chorei amiga. Eu só posso agradecer essa mensagem que me leva a refletir. Um Natal de flores pra você e que o Ano Novo seja um imenso jardim. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  34. Olá Tais!
    Momento mágico para breve reflexão. Mistério do nascimento. Menino Jesus e o exemplo da salvação. Sacrifício pelas pessoas. Balanço sobre ações e sentimentos. Tempo de olhar as estrelas, contemplar a natureza e reafirmar a disposição de lutar para plantar o bem, de batalhar contra as injustiças. Podemos começar com um sorriso de agradecimento a Deus, com um abraço para desejar felicidade. E com a certeza de que vamos seguir adiante tendo a luz divina a nos iluminar.

    Feliz Natal!

    Edward de Souza

    ResponderExcluir
  35. Já virou a "sua florista" faz parte do seu Natal e do seu coração. Linda a história e lindo como o coração da gente se deixa marcar nos gestos mais simples e das maneiras mais desavisadas, quando percebemos ele já foi "roubado".
    Passei para desejar-lhe um feliz Natal e um 2011 cheio de alegrias e boas experiências, pois é disso que precisamos. Foi um prazer ter compartilhado com você esse ano e espero que continuemos no proxímo.
    Beijos
    Angela

    ResponderExcluir
  36. Taís, passado paravlhe agradecer a visita. E lhe desejar um ótimo dia de Natal. Um dia de Paz Alegria e Muito Amor, rodeada das pessoas que você ama...

    Feliz Natal!!

    Ed

    ResponderExcluir
  37. Querida Tais.

    Os natais da infância eram bons!

    Hoje acordei e orei por você, para que tenha um abençoado dia - que o amor verdadeiro fique hoje e todos os dias fazendo parte de seu coração.

    Bem o tema é Natal;então te digo:
    - Este Natal foi o melhor da minha vida! Acordei, estava uma brisa refrescante hoje aqui, eu e meu marido tivemos o prazer de sentar na frente da casa e apreciar, desejar feliz Natal aos vizinhos e aos que passavam na rua.

    Sabe amiga, hoje é um grande dia. Glória a Deus Feliz Natal!

    Bjossssssssss a todos com carinho.

    ResponderExcluir
  38. Concordo que os natais da nossa infancia seja olhados de forma mais carinhosa, pois era a época que estavamos criando o conceito, fora que era mais facil ter toda a familia reunida...

    Mas cada ato de bondade tem de ser lembrado com carinho por nós.

    Fique com Deus, menina Tais Luso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  39. COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?

    O Fanzine Episódio Cultural é uma publicação bimestral sem fins lucrativos, distribuído na região sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Belo Horizonte e Salvador-BA. Para participar basta mandar um artigo: poema, um conto que não ultrapasse 1 folha inteira no word (Times Roman 12). Pode mandar também artigos que abordem: cinema, teatro, esporte, moda, saúde, comportamento, curiosidades, folclore, turismo, biografias, sinopses de livros, dicas
    de sites, institutos culturais, entre outros.

    PROCEDIMENTO:

    Mande em anexo uma foto pessoal para que seja publicada juntamente com a sua matéria.. Mande também (se desejar) uma imagem correspondente ao assunto abordado. Caso o artigo não seja de sua autoria, favor informar a fonte.

    PARA ENTRAR COM CARLOS (Editor) ligue:
    (35) 3295-6106
    (35) 8833-9255
    machadocultural@gmail.com

    ResponderExcluir
  40. Mais uma história linda... Assim como eu, você também teve a oportunidade de ver e sentir o olhar de gratidão de uma pessoa que precisava de caridade.

    Que essa benevolência parta de mais corações no mundo...!
    Parabéns pelo texto, Tais.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

PARA OS MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre bem-vindos, um grande abraço a todos! Voltem sempre.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

Taís Luso