28 de agosto de 2015

A FAMÍLIA - por Luiz Coronel


         
                    Família,
                    família,
                    um mar de afagos
                    e pendências antigas.

                    A família é um barco.
                    Tormentos
                    e ventos
                    e um sobrenome nas quilhas.

                    (Veleja o barco
                    por distantes milhas).

                    Família
                    é uma ilha.

                    Um cardume
                    de ciúmes
                    em torno das pedras
                    que o tempo empilha.

                    Família
                    não é um coral de anjos
                    nem cães em matilha.

                    Família é gente.
                    E gente fala, cala, embala.
                    E humilha.

                    Família,
                    crianças correndo
                    e uma lágrima
                    no rosto da filha.

                    Um nome na lápide,
                    uma foto da festa,
                    uma emoção
                    que cada um compartilha.

                    E os potros do rancor
                    quem encilha?

                    Que mistério sustém,
                    que trave,
                    forquilha?

                    Família sobrevive
                    as separações
                    e as partilhas.

                    Família
                    é uma ilha.

                    Entre orquídeas
                    e urtigas
                    por acaso é o amor
                    que a faz que prossiga?

                    Família
                    é uma ilha.

                    Sem ela estamos
                    no mar sem bússola
                    num mato sem trilhas.





        ________________________________
                                 
                                 
                                     Luiz Coronel nasceu em Bagé no ano de 1938.
Poeta gaúcho, patrono da Feira do Livro de Porto Alegre em 2012.
Bacharel em Direito e Filosofia pela UFRGS
Exerceu a Magistratura do Estado.
Foi professor de História e Literatura e Teoria Geral do Estado em Faculdade de Ciências Jurídicas. Também Publicitário.
Escritor com mais de 30 obras, recebeu prêmios no Brasil, Espanha e México (Prêmio Nacional de Poesia, MEC 1973 com a obra “Mundaréu”) e tem edições com participação no idioma inglês e alemão.
Site do Autor








15 comentários:

  1. Poesia linda que tão bem expressa o que é uma família.. bjs, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
  2. Uso dizer, que sempre que: A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.
    Melhor do que todos os presentes que se possa ganhar, é a presença de uma família feliz.
    Paz e harmonia: eis a verdadeira riqueza de uma família.
    Quando o assunto é família, no fundo ainda somos crianças não importa o quão velho ficamos sempre precisamos de um lar para chamar de lar. Porque sem as pessoas que você mais ama, você não pode evitar em se sentir sozinho do mundo...

    Lindo dizeres....
    Gosto muito do seu cantinho!
    Bj nas linhas do seu coração, e que no findar destes dias possa ti junto com os seus, estabelecer novas metas visando sempre o bem estar familiar...
    Te espero em uanderesuascronicas.blogspot.com

    Att... Wonder Alves

    ResponderExcluir
  3. Que linda postagem, amei o poema, isso mesmo, "...família é uma ilha...", nem posso imaginar minha vida sem minha família, acho que todos são assim, sem ela nem podemos seguir rumo algum!
    Abraços linda amiga Taís, tenhas um lindo sábado!

    ResponderExcluir
  4. Una familia bien unida es un tesoro grandioso, bonito poema, un feliz fin de semana.

    ResponderExcluir
  5. Família é bem precioso com suas alegrias, tristezas e conflitos. Mesmo assim é o nosso porto seguro. Um poema espetacular Taís
    Um excelente final de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. UN LINDO POEMA!! GRACIAS POR COMPARTIRLO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  7. Astrofamília

    Este sol que puro brilha sobre a Terra
    É o mesmo que por milhões de anos
    Criou a vida que o Planeta encerra.
    Criou o homem e seus desenganos.

    Este é o astro que vive durante o dia
    E que a noite dorme o sono do justo
    Pois enquanto dorme a Lua alumia
    A paisagem morna com luar augusto.

    O sol tal qual mãe dedicada e zelosa
    Cuida da Terra como fosse uma filha
    Orbita no firmamento um tanto prosa

    Enquanto o Planeta segue sua trilha
    E com Lua prata também se entrosa
    Pois no céu todos são uma só família.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Tais.
    Uma linda poesia. Família dificil definir amiga, poderia dizer que é um mar de rosas, mas a minha é bem conturbada, cheia de espinhos, me dou com todos graças a Deus mais volta e meia estou contornando desentendimento entre eles, confesso ultimamente estou ate pensando em ser menos tolerante e deixar cada um resolver as suas diferencias. Desculpa a sinceridade. Uma linda semana para vocês. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Grande Luiz Coronel, amiga Tais. Na minha juventude, pensava que Coronel fosse um letrista da música gauchesca, hajam vistas os festivais regionalistas ganhos por musicas com letras do poeta. Mais tarde descobri que o cara é um talento eclético, ou seja, poeta, escritor, e grande publicitário, etc...
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  10. Um bom conceito de Família....
    Vou espreitar o autor..
    Boa semana
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Boa noite, Tais. Parabéns pela escolha.
    O poeta poetizou muito bem o que significa ser família com seus error e acertos, sobretudo com amor, sem ele esta inexiste.
    Tenha uma excelente semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  12. Olá Tais! Belo poema! Uma completa descrição de uma família. Ótima escolha.

    Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia querida Tais.. uma bela escolha para um tema de suma importancia...
    hj não vemos mais a família como antigamente.. é cada um para um lado..
    por vezes os filhos tb com seu ego lá em cima...
    seguem caminhos se afastam...
    mas ainda temos muito delas em nós..
    eu sou bem família..
    sempre fui assim..
    sobre o soneto do Beethoven..
    faz anos que o fiz..
    e aquela sinfonia é a preferida mesmo..
    foi ouvindo ele que escrevi muita coisa.. bjs e feliz sempre doce amiga

    ResponderExcluir
  14. Retorno e leio feliz uma bela poesia que retrata bem a família, encimada por uma bela tela de Tarsila do Amaral.
    Um abraço,
    Élys.

    ResponderExcluir
  15. Uma das mais belas e precisas definições da família e fecha com uma ilha a família.
    Que nossa família não saiba do humilha nem se degrade pela partilha.
    Muito linda esta partilha Taís.
    Valeu.
    Bju de paz amiga.

    ResponderExcluir

PARA OS MEUS AMIGOS - SUA ATENÇÃO...

1 - Agradeço os comentários dos queridos leitores e amigos, sempre bem-vindos, um grande abraço a todos! Voltem sempre.

2 - Entrarei na página de comentários quando alguma resposta se fizer necessária.

Taís Luso