2 de maio de 2018

ASSIM SÃO OS HOMENS




                  - Tais Luso

Claro que não falarei mal dos homens, falarei neles como falei de nós, mulheres. Quero abordar o  lado excêntrico deles. 
Tenho constatado que quando os homens vão às compras, em loja de departamentos,  não conseguem ver nada,  levam tempo para visualizar a seção das calças esportivas.  Ficam zanzando e não encontram nada - coisa muito difícil! 
Também é difícil para eles perceberem a qualidade das malhas e das golas das camisetas.  Tudo é igual.
É difícil  aceitar a ideia de que uma camisa cor-de-rosa é bonita, dá suavidade aos seus rostos e que tem lá seu charme.  Mas não!! Nem pensar em camisa rosinha...
É irritante como o homem acredita nas vendedoras, não sabem como a mulher é esperta para vender, muito mais esperta que os antigos vendedores de enciclopédias. 
O homem só não se perde em campo de futebol, em livraria, oficina mecânica e lojas de automóveis.  Nos restaurantes escolhe apenas o vinho para combinar com o prato que a mulher venha a escolher. E deu!  Caso ela peça um vinho rosé ele entra em colapso, surta! É um Sommelier nato: rosé, não!  Por que essa birra com o vinho rosé? Por ser um vinho mais delicado, adocicado?
O homem vai a um aniversário e acha que sua presença é o melhor presente; a mulher difere, se preocupa com o presente ou com flores.
Mulher  quando avista  conhecidos numa festa, cumprimenta  com delicadeza e discrição. O homem já vai dizendo, e com muita propriedade: 
- E daí, canastrão, como tá essa força?
A mulher corta saladinha de rabanete como se fosse uma flor; o homem adora fatiar o churrasco com uma adaga degoladora!
O homem só pisa em hospital quando cai doente grave, e não é amigo de visitas, de se mostrar frágil. A mulher quer a força dos parentes e amigas.
Ao acabar um relacionamento afetivo o homem conta rápido com a solidariedade dos amigos para amenizar seu pranto:
Pô, cara, deixa de ser veado, parte pra outra, tá sobrando mulher no pedaço!
Enquanto isso a mulher se abraça no seu travesseiro ou chora suas  pitangas no ombro da amiga. Quer morrer! 

Eis aí nossos homens, viris, machões, mas amorosos e protetores.  Proibidos estão de chorar, de mostrarem fragilidade (culpa das mães) , mas quando choram, uma vez na vida e outra na morte, acabam com o coração de qualquer mulher! É o sinal mais puro da dor, um gesto que inunda a alma feminina de compaixão e de desespero. Mas, arregaçamos nossas mangas e mãos à obra!
Estamos juntos!!!


_______________________________
...Que os homens não fiquem 'grilados' - suas  virtudes são muitas. 
Voltarei ao tema com  'Assim são as mulheres! ' 

Aqui:
Assim são as Mulheres




66 comentários:

  1. Sou muito vaidoso.
    Como tal, não me revejo nada neste seu retrato.
    Até porque, sendo abstémio, elas percebem muito mais de vinhos que eu.
    Só sei que não gosto, que me sabem mal.
    Uns mais que outros.
    Só isso :)))
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. O quê? uma crónica da Tais Luso à quarta-feira?
    Não queria acreditar e logo abri... e li... e morri de rir (calma amiga, não morri mesmo, tá?!).
    Socorro, gritei de seguida, o que terá feito o Pedro à Taisinha para ela "espingardar" contra os homens??!!

    Amiga, que crónica soberba!
    Estás a tornar-te mestra, sabes?!
    Esta eu gostava de assinar também por baixo. Meu Deus, o que eu acrescentaria sobre esses seres dependentes, convencidos, que gastam horas da vida a compor e passar uma imagem falsa de poderosos machões.
    Sobre a fragilidade masculina na doença, morte, divórcios, e outros que tais, haja coração para aguentar tanta frouxidão!
    Brindemos às mulheres!
    Eu gosto de vinho Rosé e insisto em pedir no restaurante mesmo sabendo que o maridão vai optar por tinto.
    É assim, o meu "docinho" não aceita rosinha no copo nem rosinha na camisa... e eu não desisto duma certa rebeldia entusiasta e controlada.
    Estamos juntos!!! (Que remédio!!!!)
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Adorei,Taís...Falaste muito bem dos homens e suas peculiaridades...Hilário ler assim todas juntas...Esqueceste de falar que quando no trânsito, acham que sempre estão certos, os outros errados, ainda que esteja invadindo a outra pista, rs...Isso sem falar que se vão dobrar ,não lembram como nós de se posicionar antecipadamente... E por aí vai! Por isso gostamos tanto deles e estamos juntos.Juntamos nossos defeitinhos e vivemos em harmonia...

    beijos, lindo MAIO! chica

    ResponderExcluir
  4. A sua crónica, minha Amiga Tais é realmente deliciosa. Estou de acordo. O comportamento dos homens é tão diferente do das mulheres... Mas nós gostamos deles assim, não é?
    Um beijo enorme.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia. Adorei o texto. Muito :))


    Hoje:- Vestes leves, agitadas pelo pensamento

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira

    ResponderExcluir
  6. Hola Tais, no me gusta el machismo, ni la protección, debemos las mujeres ser autosuficientes en todo, y con el hombre complementarnos de igual manera.
    Te deseo una buena semana.
    Un gran abrazo

    ResponderExcluir
  7. Concordo mais ou menos Taís. Essa dos homens não chorarem eu conheço vários muito mais chorões do que qualquer mulher.
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Taís, você, além de ótima cronista, é arguta. Percebe as muitas diferenças entre esses seres tão desiguais e complementares. Parabéns pela acuidade das observações, me vi quase descrito em alguns parágrafos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS - A propósito, quanto ao vinho Rosé, os homens têm razão.

      Excluir
  9. Grandes verdades. Os Homens nem sabem comprar (salvos algumas excepções) Para além de não terem grandes gostos, o paradeiro deles é onde houverem coisas para carros, Vinhos, etc... Depois nem olham ao preço e queixam-se no caixa, lool
    .
    Quando estão doentes já pensam que vão morrer. Quando a mulher está doente, não sabem desenrascarem-se (salvo algumas excepções) é assim.. Adorei ler


    Beijinhos e um dia feliz.

    ResponderExcluir
  10. Cierto durante mucho tiempo solo nos educaron en un sentido y eso se nota en el día a día. Por eso debemos educar a las nuevas generaciones de forma mas igual.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Taís mais uma vez abri e li com entusiasmo a sua crónica e... claro muito apreciei! Obrigada.
    Mas eu tenho e terei um sempre no meu pensamento que de uma jovem fez uma mulher que muito sente a sua falta...
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Uma bela crônica, com sempre você escreve, mas prefiro, nada, generalizar.
    Um grande abraço.
    Élys

    ResponderExcluir
  13. Taís,você é extraordinária em suas crônicas e com certeza aprovei tudo que escreveu.
    Os homens são realmente assim,mas acho que não vivemos sem eles.rs
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  14. Ainda há muitos assim mas também os há diferentes e ainda bem!!!bj

    ResponderExcluir
  15. Que dizer...Está tudo aí.....
    Não me vou meter no meio......
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Tais, tem muita graça o que escreves, !!! um piadão :)
    mas se conhecemos tão bem os homens, não será porque eles são essencialmente os nossos filhos ?!!!
    eles crescem e fazem-se homens diante dos nossos olhos e do nosso coração dilatado pelo nosso carinho !
    beijinho amiga
    Angela

    ResponderExcluir
  17. Amei ler, hilário!
    Tem uma boa dose de humor, pois é, eles são assim, que fazer, rsrs?
    Abraços querida amiga Tais!

    ResponderExcluir
  18. Oi Tais! Confesso que morri de rir aqui do seu honesto desabafo. rsrs Tem toda razão! Nós homens somo acovardados, ou domados desde cedo para essas bobagens e delicadezas. Tenho um sobrinho que adora rosa, e apenas gosta. Admiro a boa cabeça do garoto de 16 anos. Eu as vezes uso rosa, mas já pensando nas gozações dos meus amigos, e confesso que tambem os ridicularizo.Achei o máximo sua postagem, e admito que somos birrentos e imaturos, muitas vezes não importando a idade. Gostei demais! rsrs Beijos e um fraterno abraço.

    ResponderExcluir
  19. Nem sempre nos vemos como exatamente somos. Tenho dúvida se nos veríamos diante de nós se tivéssemos espelhos a controlar nossos movimentos. Mas o fato é que tu fizeste o teu diagnóstico. Os homens são assim, como tu narra nesta excelente crônica. Como poderia duvidar desta tua avaliação sobre os homens, com suas esquisitices? Prefiro concordar contigo, pelo menos me livro de um amassador de massa na minha cabeça. Acredito que os homens que se mantêm casados por um bom tempo podem aprender muito com a mulher. Eu sei que aprendi muito, contigo como no caso do vinho rosé, tanto é verdade que quando chegamos num restaurante a primeira coisa que peço ao garçom é um vinho rosé para ti, juntamente com o vinho tinto para mim. Parabéns por mais essa criação, escrita com tanto humor.
    Um beijinho daqui do escritório.

    ResponderExcluir
  20. Tenemos distintas formas de percibir las cosas por esto somos distintos, lo bueno es sacar lo interesante de cada uno.
    Besos.

    ResponderExcluir
  21. Muy sabio PEDRO que ya te contestó y que con una respuesta tan tierna se salva de un mazazo en la cabeza jajajajaja.

    Y que maravilla los años que ya llevan casados y trabajando
    uno al lado del otro.

    Besos a los dos

    ResponderExcluir
  22. Taís, prazer enorme estar de volta a este teu blogue tão delicioso. Ainda mais para ler esta análise que você faz, com muita sabedoria, deste ser "estranho" que é o homem rsrsrs. Gostei. Não há o que tirar nem por ao que você escreve. Quanto à poesia de Ana Cristina César, fico feliz em ter lhe apresentado a poeta, que, tão jovem, se foi. Inspiradíssima e muito sensível, abandonou a vida mas deixou lindas e inspiradas poesias. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  23. Boa noite, Taís
    Estou aqui rindo do que escreveu.
    E os homens são bem assim mesmo.
    Gostei da camisa rosinha...rs

    Lindo final de semana.
    Beijinhos de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  24. Querida amiga, passaste de um tema que me " arrepiou " , a solidão da triste 3a, 4a ou 5a idade, nem sei como chama-la... para um assunto muito mais interessaste, falar dos homens, claro, dos nossos, pois os outros não são problema nosso. Pois bem, assino em baixo tudo que escrevestw, embora tenha de concordar com a Elvira que diz que conhece homens mais chorões que mulheres, pois eu tb conheço .Sabes, eu acho os homens muito problemáticos quando têm uma dorzinha; parece que estão a morrer e eu costumo dizer que lhes faltou as dores de parto e por isso são tão " meladinhos" . O meu marido uma vez estava com uma dor de estômago e não aceitava nada do que eu lhe dizia para tomar até que eu desisti de o paparicar; sabes o que me respondeu? " Tu falas bem, porque nunca tiveste uma dor com esta..." Eu olhei para ele e reslodi: " vou fazer de conta que nem ouvi isso ". Imagina, Tais, nunca tive uma dor como a de estomago!!!. Para comprar qualquer coisa fica só junto da vitrine e não quer entrar, porque acha aborrecido se depois não encontrar o que quer; preciso de insistir muito e na maioria das vezes não consigo que ele entre na loja.E para ir ao médico? Uma verdadeira cruz! Uma vez chegou a ficar de cama por causa de uma dor no joelho e, depois de 3 dias lá o convenci a ir; imagina...parecia um velhinho apoiado no meu braço ( o médico era do outro lado da rua. Enfim, querida amiga, é o que temos e não vale a pena pensar em trocar, pois teremos o mesmo problema; este já o conheço há 42 anos e já sei as manhinhas todas, portanto é melhor ficar assim mesmo; claro, não interessa nada falar aqui nas qualidades dele, não é verdade? O assunto não e esse! Hoje é só defeitinhos!
    Tais antes de terminar, gostaris de te dar um conselho: vê lá o que vais dizer das mulheres!!! Muito cuidadinho!!!
    Beijinhos e boa noite, Adorei!!!
    Emilia

    ResponderExcluir
  25. Tais Luso
    Como sempre gostei muito da crónica, mas devo dizer que há homens e homens. Homens há, que são quem faz as compras de vestuário próprio e dá sugestões no das suas mulheres. E tudo uma questão de gosto estético. No fundo, por vezes o homem é "pau para toda a obra".
    Ah... chorar os se emocionar, também é de homem.
    Com tudo isto, desejo deixar a minha homenagem às mulheres, essas preciosas flores, que constituem os verdadeiros jardins do mundo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. É mais ou menos isso... a sua capacidade de análise é muito boa, já que não consigo contrariá-la nem numa linha sequer...
    Parabéns, gostei imenso (apesar de tudo o que foi dito...).
    Bom fim de semana, amiga Taís.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Tá sabendo demais, moça! Eu é que não sou idiota de me meter com você. Entendo de mulher...
    Beijo, querida amiga Taís.
    Jorge

    ResponderExcluir
  28. Me faltan, amiga Tais, un año y 5 meses para completar-si Dios quiere- mis 50 años de matrimonio. Debo concordar contigo en lo que escribes con tanta gracia, pero al final con todas nuestras virtudes y nuestros defectos el hombre y la mujer tienen siempre la facultad de asociar sus méritos y minimizar sus defectos.

    Cariños desde Chile.

    ResponderExcluir
  29. Tais, minha amiga

    não posso deixar de sorrir com a sua "penetrante" e deliciosa crónica.
    mas se os homens não fossem diferentes de mulher, que graça teriam? falando, claro, do seu ponto de vista. rss

    e humanidade por que caminhos iria se em vez da mulher sair da costela do homem fosse o contrário? rss

    certamente um mundo sensaborão sem futebol, nem uma guerrazita de vez em quando para animar as televisões? nem Trump? ora ora...

    (e não lhe perdoo, Tais, preferir vinho rosé ao vinho tinto)

    beijo

    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas olha só!! Eu sabia... ( rsrs)
      Olha o que o Pedro Luso plantou lá em cima!
      Raramente eu tomei vinho rosé e gostei, mas nada comparado com o vinho tinto! Mas como eu disse... os homens são muito solidários!! rss Tem outros falando do pobre vinho rosé!! Mas estão perdoados! Não tem outro jeito.
      Beijos a todos que por aqui estão passando!

      Excluir
  30. Fina ironia como só a amiga Tais sabe usar, com mestria! Olhe, até rimei sem querer! :))
    Excelente crónica que retrata fielmente essa classe única, que se não nos fizessem tanta falta, não fariam falta nenhuma! Ahahahaha

    Também não aprecio muito o vinho rosé, mas gosto de vinho 'adamado', como por cá chamamos ao vinho ligeiramente adocicado.

    Parabéns , querida Taís, bela é interessante crónica.

    Beijos, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  31. Estamos juntos!!!
    E estamos juntas!!! Como eu concordei com todas as suas palavras, Tais... pontos... e virgulas... nesta crónica... :-D
    Outra característica, que sempre vejo nos homens... nunca se perdem... até porque se recusam a perguntar a alguém, qualquer direcção... :-))
    Deixo um beijinho, e votos de um excelente fim de semana!
    No meu próximo post, nos próximos dias, Tais, ficará uma crónica sua em destaque, lá no meu canto... sobre o tema solidão... fiz confusão que seria um poema seu Tais... como teria mencionando num outro meu comentário anterior... e a mesma, será complementada com algumas palavras, também suas... bastante recentes... ainda a propósito do tema...
    Se acaso, depois verificar que a tradução possa não estar do seu agrado... será só me dizer, que a mesma será prontamente alterada, Tais...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  32. Ah! Ainda assim... São únicos - os nossos!
    Sua análise está perfeita, Tais!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  33. Diverti-me imenso, querida Amiga.
    Separados por um imenso oceano, os de cá são precisamente assim.
    Deve ser do DNA...
    Gostei muito, Taís.
    Beijos
    ~~~

    ResponderExcluir
  34. Seria com louvor tais pinceladas, salvo o rosé! Todos já aclamaram a sua deliciosa crônica. Talvez uma ação pré-meditada (assim mesmo), são tão pequenas as imperfeições (de homens e mulheres), que se ajustam perfeitamente. A chave de fenda pode ser um detalhe, se houver necessidade de um aperto final.
    Um beijo,
    e bom final de semana, Taís!

    ResponderExcluir
  35. Belo texto, minha amiga
    Em o que difere qualquer
    Homem versus a mulher
    Que a gente sabe e nem liga

    Por ser atávica ou antiga
    Tal diferença e se der
    Nós nem pomos a colher
    Na sopa evitando briga.

    Porém, é isso Tais!
    O homem tem um verniz
    E a mulher tem a essência.

    E alguma coisa me diz
    Que cada um é aprendiz
    Até ao fim da existência.

    Parabéns! Belíssima crônica, como sempre. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  36. Querida Taís
    Muito divertida sua cronica, não posso dizer que concordo em pontos e virgulas, pois meu marido é um sentimental completo, daqueles que choram até com dramas de desenho animado!! E por aqui não existe preconceito quanto a blusões cor de rosa, e ele fica muito bem com esta cor.Agora quanto a comprar roupas ele detesta. Presentear alguém me encarrega na hora desta tarefa... Os homens são bem diferentes até entre si, que dirá com relação a nós mulheres maravilhosas.:-))
    Beijos

    ResponderExcluir
  37. Bela crônica, aliás, como todas que nos presenteia, cara amiga Tais. Um apanhado perfeito (traçado comportamental psicológico) do bicho homem. Pois quanto aos presentes, de minha parte, se a pessoa não gostar de livros, sinceramente, não sei o que fazer. Um abração. Tenhas um domingo perfeito.

    ResponderExcluir
  38. Adorei sua crônica na qual você descreve com fidedignidade a figura masculina, mesclada bom humor, perfeição, ética e respeito, amei!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  39. Olá Taís!
    Ainda bem que vim mais tarde e só respingou em mim o que encharcou um monte por aí.
    Humor e verdade numa bela cronica amiga, com toda sua arte, para uma critica sobre comportamento, estereótipos de uma educação machista e ou patriarcal.
    Que bom muito se mudou de tudo isto, embora muitos ainda insistem em viver de marcas falidas.
    Parabéns amiga pela lucidez.
    Uma semana maravilhosa para vocês.
    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
  40. Um retrato muito bem feito e revejo-me nele minha amiga.
    Estamos juntos.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  41. Olá, Taís!
    Que belo texto! Muito bem escrito e bem humorado!
    Mas há homens, e homens. Alguns se encaixam como uma luva em seu texto outros nem tanto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde, escreveu o texto para mim? é que ele é o meu espelho, sou mesmo assim.
    Feliz semana,
    AG

    ResponderExcluir
  43. Excelente crónica, adorei.
    Felizmente que existem outros um pouquinho diferentes.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  44. Boa noite querida Taís
    Quando penso que nada pode me fazer rir, aqui estamos eu e Santy dando gargalhada. Quando lemos o que Pedro escreveu mas risada rsrs. É melhor mesmo ele concordar rsrs. Se não la vem a amassador de massas rs. Uma linda semana para vocês. Vocês formam um belo casal. Um completa o outro. Abraços meus amigos.

    ResponderExcluir
  45. Amiga Taís! Gostei das grandes verdades que escreveu sobre os homens. Na verdade eles se acham o sexo forte mas nem tanto. Tem coisas que faz gracinha mesmo.Amei sua cronica e nem se preocupe ao ler nenhum homem irá ficar danado. Muitos irão refletir, será!

    Abraços, continuação de uma feliz semana.

    ResponderExcluir
  46. "Tudo é igual", rs. Verdade! São incapazes de identificar a qualidade (ou não) de um tecido. Mais fácil se orientarem pela marca... e nem isso! E quando choram... sim, derretem nossos corações! Amei!

    ResponderExcluir
  47. Minha muito querida amiga Tais, ando afastado dos comentários, mas não perco as leituras. Fiquei deveras feliz com tua visita, percebi que a amizade é uma via de duas mãos, por isso estou aqui...gosto desse tema, sobre a masculinidade e manias dos homens, e me identifico com a maioria das situações que colocas os homens nesta crônica , não gosto de xeretar nas lojas quando não tenho o que comprar, também não sou chegado em hospitais, demoro a procurar médico... mas foi minha educação, não que não se deva melhorar, mas minha mãe é a grande responsável, assim como todas as mães, a maioria pelo menos educam seus filhos homens para serem assim...muito bom estar aqui participando desta roda de conversa que sempre encontra-se aqui, obrigado.
    ps. carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, meu amigo! Acredito na citação de 'quem está vivo um dia aparece!' Fico contente com sua visita, muito obrigada!
      Grande abraço!

      Excluir
  48. Muy observadora has estado para escribir esta crónica. me gusta y me divierte, hay que tomarse esos defectillos un tanto a broma..., pero intentar mejorar.
    Un abrazo y ¡enhorabuena!

    ResponderExcluir
  49. Adorei!!...rss

    Uma crônica deliciosa, amiga. O meu marido é um intelectual de
    "carteirinha", adora livrarias e eu também...rss E super desligado
    e eu cuido do visual dele, roupas e o rosa fica bem nele, escolhido
    por mim e gosto desta tarefa, mas ele aprova e conhece o meu gosto,
    que combinamos nos gostos e senso estético.
    Agora estou aguardar a tua próxima crônica sobre nós mulheres,
    somente a te lembrar que sutilmente somos superiores aos homens,
    superiores de qualidades e não de defeitos, amiga!...rss
    Beijos, Taís.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rss, Já estou escrevendo 'Assim são as mulheres".
      Beijo, me aguarda... rss

      Excluir


  50. Olá Vizinha/Escritora, Taís Luso, boa noite !
    Ainda bem que somos diferentes, para nos
    atrairmos...
    Que texto interessante, querida Amiga !
    Parabéns, pois deixou-me a pensar.
    Um carinhoso abraço e uma ótima semana.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  51. Passei para ver as novidades.
    Aproveito para lhe desejar a continuação de uma boa semana, amiga Taís.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  52. Tais, tienes mucha gracia para contar nuestras diferencias y para poner un foco en lo que nos une.
    Crecí en un entorno de mujeres con pocos hombres en la familia.
    Pero a partir de los 12 años he vivido rodeada de hombres en los estudios, en el trabajo, en mi propia casa. Y sí, seguimos siendo diferentes pero cada vez menos, porque las nuevas generaciones de hombres han sido educados por mujeres que ya no tienen complejos.
    Vamos a mejor, no tengo dudas.

    Y espero la próxima entrega. Un beso.

    ResponderExcluir
  53. Oi, Taís,

    Fui vê-la pelos olhos de Ana Freire, e os teus na solidão. É preciso de dizer que gostei das "sacadas" que ali encontrei? No que ela disse e no que os outros disseram.
    Um beijo,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho muita sorte de ter amigos generosos!
      Obrigada, meu amigo, meu ego está no andar de cima!
      Beijo.

      Excluir
  54. Boa tarde, querida Tais,
    é tenho perdido com minha ausência, o prazer em ler suas crônicas, mas está difícil amiga, até parece tempos em que eu tinha bebê, não sobrava tempo para mim, rssssssssssss.
    Sua crônica está perfeita, como sempre.Ah! esses homens, e tem mais, aqui em casa meu marido e filho com 41 anos, não encontram nada. Até parece que vieram de outro planeta, mas mesmo assim, são perfeitos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  55. Oi Tais! passando para reler sua bela postagem. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  56. Bateu uma saudade e olha eu aqui, sorrindo ao te ler, matando a saudade dessa escrita tão gostosa, convidativa e irretocável!
    Beijo Tais, prazer imenso passar por aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas que prazer enorme, amiga!!!! Um presente para um fim de noite?
      rssss, muito obrigada, saudades de você, também!!!!
      Mil beijos, querida, foi uma alegria te receber.

      Excluir
  57. OI TAÍS!
    ADOREI, TODOS IGUAIS.
    AQUI EM CASA, TENHO DE DAR A ROUPA PARA MEU MARIDO VESTIR KKKK,COMPRÁ-LAS TAMBÉM E POR AI VAI.QUANTO AOS MEUS DOIS FILHOS HOMENS, O MAIS VELHO NÃO TANTO MAS O MAIS NOVO, EU COLOCAVA AS CAMISETAS QUE ESTAVAM LAVADAS BEM EMBAIXO DA PILHA POIS ELE PEGAVA SEMPRE A DE CIMA ENTÃO DESENVOLVI A TÉCNICA PARA ELE NÃO ANDAR SEMPRE COM A MESMA. MAS A GENTE AMA NOSSOS "HOMINHOS" NÉ AMIGA?
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  58. Tão giro. Estou a visitar blogues pois só agora me iniciei como blogueira e gostaria de ter muitos blogues amigos. Faço-me seguidora, agradecendo a retribuição. Obrigada pelo carinho.
    .
    * Olhares e Deslumbres *
    Um feliz Sábado.

    ResponderExcluir
  59. Olá, querida amiga Taís!
    Tenho tido dias agitados... mas chegou o momento de vir aqui ver o que senti...
    Em minha família, tenho de tudo... não preciso me inspirar em nenhuma enciclopédia... rs...
    Na verdade, tenho dos Santos (poucos) aos não tão assim...
    Gosto da divergência numa medida equilibrada... gosto do jeito do meu amado, delicadeza deveria fazer parte do currículo do homem e da mulher de um modo em geral...
    Nada se perde em tentar ser um pouco maleável...
    Meu pai foi um exemplo de Homem...
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  60. Eles são bebês metidos a machão, não?
    E a culpa é nossa, digo das mães, que fazem tudo pelos filhos.

    ResponderExcluir

AOS AMIGOS

Muito obrigada por sua participação nos comentários.
Comentários anônimos não são postados. Identifique-se.
Abraços a todos
Taís