7 de julho de 2009

ROBERTO CARLOS E CAETANO VELOSO


- Tais luso de Carvalho

Depois de notícias preocupantes, de saber que a Argentina é o país que apresenta um dos maiores números de infectados pela gripe suína – e  é nossa fronteira  aqui no sul; depois de mais uma novela de corrupção,  espichada lá no Senado até não aguentarmos mais; depois da semana traumatizante para os fãs de Michael Jackson, que choram sua morte pelo mundo afora; depois de toda a 'roubalheira' que sabemos, e que jamais vamos deixar de nos estarrecer; depois de ver o Rio Grande do Sul jogado no lamaçal, com o episódio da governadora e de sua casinha básica de 1 milhão de reais, e que não consegue explicar de onde saíram os 'centavos'...

Depois dos crimes do dia-a-dia, taras, cousas e lousas, ainda consegui ver algo de extraordinário: a entrevista com Roberto Carlos e Caetano Veloso, feita por Nelson Motta para o canal TV Globo News. 

Silêncio, para não perder nada; é difícil ver alguém sem agressividade e tão doce como os dois. Isso faz muito bem; vivemos numa época que precisamos de mais ternura. Falaram de suas músicas,  do triste exílio de Caetano, da parceria Roberto/Caetano, cantaram  'Teresa na Praia' , 'Debaixo dos Caracóis',  'Força Estranha'  e outras canjas. 

Um caminhão de simpatia, educação, respeito e charme. Tudo isso rolou entre os três. Cantaram, contaram. 'Debaixo dos Caracóis'  foi composta por Roberto para Caetano durante seu exílio em Londres.
Fica aqui esse vídeo,  que é histórico. 

15 comentários:

  1. Amiga Tais.
    Adorei saber que gostas de ouvir esses monstros sagrados da música brasileira. Eu também gosto imenso de os ouvir. Roberto Carlos marcou a minha geração. Eu até tinha a mania que sabia imitá-lo. Sabia quase todas as canções dele. Caetano Veloso, é diferente. Marca-me de maneira diferente. Começo a segui-lo mais intensamente depois da Revolução de Abril, onde ele aparece com a canção "Fado Tropical", com uma alusão clara à necessidade de haver mudanças também aí no Brasil. Mas como você diz, são:

    "Um caminhão de simpatia, educação, respeito e charme".

    Pelo que vejo, eu e tu somos contemporaneos, destes dinossauros da música mundial.
    Um beijo pela nossa amizade
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. É bem verdade, quando abrimos a tv só conseguimos ver notícias más. Eu recuso-me a ver. Não estou para ser incomodada com tanta desgraça. Podiam pelo menos dar uma notícia boa entre as ruins. Há tanta coisa boa no mundo para se mostrar...
    Obrigada pelo video que nos deixou.
    Um abraço,
    Maria Emília

    ResponderExcluir
  3. Cara amiga

    Seu texto não poderia ser mais atual e infelizmente/felizmente verdadeiro. Infelizmente por tudo o que dizes a respeito de nosso triste grande país que não merece absolutamente os governos que tem. Nem o Brasil nem o Rio Grande, um estado de tão ricas tradições que aprendemos a admirar e respeitar quanto mais conhecemos seu povo e sua história. Felizmente porque não poderias ser mais feliz quando te referes a Caetano e Roberto Carlos. É isso aí cara amiga, são nossos grandes idolos e não é à toa mas porque são gênios intelectuais, humanos e de rara sensibilidade e riqueza espiritual.
    Parabens pelo artigo maravilhoso.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Olá!!Realmente não aguentamos mais essas notícias ruíns, merecemos dar aos nossos olhos e ouvidos mais belezas, mas esperanças, mais certezas de dias melhores.
    Sobre Caetano e Roberto adoro todos 2 - e esse vídeo está mto bom!
    Bjs.
    Wal.

    ResponderExcluir
  5. Reconheço que ambos são de épocas distíntas onde o romantísmo pelas coisas imperava, onde as forças do capitalísmo não se faziam presente entre as mídias da época.

    Mais não concordo com o exílio que ambos fizeram. Acho que se tem de encarar o país exiba seu rosto e encare de frente, pois ambos são pessoas públicas e quer queira ou não suas palavras reverberam e incitam o povo. Estes ditos da música tem o poder para inspirar as pessoas e daí fogem com o rabo entre as pernas.

    Digo-te que independe do caracter de ambos, o que eles fizeram foi atitudes covardes.

    Oh... tô conhecendo teu blog tá? KKKKKKKK, por favor... me permita a minha opnião sinsera.
    Direto do Rio.
    Beijos moça.

    ResponderExcluir
  6. Uma música belíssima, um arranjo e uma interpretação magistrais.
    Eu também ainda continuo fiel aos ritmos e sons dos cantores que fizeram as delícias do meu (outro) tempo e que foram capazes de acompanhar a mudança com uma qualidade artística sempre actual.
    Foi um prazer visitar este espaço, pela "mão" da minha amiga Dona Redonda, que não é nada redonda, diz ela e eu acredito :)

    ResponderExcluir
  7. Sim! Felicidade poder ainda ver vestígios de ternura entre os homens! Como as pessoas precisam disso!
    Estou contente de ver Roberto participando de vários programas, como no caso do Luciano Huck. Muito bacana a ideia de comemoração dos 50 anos de sucesso do rei. Ele tem canções belíssimas... e sabe como respeitar e valorizar os cantores de hoje.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Haverá?! Há sempre uma deusa perdida
    Nos labirintos da contradição
    Há sempre alguém que usa a palavra amor
    Soprando doce veneno ao coração
    Há sempre alguém que nos diz coisas tontas
    Há sempre alguém que afugenta a Saudade
    Há sempre alguém que nos marca a ferro frio
    Há sempre uma alma ausente da verdade

    Bom fim de semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  9. Amiga Tais

    Venho a este seu espaço,agradecer-lhe penhoradamente ter-se registado como seguidora de meu blog, onde foi recebida com grande
    regozijo. Passei em análise este
    seu interessante espaço e adorei
    suas crônicas, bem como os poemas.Por impossibilidade de acessar seu blog DAS ARTES,dado que o Explorer não abre o blog,
    não deixarei de o fazer em outro
    dia.

    Minha amiga,sentir-me-ia muito
    honrado se aceitar passar por meu
    espaço e receber os meus prémios
    PRESTÍGIO e AMIZADE, que encontrará
    na barra lateral. Agradeço.

    Um beijo

    Alvaro Oliveira

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente a mídia vive de notícias ruins, pois é o que vende mais. Porém, realmente tem uma hora q a gente não aguenta mais hehehe!!!

    Não sou muito fã do Rei e nem do Caetano, mas admito que ambos são grandes cantores e compositores!!!

    Um grande abraço!!!

    Bjoss

    ResponderExcluir
  11. Estimada amiga Taís, suas postagem sempre são primorosas, onde saímos mais ricos com o seu lado cultural.

    Hoje deixo uma mensagem para você saber da minha breve ausencia,
    Efigênia Coutinho

    Antes de ser Mãe

    Antes de ser Mãe, a vida tem “ditado” como devemos nos comportar diante das diversas situações,segmentos da sociedade...
    Tornarmos alguém que vive mecanicamente e com o foco destoante do seu projeto,objetivo original de vida.
    Existem escolhas... Algumas vezes o tempo não nos permite fazer opções na vida ou de acordo com a situação vivenciada, mudamos de foco...
    Essas e muitas outras escolhas,questionamentos fazem parte dos momentos de reflexão do ser humano que um dia escolheu ter um lar, nutrir a vivencia das relações de casal e para dar segmento na vida, constituir família de forma eficaz, dinâmica e saudável...
    Hoje, eu consegui alcançar e fechar um ciclo da minha vida...
    fui Mãe, e estou sendo Avó...fechei um ciclo de vários outros que foram almejados...
    não é fácil administrar tantas vertentes e perspectivas, tantos alvos e objetivos, diante de um só caminho que é a busca da felicidade, vitorias e sucessos...
    Não nascemos com ou encontramos um “manual da vida”... a vida é um labirinto de caminhos e sempre nos questionamos o que fazer... como proceder e como agir... em muitos momentos estamos perdidos, andando sem rumo e muitas vezes, distantes e destoante do que realmente acreditamos... no entanto criamos metas, naquilo que deve ser prioridade na vida do ser humano.. os filhos... o significado da palavra filhos é tão simples que não acompanha a grandeza da palavra. Hoje a minha netinha Isabella tem a prioridade nas nossas vidas...
    hoje a Isabella é e sempre será a primeira...
    a Isabella é linda... linda...
    e mais linda por falta de palavras...
    com certeza, dia 7 de julho, de 2009...
    Ao céu, nasceu uma estrela de nome Isabella!
    JULHO 2009

    ResponderExcluir
  12. Realmente, no meio de toda a bagunça que referiu, ouvir esses génios da vossa música, diria mesmo da vossa cultura, deve ser mesmo refrescante.

    ResponderExcluir
  13. Maria Lucia Meireles14:55

    Nossa! Taís!!! Fico admirada como consegue fazer a gente viajar em seu texto.

    Não assisti a entrevista, mas vi nitidamente o Roberto Carlos e o Caetano naquela sintonia que só os dois têm. Fantástico, amiga!
    E mais prazeroso é pensar que o Roberto Carlos com a música "Debaixo dos caracóis dos seus cabelos" fez todo mundo pensar que ele estava falando dos cabelos de uma mulher. Conseguiu driblar direitinho, a censura da época. Isso é extraordinário!
    Muito obrigada pelos segundos de leitura mais aproveitados do dia.

    Um abraço,
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  14. PRA MIN, AS DUAS VOCES PROPIAS DO SENTIR DUNHA ALMA, SON SIN LUGAR A DUDAS AS FORZAS VIVAS DOS SENTIMENTOS DOS SENTIDOS PROPIOS DO AMOR NA ENTREGA DA VIDA, A FERMOSURA DAS SUAS BALADAS, DAS SUAS LETRAS, EN TODALAS CANCIÓNS, NON CABE A MENOR DUDA DE QUE SON ENTREGAS MISMAS DE CADA MOMENTO XURDIDO E VIVIDO NOS SEUS PRESENTES... SON INNEGABLEMENTE AS VOCES DO PROPIO SON DO AMOR... E DO SENTIMENTO JYHAEL... DEPARTE DO NOSO AMIGO COMÚN, VICTOR GIL, DENDE GALICIA, ESPAÑA, SAUDOS

    ResponderExcluir

MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Este blog 'não envia nem recebe comentários anônimos ou ofensivos'. Meu e-mail está na guia superior, faça contato.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

3 - Meus agradecimentos pelo seu comentário, sempre bem-vindo.


Meu abraço a todos.
Taís Luso