17 de janeiro de 2016

COMO NASCEU O TANGO




Veja  até o final - 3 exibições - Miguel Angel Zotto e Daiana Guspero  


De grande beleza, elegância e sensualidade, o Tango nasceu nos fins do século XIX derivado das misturas entre as formas musicais dos imigrantes italianos e espanhóis, dos crioulos descendentes dos conquistadores espanhóis que já habitavam os pampas e de um tipo de batuque dos negros africanos chamado "Candombe". Há indícios de influência da "Habanera" cubana e do "Tango Andaluz".
Nasceu como expressão folclórica das populações pobres, oriundas de todas aquelas origens, que se misturavam nos subúrbios da crescente Buenos Aires. Numa fase inicial era puramente dançante. O povo se encarregava de improvisar letras picantes e bem humoradas para as músicas mais conhecidas, mas não eram letras oficiais, feitas especificamente para as músicas, nem associadas definitivamente a elas. Em público, dançavam homens com homens.
Naqueles tempos era considerado obscena essa dança entre homens e mulheres abraçados, sendo este um dos aspectos do tango que o manteve limitado aos bordéis. As letras eram obscenas e violentas.
Por volta de 1910 o Tango foi levado para Paris. Existem várias versões de como isso aconteceu. A sociedade parisiense da época em que as artes viviam o modernismo ansiava por novidades e exotismos. O tango virou uma febre em Paris e, como Paris era o carro-chefe cultural do mundo civilizado, logo o tango se espalhou pelo resto do mundo.
A própria alta sociedade Argentina desprezava o tango, que só passou a ser aceito nos salões de alta classe pela influência indireta de Paris. Em 1917 começaram a surgir variantes formais do Tango. Uma delas, influenciada pela romança francesa, deu origem ao chamado Tango-canção. Tangos feitos para musicar uma letra. A letra passa a ser parte essencial do tango e consequentemente, surgem os cantores de tango. É considerado o mais marcante nessa transição - Tango-canção o "Mi Noche Triste" com uma letra que Pascoal Contursi compôs, em 1917.
Nos cabarés de luxo da década de 1920, o tango sofreu importantes modificações. Os executantes não eram mais os pequenos grupos que atuavam nos bordéis, mas músicos profissionais que trouxeram o piano e mais qualidade técnica e melódica. Carlos Gardel já era um estrondoso sucesso em 1928. Sucesso que durou até 1935, quando faleceu vítima de um acidente de avião quando estava em pleno auge. Gardel cantava o tango em Paris, Nova York e muitas outras capitais do mundo, sempre atraindo multidões.
A década de 1940 foi considerada uma das mais felizes e produtivas do tango. Os profissionais que haviam começado nas orquestras dos cabarés de luxo da década de 1920 estavam no auge de seu potencial.
Nessa época as letras do tango passaram a ser mais líricas e sentimentais. A antiga temática dos bordéis e cabarés, de violência e obscenidades, era uma mera reminiscência.


________________________________




26 comentários:

  1. QUE HERMOSURA!!!
    ADORO EL TANGO!
    JULIO SOSA EL MEJOR CANTANTE DE TANGOS(PARA MI CALARO)
    Y TENGO UN GATO QUE LE PUSE TANGO....;)
    SALUDITOS

    ResponderExcluir
  2. Que linda aula sobre tango que amei ler aqui amiga Tais, bem sabes o quanto amo aprender!
    Sempre que outros povos,principalmente Paris, o berço da cultura, enaltece algo cultural de um pais, fica sendo algo que não se deve desprezar. Amei conhecer a linda história que marcou o nascimento do Tango.
    Carlos Gardel, um sucesso, foi homenageado pelo nosso também grande cantor Nelson Gonçalves!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  3. Adorei saber mais sobre o tango que acho lindo, mas sou incapaz de dançar,rs... Bom estar de volta ,Kiko fez as cirurgias, voltamos pra casa e tudo está andando bem.Falta muiiiito ainda, mas firmes e fortes seguimos e enquanto isso,m sempre que der, preciso me divertir e mexer a cabeça.Por isso ,reabri os blogs! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Acróstico

    Talvez dança mais sensual do planeta
    Afetada, complexa, lúdica e articulada
    Não sabendo executá-la, não se meta
    Garanto que apenas vai dar mancada
    Ou você dança, ou só vai fazer pirueta.

    ResponderExcluir
  5. Cara amiga Tais, vosso blog é sinônimo de cultura!
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  6. Taisinha,

    Está excelente essa tua síntese sobre a história do tango. Como está no teu texto, Gardel foi quem deu alce ao tango, antes repudiado pela sociedade, hoje o retrato da Argentina e do Uruguai; deste país, Julio Sosa, entre outros, foram os grandes nomes do tango ; na Argentina, instrumentistas, cantoras, cantores e compositores deixaram seus nomes escritos na história do tango, como, por exemplo: os instrumentistas Anibal Troilo, Atilio Satampone, Horacio Sálgan, os cantores Carlos Gardel,Edmundo Rivero, Roberto Goyeneche; as cantoras Suzane Rinaldy, Adriana Varela, Amelita Baltar; deixo para o final deste comentário o criador do “Novo Tango”, Astor Piazzolla. Além desses artistas, brilharam no passado, e brilham nos dias atuais, os grandes dançarinos de tango, arte que só os argentinos e os uruguaios fazem com perfeição.

    Beijinho, daqui do escritório.

    ResponderExcluir
  7. Minha querida amiga Tais, que feliz tema o Tango, é uma bela história, como nosso samba, feito nos morros cariocas, discriminado pela alta sociedade, mas desceu o asfalto, e já sabemos o resto da história. Esta é minha identificação como o tango, além do ritmo pulsante, da coreografia que é linda e sensual. Pra ver né, como mudam os conceitos da sociedade, em público só homens com homens, hoje já não é natural assim rs. Sem dúvida Carlos Gardel é um papa do tango, mas eu pirei quando conheci Piazzola, para mim um tango eletrônico rs, de tão vivo, moderno e uma sonoridade criativa, acho que tem um pouco de jazz, enfim, é uma música mágica. Infelizmente não pude abrir o filminho...
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  8. De la buena mezcla salió lo bueno, a quién no le gusta el tango, el baile se siente vivir en uno tan solo oír la música.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Tais adorei sua postagem sobre o tango. Uma bela aula.
    Acho lindíssimo, porém nunca me atrevi, só de brincadeira mesmo.
    Uma boa noite amiga!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. Adoro ver dançar o tango, excelente post.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  11. Já fui um bom praticante de Tango.
    Ainda hoje....é o que gosto de dançar.
    Não há melhor.....
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Oi Tais,
    Eu sou da época do samba, fui até aprender s dançar. Dançava muito com meu primeiro, na época meu noivo.
    O Tango acho lindo, mas se der um desses passos caio de bunda no chão.kkk
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  13. Bom dia, querida Tais, que aula, hein, amiga!Amei assistir ao vídeo, por duas vezes. A gente sabe um pouco sobre o tango e acha que basta, mas você se esmerou aqui, obrigada por compartilhar, um show maravilhoso de escrita, dança e música. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  14. Tais, o vídeo é encantador. Gostaria de saber dançar o tango dessa forma (rss). Depois que o fizesse, certamente teriam que me levar a um hospital, pois ficaria com tudo fora do lugar ( kkkkk). Tenho paixão por ele. Geralmente o vemos em espetáculos, pois poucos sabem se movimentar assim. Gostei de seu breve histórico sobre o tango, abordando como chegou ao topo. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Taís gosto muito de bolero, de música brasileira (MPB),música clássica e de tango gosto muito mesmo.
    E gostei de saber a origem do mesmo, cultura geral é sempre bem vinda.
    Enfim Taís que bom que você compartilha seus conhecimentos, amei.
    beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  16. Amei sua postagem!!! Adoro tango e não sabia nadica de nada sobre esta dança maravilhosa!!!
    Muito obrigada por compartilhar conosco!!!

    Bjusssssssss

    ResponderExcluir
  17. Obrigado por tudo, Taís!
    Não sabia nada disso.
    Abraço.
    Jorge

    ResponderExcluir
  18. Boa noite querida Tais.
    Que grande aula, desconhecia a origem dessa dança o Tango. Dançar com essa perfeição é uma arte, confesso eu nunca dancei, mas acho que gostaria de experimentar rsrs. Minha amiga vim agradecer o seu carinho e lhe dizer que eu estou ótima. Dias lindos para vocês, você e o Pedro são um casal que admiro muito, pela forma de ser, sinceridade e ainda mais por ver um casal tão feliz, onde o amor é evidente. Dias felizes para vocês. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  19. MUCHAS GRACIAS POR COMPARTIRNOS TAN INTERESANTE ARTICULO DE LA MÚSICA ARGENTINA.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  20. Sempre gostei muito da cultura da Argentina e o tango para mim é um fascínio e este video está fabuloso.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  21. Com vinho penas e compaixão
    Não acordemos os pássaros que habitam a noite
    São válidas todas as propostas para voar
    Onde a felicidade irreconhecível possa morar

    Não perguntem a Deus por mim
    Deixem os Anjos na ilha voar
    Se quiserem encontrar o poeta
    Procurem na...RAIVA DO MAR...

    Um luminoso fim de semana

    Terno beijo

    ResponderExcluir
  22. Adoro ver o tango e tenho pena de não o conseguir dançar.
    Obrigada pela explicação tão detalhada.

    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  23. Tais Luso, sabia que o tango que, me agrada ver dançar, é originário da Argentina, o que não sabia era como fora criado e da via indireta que o projetou no mundo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Muito interessante essa historia do tango, quantas influencias, hein? Nunca vi tantas. Adorei saber, Tais. Beijos!

    ResponderExcluir
  25. As margens do Rio da Prata
    não se sabe ao certo
    entre Montevideo e Buenos Aires
    nasceu nos bares
    nos bordeis
    bairros mais pobres
    dança complexa
    passos agressivos
    evocam nos dançarinos
    Drama...
    Paixão...
    A musica contas histórias
    onde o homem sofre de amor
    e a mulher é submissa
    Tristeza...
    Sofrimento...
    são ritmados
    por violinos
    flautas...
    violões...
    e o bandonéon dá o acorde
    que falta
    Gardel...Magaldi e Piazzolla
    enriquecem com voz
    e letras romanticas
    com muita sensualidade
    que encanta esta dança chamada Tango...
    Confesso Tais, que cada vez que aqui venho, saio daqui com uma certeza de que aprendi algo amais do que ja sei.... big bj linda.....

    ResponderExcluir
  26. Bonito post!!!!
    Encantada de conocer tu blog y seguirte.
    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderExcluir

PARA OS MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre bem-vindos, um grande abraço a todos! Voltem sempre.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

Taís Luso